A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

04/04/2014 16:28

Carros destruídos em acidentes são armas para conscientizar motoristas

Aliny Mary Dias e Filipe Prado
Nove carros envolvidos em acidentes estão espalhados pela cidade (Foto: Marcelo Victor)Nove carros envolvidos em acidentes estão espalhados pela cidade (Foto: Marcelo Victor)

Nove carros parcialmente destruídos, envolvidos em acidentes de trânsito, estarão espalhados em pontos estratégicos de cruzamentos de Campo Grande como parte da campanha “Se Liga na Vida”, que será lançada amanhã (5) com uma passeata pelo centro da Capital. Os detalhes da campanha foram divulgados pelo BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito) nesta sexta-feira.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas aderem a protesto e se unem contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Um dos objetivos da campanha é seguir a redução de 13,4% nas mortes no trânsito conquistada no ano passado em relação a 2012. No entanto, nos três primeiros meses desse ano, o número de 26 mortes continua o mesmo do registrado no primeiro trimestre do ano passado.

Diante da estagnação dos números, os órgão ligados ao trânsito como a Agetran (Agência Municipal de Trânsito) e o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) esperam conseguir a redução mínima de 6% nas mortes ocorridas no trânsito em 2014 em relação ao ano passado.

O comandante do BPTran, Jonildo Teodoro, explica que o objetivo dos carros espalhados pelas ruas é sensibilizar os motoristas. “É preciso obedecer as regras de trânsito e os motoristas precisam ter mais cuidado, como os índices de morte dos três primeiros meses não reduziram, precisamos tentar pelo menos chegar aos 6%”, afirma.

Comandante afirma que objetivo de 2014 é reduzir pelo menos 6% de mortes no trânsito (Foto: Marcelo Victor)Comandante afirma que objetivo de 2014 é reduzir pelo menos 6% de mortes no trânsito (Foto: Marcelo Victor)

Para a diretora de Habilitação e Educação de Trânsito do Detran, Elizabeth Félix, a campanha irá contribuir para a diminuição da violência nas ruas da cidade.

“Os carros são para a reflexão, prevenção e cuidado porque o próximo pode ser o seu. Os dados mostram que sempre antes de um acidente o motorista comete uma infração”, diz.

Blitz – Outra maneira de reduzir a violência nas ruas, mas dessa vez com foco nos motociclistas, 70% das mortes no trânsito, são as blitze. São em média três ações por semana em várias regiões e horários.

Na maior parte das fiscalizações, os motociclistas são flagrados pilotando sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou com documentos irregulares da moto. De cada 30 veículos apreendidos, 20 são motocicletas.

A alta velocidade dos condutores e o álcool e a direção também são alvos das fiscalizações do BPTran. “Os pontos estratégicos são avenidas de grande fluxo de carros como a Avenida Afono Pensa, Ernesto Geisel, Duque de Caxias e Via Park.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions