A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

06/07/2014 12:35

Carros colidem e motoristas trocam acusações no meio da rua

Caroline Maldonado
Os condutores acusaram um ao outro de ter furado o sinal (Foto: Alessandro Martins)Os condutores acusaram um ao outro de ter furado o sinal (Foto: Alessandro Martins)

Dois carros colidiram no cruzamento da avenida Fernando Correa com a rua 13 de Maio, por volta das 10h40 deste domingo. Os condutores do Gol e do Kia Magentis envolvidos no acidente culparam um ao outro por ter avançado no sinal vermelho. Duas mulheres foram levadas ao pronto socorro com dores, mas ninguém ficou gravemente ferido.

Veja Mais
Motociclista bate em muro de loja ao tentar ultrapassar veículo no Centro
Para polícia, motorista ainda 'não se tocou' sobre multas mais caras

O gol, que descia pela 13 de maio, era conduzido pelo vendedor Bruno Rojes, 29 anos, acompanhado da esposa e do filho de três anos. Ele contou que dirigia no sentido centro/bairro, quando foi atingido pelo veiculo Magentos, conduzido por um empresário de Corumbá, de 33 anos, que preferiu não se identificar.

O condutor do gol disse que a criança estava na cadeirinha adequada para a idade e todos estavam de cinto, por isso não se machucaram. Segundo Bruno, se ele não tivesse batido no carro, ao desviar ele poderia ter capotado.

No Magentis estava o empresário, a esposa e avó dela. Eles estavam voltando para Corumbá depois de uma visita à familiares em Campo Grande. “Como que eu ia furar o sinal, tendo a minha esposa e avó dela no carro?”, questionou o condutor, se defendendo.

As mulheres foram encaminhadas para o ProntoMed, com dores por conta do chamado efeito chicote. A Polícia de trânsito esteve no local para registrar a ocorrência. Apenas um dos carros, o do homem de Corumbá, possuía seguro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions