A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

21/10/2013 06:56

Ciclista de 71 anos morre ao ser atropelado por motorista bêbado

Viviane Oliveira
Neste domingo foram registrados duas mortes no trânsito envolvendo ciclista e carro. (Foto: Cleber Gellio) Neste domingo foram registrados duas mortes no trânsito envolvendo ciclista e carro. (Foto: Cleber Gellio)

Um ciclista de 71 anos morreu após ser atingido por veículo conduzido por um motorista embriagado, na noite de ontem (20), na Rua Doutor Euler de Azevedo, em Campo Grande. Dacilvo Antônio De Souza chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu horas depois na Santa Casa.

Veja Mais
Ciclista de 74 anos morre atingido por carro na saída para Terenos
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular

De acordo com o BPTran (Batalão de Polícia de Trânsito), Antônio seguia em uma bicicleta no sentido Centro/bairro, quando foi atingido por um veículo Monza conduzido por Edson Brito, 59 anos, que estava embriagado. Os dois seguiam no mesmo sentido da via.

Edson tentou fugir, mas foi detido pela Polícia. Ele foi encaminhado para a Delegacia onde vai responder por embriaguez no trânsito, evasão do local e homicídio culposo, quando não há intenção de matar. 

O delegado Rodrigo Vasconcelos arbitrou fiança no valor de R$ 8.136 mil, o que equivale a 12 salários mínimos. Enquanto não pagar, o motorista permanece preso em uma das celas da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Este é o segundo acidente com morte envolvendo carro e ciclista. Por volta das 16h de ontem o ciclista Nicomendes da Silva, 74 anos, seguia pela Avenida Sólon Padilha, próximo a saída de Terenos, quando foi atingido por um veículo Renault branco. Nicomendes morreu no local do acidente.

Conforme a polícia de trânsito, nas últimas 24 horas foram registrados 20 acidentes com vítimas e outros 12 sem vítimas em Campo Grande.




Existe tantas leis para punir pessoas como este senhor que atropelou e matou meu pai, mais ao mesmo tempo existe outra que vai dar liberdade para ele continuar fazendo mais vitimas como fez com o meu pai, entao vai ficar por isso mesmo e os familiares e amigos sem o ente querido.
 
Maria Rosenira de Souza Rohwedder em 23/10/2013 10:56:31
É minha querida Jéssica, quando se trata de bêbados ao volante a bicicleta pode andar com luzes de árvore de natal que o infeliz ainda passa em cima, outro detalhe, os dois veículos estavam no mesmo sentido.
 
Sandro Lima em 22/10/2013 07:56:10
Hoje foi a primeira audiência do crime de trânsito na Ciclovia do Bairro Zé Pereira, no dia 05/05/2012, quando o assassino Manoel do Carmo Castro, 49 anos, bêbado, sem habilitação, veículo irregular, atropelou e assassinou o meu irmão Luiz Carlos, 49, e Luiz Vinícius, de apenas 12 anos, pai e filho assassinados brutalmente por um idiota que encheu a cara num boteco, destruiu uma família e que até o momento não sofreu nenhuma punição. Pois não foi preso, nem fiança pagou. Enfim, uma vergonha e um grande incentivo aos cachaceiros. Mas tenho a esperança que ele irá à juri popular e que os campo grandenses farão a devida justiça. No mais é visível a necessidade de realizar campanhas efetivas para melhorar a segurança no trânsito, com mais educação e responsabilidade. Vereadores fica a dica.
 
Midian S. Silva em 21/10/2013 22:56:20
Marcos da Silva, respondendo às sua pergunta: Sim, tem luz, pisca-pisca e lanterna noturna, até pq como disse - ferramentas de segurança: leia-se, tudo o que seja necessário para a segurança, inclusive capacete. E sobretudo andar na minha mão, e não na contramão: motivo pelo qual também já fui xingada por outros ciclista que mandaram eu cuidar da minha vida, qdo alertei para que os mesmos não andassem na contramão.... Enfim.
 
JESSICA MACHADO em 21/10/2013 15:49:23
homicídio culposo, quando não há intenção de matar????? Como assim?
Uma pessoa que está bêbada ao volante está assumindo o risco de que ocorra um acidente. Isso deveria mudar, até pq não é autorizado assumir a direção se a pessoa está alcolizada. Logo, não deveria ser homicídio culposo e sim doloso.
É realmente revoltante, pois daqui a pouco esse infeliz estará solto por aí...
Esse Brasil está de mais mesmo, é como o caso do Policial que atirou no bandido pra evitar o assalto e o governador queria puní-lo (http://www.e-farsas.com/governador-pune-pm-evitou-assalto-hornet-sp.html)..Pelo amor de Deus!! Pune quem deveria ter mérito e deixa livre quem deveria ser punido..
 
VERONICA ESTEVES em 21/10/2013 13:06:26
Acho que quando eu envelhecer vou andar de bicicleta por aí para um motorista bêbado me matar atropelado, talvez seja a melhor opção para um idoso brasileiro, parabéns pátria amada.
 
André Lima em 21/10/2013 12:22:52
Vamos partir pra medidas praticas... Acessem e ASSINEM

http://naofoiacidente.org/blog/assine-a-peticao/
 
Edson Antonio em 21/10/2013 12:20:19
Em primeiro lugar quem enche a cara de cachaça não devia nem sair de casa, muito menos
dirigir um automóvel. Precisamos de mais segurança na euller de azevedo pois o numeros de acidente é muito alto. Muitas crianças atravessam a avenida para ir pra escola... e muitos idosos atravessam para ir ao supermercado que fica na avenida. Os condutores de veículos deveriam respeitar a vida do próximo.
 
Valquiria lima em 21/10/2013 11:59:37
Nada a ver com este acidente, mas uma pergunta para Jessica...
Também uso bicicleta aqui na cidade, e mais importante que capacete (eu me recuso usar) é: tem LUZ no bike?
Pois (também dirige carro) a maioria dos ciclistas não percebe que de noite são bem invisíveis para motoristas, no meio de todos os outros veiculos usando luz. Outra: ja parei e conversei com dezenas de outros ciclistas, tentando convence-los de não andar na contramão. Principalmente em rotatórios (motorista só olha para esquerda, quando entra, pois é dali que vem os veiculos) e em cruzamentos de vias com faixa central. Mas não adianta. Depois de tentar explicar o porque andar sem luz e na contramão é perigosíssimo eles continuam (alguns ainda me xingando por ser intrometido) do mesmo jeito, insistindo no habito perigoso.
 
Marcos da Silva em 21/10/2013 11:58:41
Mas matar no transito, estando embriagado, não é homicídio doloso? dolo eventual!
 
lucidio souza em 21/10/2013 11:26:04
E digo mais: Há uma desconhecimento de regras que devem ser respeitadas! Como, por exemplo, o condutor de veículo automotor DEVE manter uma distância de 1,5 m do ciclista, nas vias públicas, independente de haver ou não ciclovias (art.201 do Código de Trânsito).
Caso não haja uma segunda faixa, o motorista deve aguardar para fazer uma ultrapassagem segura, que não coloque em risco o ciclista, como deveria fazer se fosse outro veículo. É LEI!!
As pessoas devem ser menos animalescas na condução de seus veículos, que por vezes se tornam armas bélicas. HUMANIZAR É NECESSÁRIO HUMANIZAR!
 
JESSICA MACHADO em 21/10/2013 10:15:50
Tudo isso é um ABSURDO!! Não há a mínima segurança, PRINCIPALMENTE nas ciclovias!
E falo isso por conhecimento empírico: há 3 meses decide assumir a bicicleta como meio de transporte, a equipei com todas as ferramentas de segurança, comprei capacete e viabilizei um trajeto com (suposta) segurança pelas ciclovias, pois bem, da minha residência ao trabalho são cerca de 11 km, e segui no intento pela ciclovia da Afonso Pena: LEDO ENGANO!! OS CONDUTORES DE VEÍCULO (CARRO, MOTO.. INCLUSIVE ) INVADEM OS TRECHOS EM VERMELHO NOS CRUZAMENTOS! OS CONDUTORES DE CAMINHONETE SOBRETUDO, ACHO QUE ELES TÊM DIFICULDADE NO CAMPO DE VISÃO, ENFIM... A Agetran deveria colocar seus agentes nos cruzamentos principais nos horários de pico!
 
JESSICA MACHADO em 21/10/2013 09:58:15
É engraçado matar as pessoas você paga fiança e é liberado, agora fica sem pagar pensão pra ver, se você não vai preso...Que justiça é essa Brasil ?!!
Bêbado, querendo fugir do local, e ainda falar que não tem a intenção de matar...é pra acabar!
 
Valentina souza em 21/10/2013 09:11:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions