A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

10/04/2012 14:25

Camionetes colidem, Pajero bate em veículo estacionado e capota

Nadyenka Castro

Acidente aconteceu no cruzamento das ruas Da Paz e Sergipe. Jovem teve escoriações leves

Pajero capotou duas vezes, de acordo com testemunhas, após bater em dois veículos. (Foto: João Garrigó)Pajero capotou duas vezes, de acordo com testemunhas, após bater em dois veículos. (Foto: João Garrigó)

Acidente no início da tarde desta terça-feira, em Campo Grande, envolveu quatro veículos, dois deles estacionados, e deixou um jovem com escoriações leves. A colisão aconteceu na rua Da Paz com a rua Sergipe, Jardim dos Estados, cruzamento considerado perigoso por quem testemunha constantemente acidentes e situações de risco no local.

O jovem que ficou ferido na colisão desta terça-feira conduzia uma Mitsubishi Pajero pela rua Da Paz em direção à rua Ceará. No cruzamento com a Sergipe colidiu com o Honda CRV, que estava no mesmo sentido, parado para fazer conversão à esquerda.

“Ela freou, não vi a seta e fui ultrapassar pela esquerda”, conta Gustavo Carvalho, 19 anos, motorista da Pajero. Após bater no Honda CRV, a Pajero bateu em um Celta estacionado, capotou duas vezes e parou a aproximadamente 40 metros do ponto de colisão.

A condutora do CRV, uma empresária de 47 anos, que preferiu não se identificar, fala que estava indo levar a filha de 11 anos para a escola e ao fazer a conversão houve o acidente. “Foi de repente. Estava parada para virar na Sergipe”, diz. Ela e a filha saíram ilesa e o carro teve poucos danos.

O vendedor Luiz Cezar Facincain, 29 anos, viu a colisão. “Ela estava parada com a seta ligada, no final da faixa. Quando virou ele bateu”, disse referindo-se à condutora do CRV e ao motorista da Pajero, que, conforme o trabalhador, estava “correndo bastante”.

O Pajero ficou bastante danificado. Gustavo foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Pajero ficou destruída após capotagem. (Foto: Pedro Peralta)Pajero ficou destruída após capotagem. (Foto: Pedro Peralta)

Prejuízo - Os carros que foram atingidos pela Pajero pertencem a funcionários de uma loja de materiais de construção. Eles testemunham acidentes e situações de risco constantemente no local. No ano passado, veículos de trabalhadores da loja que estavam parados também foram atingidos.

No acidente de hoje, o carro atingido pela Pajero é do vendedor Jucelino Índio, 35 anos. A camionete bateu no Celta dele, que acabou colidindo no Renault Clio de uma vendedora da loja. Os dois veículos ficaram danificados.

Jucelino estava trabalhando e escutou o barulho, mas, não imaginou que o carro dele estivesse envolvido. Ao sair para ver o que havia ocorrido, viu que era uma das ‘vítimas’.

O auxiliar administrativo André Mattos, 34 anos, lembra que no ano passado, na rua Da Paz com a Ceará veículos de funcionários da loja também foram danificados em situação semelhante. “Aqui é constante isso. No ano passado teve outro. A gente já está querendo vir trabalhar de ônibus, porque, de carro, é só prejuízo”.

Motociclista tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em bairro
O motociclista Osmar Constantino da Silva, 35 anos, foi socorrido após ter o pescoço cortado por linha de pipa com cerol, no final da tarde de ontem ...
Motociclista fica ferido em colisão com carro na avenida das Bandeiras
Um motociclista ficou gravemente ferido em um acidente de trânsito na noite desta terça-feira (17) na Vila Carvalho - região sul de Campo Grande. No ...



É o que eu sempre digo, dirigindo a 40km/h não acontece esses tipos de acidentes, com certeza para causar todo esse estrago, a velocidade era muito alta.
 
Adalton Nunes em 11/04/2012 08:30:25
Infelizmente o" motorista", aqui da nossa cidade, é muito ruim de volante.
Para fazer uma conversão a direita, para o carro, pois não consegue virar com o carro em movimento. E quando a conversão é para a esquerda então a coisa é feia.
O DETRAN tem que ser mais rigoroso no exame e questionar sobre condutas e educação no transito, sem falar na qualidade da engenharia de transito. Cada absurdo...
 
Breno Mourão em 11/04/2012 08:09:33
os jovens de hoje tem tanta pressa, que a maioria dos acidentes acontece com eles e por causa deles. eles deveriam pensar mais no dia de amanha, que as vezes e tarde de mais. porque muitos morrem ou ficam paraplegicos
 
silvana baroni em 11/04/2012 07:36:47
Garoto de 19 anos e já precisando de reciclagem, mal tirou a CNH. É triste ver uma coisa dessa, pois os pais acabam arcando com as despesas. Graças a Deus não houve vitimas.
 
Elissandra Figueiredo em 11/04/2012 07:17:26
O condutor da Pajero, além de irresponsável pelo uso abusivo da velocidade, cometeu o erro de ultrapassar em um entroncamento. Será que ele não conhece as leis de trânsito??? Deve ter a habilitação apreendida e fazer resciclagem.
 
Milton Lenz em 11/04/2012 05:37:51
Caminhonete para mim é veículo utilitário.

Acho uma ignorância o sujeito que não tem sítio, chácara ou fazenda; ou que não trabalha com comércio ou construção precisando usar a caçamba, comprar uma caminhonete para substituir um carro de passeio.

Ter caminhonete para ficar andando só na zona urbana e em rodovia asfaltada é inaceitável...
 
Eduardo Vieira em 11/04/2012 04:19:38
O desrespeito é tão grande que quando um pedestre quer atravessar a rua em cima da faixa, ao invez de reduzir a velocidade os condutores aceleram e se possível atropelam o pedestre. Ninguém respeita ninguém no trânsito de Campo Grande. Lamentável a falta de educação dos condutores e o excesso de barbeiragens.
 
Arnaldo Novaes em 11/04/2012 03:01:47
O trânsito de Campo GRande está ficando crítico. Não somente pelas condições de tráfego, mas principalmente pelos motoristas. Os principais problemas do Trânsito de Campo Grande são a falta de educação e a falta de habilidade (barbeiragem) dos motoristas. Não é possível sequer mudar de faixa, os outros condutores ao ver a seta ligada, ao invéz de reduzir, aceleram.
 
Arnaldo Novaes em 11/04/2012 02:59:18
Bom eu digo só uma coisa, barbeiragem!
Acoorda Campo Grande!!!!!!!!!!!
 
Oswaldo Benites em 10/04/2012 11:50:42
Contra às imagens, somadas ao depoimento da testemunha, Sr. Luiz Cezar, o que disse o motorista do Pajero caiu por terra. A motorista do CRV "estava parada com a seta ligada", portanto, ele ainda cometeu as infrações de trafegar pela contramão, quanto o correto nesse caso, seria passar pela direita e ainda estava acima da velocidade permitida para a via.
 
Luiz Vitoriano em 10/04/2012 10:34:09
Qual a velocidade para provocar todo esse estrago? Só falta dizer que estava dentro da velocidade da via.
 
Emersom Floriano em 10/04/2012 08:06:06
é campo grande ta complicado dirigir enquanto não aumentar o efetivo de policiais de transito nas ruas continuaremos ver cenas triste no transito.
 
randolfo gomes em 10/04/2012 08:04:34
Acidente de trânsito com capotamento virou rotina em Campo Grande!
 
Laércio Neto em 10/04/2012 06:01:00
Cada coisa impossível de se acreditar nesse trânsito de Campo Grande...
 
Pedro Chaves em 10/04/2012 05:48:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions