A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

29/08/2012 14:57

Central Semafórica vai facilitar travessia de pedestres, diz Agetran

Gabriel Neris e Paula Vitorino
Prefeito assinou hoje ordem de início de serviço para modernização semafórica (Fotos: Rodrigo Pazinato)Prefeito assinou hoje ordem de início de serviço para modernização semafórica (Fotos: Rodrigo Pazinato)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), assinou na manhã desta quarta-feira (29) ordem de início de serviço para a modernização semafórica, com implantação de Centro de Controle Operacional.

Veja Mais
Cinco pontes da Ernesto Geisel terão passarelas para acessibilidade de pedestres
Agetran informa que cruzamento é sinalizado e imprudência provocou acidente

De acordo com o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade Júnior, um dos objetivos é facilitar a travessia do pedestre nos principais cruzamentos de Campo Grande.

A tecnologia já funciona no cruzamento das avenidas Afonso Pena com Ernesto Geisel. A expectativa é que a Central Semafórica funcione daqui a seis meses.

De acordo com Rudel, assim que o pedestre acionar o botão terá que esperar o ciclo fechar para os dois lados do cruzamento e assim poderá atravessar a rua. O diretor-presidente da Agetran argumenta que o semáforo não fechará no momento que o pedestre apertar o botão.

“Não é que vai apertar o botão e o semáforo vai fechar na hora. O semáforo tem um ciclo, quando alguém apertar o botão ele fechará dentro do ciclo”, explica.

No cruzamento da avenida Afonso Pena com a Ernesto Geisel, o semáforo fecha os dois cruzamentos e funciona por 10 segundos para que o pedestre faça a travessia.

Cintia Gisele Souza, de 19 anos, recepcionista de uma loja localizada na esquina do cruzamento, diz que nem tinha percebido a diferença. “Acho que não vai funcionar apertar o botão, não vai fazer diferença. Ele só fecha na hora que tem que fechar”, comenta.

No cruzamento das avenidas Afonso Pena com Ernesto Geisel, pedestre tem 10 segundos para atravessar a viaNo cruzamento das avenidas Afonso Pena com Ernesto Geisel, pedestre tem 10 segundos para atravessar a via

“É importante (a Central Semafórica), mas as pessoas precisam respeitar. A maioria não vai querer ficar parado todo esse tempo”, argumenta.

Segundo Rudel, com todo o cruzamento parado para a travessia dos pedestres, acidentes serão evitados como o que envolveu a taxista, Aparecida Dantas dos Santos, 42, no dia 20 de dezembro do ano passado.

Ao fazer a conversão da rua 14 de Julho para a Afonso Pena, a taxista atropelou Alessandra Larrea Barcelos da Silva, 25. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu na Santa Casa.

De acordo com a Agetran, a Central Semafórica funcionará nos cruzamentos da avenida Afonso Pena com as ruas 14 de Julho, 13 de Maio e com a avenida Calógeras. A previsão é que a tecnologia comece no dia 22 de setembro, data estipulada para a reinauguração da praça Ary Coelho.

Outros pontos cruzamentos estão sendo estudados pela Agetran para receber a Central Semafórica.




Obrigada por tentarem melhorar nossa cidade mas, infelizmente, os pedestre e motoristas precisam de respeito e educação um pelo outro... tem muito pedestre que acredita que apenas por estar na faixa tem a razão... Temos que testar o lugar do outro, talvez só assim conseguiremos melhorar nossa cidade.
 
Carina Souza em 29/08/2012 03:28:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions