A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

05/07/2014 09:29

Caminhonete e Gol colidem em cruzamento sem sinalização

Luciana Brazil e Helton Verão
Caminhonete fica com as rodas para cima após a batida. (Fotos: Helton Verão)Caminhonete fica com as rodas para cima após a batida. (Fotos: Helton Verão)
Gol ficou bastante danificado. Gol ficou bastante danificado.

Uma caminhonete L-200 capotou na manhã de hoje (5) no cruzamento das Rua Catulino Severo Monteiro com a Palestina, no Jardim Panamá, em Campo Grande, após colidir com um Gol G4.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Apesar dos estragos materiais, o motorista da L-200, Renato Monteiro Rezende, 27 anos, e o condutor do Gol, Fábio Alberto Muniz, 30 anos, tiveram apenas escoriações e foram levados para a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento), da Vila Almeida. Não há sinalização de “pare” em vários cruzamentos do bairro, o que acabou causando o acidente, segundo os próprios motoristas.

Conforme agentes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), pelo estado dos veículos, os motoristas não estavam em baixa velocidade. Com a colisão, os carros foram lançados para a calçada, em um terreno baldio.

Populares disseram que os amigos de Renato confirmaram, antes da chegada da polícia, que o jovem voltava de um festa e estava levando o carro para o pai, o empresário Álvaro Rezende, 57 anos. Porém, em seguida, os dois negaram e disseram que o jovem teria dormido na residência de um amigo e voltava para casa na hora do acidente. Já Fábio disse que seguia para o trabalho quando houve a colisão. Os motoristas estavam conscientes.

Moradores da região reforçaram críticas sobre a falta de sinalização na região e diziam que é “impossível saber quem tem a preferência”. “Não tem sinalização e nem iluminação. Pode olhar para outras quadras, não tem sinalização. E a noite é uma escuridão”, reclamou indignado o motorista Angelo Passone, 39 anos, que mora a uma quadra do local da batida.

Alerta- Conforme a Agetran, em locais sem sinalização de “pare”, os dois motoristas devem parar no cruzamento e se certificar se é possível passar com segurança. Se dois veículos estiverem no cruzamento, o que trafega pela direita tem preferência de cruzar primeiro. Mas os agentes ressaltam que os dois condutores tem obrigação de parar nas esquinas sem sinalização.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions