A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

24/07/2014 08:55

Colisão de ônibus com Celta matou homem de 27 anos na BR-163

Renan Nucci e Francisco Júnior
Trânsito está congestionado no trecho da BR-163, saída para Cuiabá. (Foto: Marcos Ermínio)Trânsito está congestionado no trecho da BR-163, saída para Cuiabá. (Foto: Marcos Ermínio)
Uma pessoa morreu no acidente. (Foto: Marcos Ermínio)Uma pessoa morreu no acidente. (Foto: Marcos Ermínio)

Foi identificado como Raphael Dalto Le, 27 anos, o homem morto em acidente ocorrido por volta das 7h30 desta quinta-feira (24), na BR-163, saída de Campo Grande para Cuiabá (MT). Um ônibus envolvido está atravessado na pista e causa congestionamento no local.

Veja Mais
Ônibus desvia de carreta, invade pista, bate em Celta e mata homem na 163
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

Segundo o Corpo de Bombeiros, o ônibus de viagem que pertence à empresa Andorinha, saía da Capital com destino ao Mato Grosso, quando o motorista tentou evitar a batida na traseira de uma carreta.

Durante a manobra, a roda travou e o veículo invadiu a pista contrária, colidindo com o GM Celta ocupado por Raphael. O rapaz morreu preso entre as ferragens.

Um dos passageiros do ônibus, Fernando Lourenço, 20 anos, afirmou que o motorista dirigia em velocidade normal, quando todos sentiram o impacto. Inicialmente pensaram que um motociclista pudesse ter sido atropelado, mas ao verificarem, viram o Celta destruído.

Passageira reclamou das condições do ônibus. (Foto: Marcos Ermínio)Passageira reclamou das condições do ônibus. (Foto: Marcos Ermínio)

Outra passageira, Marlene Camargo, 55 anos, relatou que o ônibus em que viajavam é velho e não tem condições de percorrer longas distâncias, como a que fazia partindo de São Paulo ao Mato Grosso (cerca de 1.300 km).

A mulher disse que durante parada em Nova Alvorada do Sul, comunicou a situação a um fiscal, mas foi informada que deveria registrar a reclamação via telefone. Ela conta que no momento da batida, foi arremessada para outra poltrona, já que o cinto de segurança não funcionava em seu assento.

Outro veículo da Andorinha foi deslocado para dar continuidade ao trajeto. Segundo os bombeiros, chovia bastante no momento do acidente, mas a principal hipótese é de que a causa tenha sido falha mecânica, no caso, a rodava travada.




Muita tristeza, que Deus conforte os familiares, um grande profissional, sempre disposto,cheio de sonhos, uma pessoa amiga, zeloso em tudo que a fazer, aqui na empresa você era exemplo em tudo, Vai em paz.........
 
ORIVELTO MARCOS DUTKA em 24/07/2014 12:53:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions