A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

07/08/2012 14:48

Carro capota depois de colisão em cruzamento na Vila Sobrinho

Nicholas Vasconcelos e Elverson Cardozo

Carros colidiram em cruzamento na Vila Sobrinho. (Foto: Simão Nogueira)Carros colidiram em cruzamento na Vila Sobrinho. (Foto: Simão Nogueira)
Cruzamento da rua Benjamin Constan  com a rua Dolores é sinalizado (Foto: Simão Nogueira)Cruzamento da rua Benjamin Constan com a rua Dolores é sinalizado (Foto: Simão Nogueira)

Colisão entre dois veículos Fiat Stilo no cruzamento da rua Benjamin Constant com a Dolores na Vila Sobrinho provocou a capotagem de um dos carros, por volta do meio-dia desta terça-feira (7) em Campo Grande. Três pessoas estavam nos veículos e ninguém ficou ferido.

De acordo com o acadêmico de direito, Diego Rodrigues, 25 anos, ele se preparava para virar para a esquerda quando foi atingido pelo outro carro, conduzido pelo servidor público Antônio Neto, de 36 anos, que tentava ultrapassar. Diego afirma que o outro motorista seguia em alta velocidade e que a roda traseira do carro atingiu a lateral do veiculo dele, provocando o acidente.

Com o impacto, o carro de Antônio capotou duas vezes, em seguida bateu no meio-fio e parou a cerca de 10 metros do local da colisão. Ele não feriu, mas reclamava de dores no tornozelo. Diego estava acompanhado da mãe, Alaíde Rodrigues, 52 anos, advogada, que não se feriu.

Na versão de Antônio, o universitário deu seta para o lado direito, contrário ao que virou. Como Antônio seguiria pela Benjamin Constant, ele tentou ultrapassou. “Tentei tirar o carro, mas deu certo”, afirmou.

O militar José Alberto Alvarenga, 55 anos, afirma que estava no local no momento do acidente e confirma a versão do funcionário público. Ele diz ainda que o impacto foi muito forte.

O acidente foi por volta do meio-dia e até às 14h30 tanto o Corpo de Bombeiros quanto a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) não haviam comparecido ao local. De acordo com os motoristas, a informação repassada é de que como o acidente não foi grave, não teria prioridade no atendimento.




antes de sinalizarem esses cruzamentos, todos acreditavam que a preferencial seria a via com canteiro central, num cruzamento não sinalizado, preferencial é do veículo que transita à direita, muitos desses condutores faltaram essa aula, deve-se fazer uma reciclagem com eles.
 
waldomiro ajala em 08/08/2012 06:16:39
veículos e motos voam baixo por ali ( sentido julio de castilho pça do papa e vice versa ), parece mais uma pista de corrida maluca onde todos querem chegar primeiro, é aí que acontecem os acidentes, a falta de conhecimento ( das regras e leis de trânsito) e a burrice de alguns condutores reinam por ali. O trãnsito nunca vai se tornar humano enqto existirem esses tipinhos de condutores.
 
waldomiro ajala em 08/08/2012 06:00:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions