A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

13/04/2015 11:40

Ciclista passa por cirurgia após acidente grave no Centro da Capital

Filipe Prado e Raiza Calixto
Ronaldo foi internado em estado grave e passa por cirurgia (Foto: Marcelo Calazans)Ronaldo foi internado em estado grave e passa por cirurgia (Foto: Marcelo Calazans)

O ciclista atropelado na manhã de hoje (13), no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua Espírito Santo, passa por cirurgia e seu estado é grave. Ronaldo Machiori, 43 anos, estava trafegando pela ciclovia, não parou na preferencial e foi atingido pelo carro, de acordo com o relato de testemunha ao Corpo de Bombeiros.

Veja Mais
Ciclista fica gravemente ferido após ser atingido por carro no Centro
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, Ronaldo estava inconsciente no momento do atendimento e sofreu escoriações pelo corpo, além da suspeita de traumatismo craniano.

Ele foi socorrido por uma viatura avançada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado para o Pronto Socorro da Santa Casa, onde foi internado em estado grave, realizou uma tomografia e passa por uma cirurgia.

O veículo, conforme os bombeiros, era da Prefeitura Municipal de Campo Grande, porém estava descaracterizado. O Campo Grande News entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura, mas eles não puderam afirmar se o carro pertencia ao município.

Acidente - De acordo com testemunhas, o Fiat Uno conduzido por um homem de 51 anos seguia pela avenida quando, ao fazer conversão para entrar na Espírito Santo, colidiu com o ciclista. Com o impacto, a vítima caiu e bateu com a cabeça no chão.




Mandei um comentário hoje dizendo que a bicicleta que estava na preferencial e a reportagem estava flagrantemente errada... Não saiu até agora...
Tenho absoluta convicção que o texto redigido não viola nenhuma das regras de moderação de comentários. Assim sendo, além de os jornalistas não verificarem o que escrevem (como é o caso de saber qual é a preferencial em cruzamentos), concluo que não toleram nenhuma crítica.
Difícil confiar num veículo de comunicação com esta postura.
 
Paulo Afonso em 13/04/2015 23:00:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions