A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

28/05/2012 10:25

Colisão entre motos deixa 2 feridos em ponto onde sinalização é problema

Elverson Cardozo

Local onde acidente aconteceu é alvo de reclamações de motoristas por conta da sinalização

Local do acidente. (Foto: Minamar Júnior)Local do acidente. (Foto: Minamar Júnior)

Colisão entre duas motocicletas deixou duas pessoas feridas na manhã desta segunda-feira (28), na região do bairro Vivenda do Bosque, em Campo Grande.

O acidente aconteceu por volta das 8h20, no entroncamento da rua Luiz Alexandre com a Via Parque, próximo ao Shopping Campo Grande. A sinalização do trecho é alvo de queixas entre os motoristas.

As vítimas, Cláudio Soares Coelho, de 36 anos, e Aparecido Gonçalves da Silva, de 42 anos, estavam na mesma motocicleta.

Segundo a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), eles se chocaram na traseira de outra moto que seguia na mesma via. Como impacto, o veículo foi arrastado por aproximadamente 20 metros.

Já a motocicleta atingida foi parar a uma distância de quase 30 metros, depois de subir na calçada de piso tátil, localizada na bifurcação. “Quase cai no córrego”, conta o motociclista André Luis dos Santos, de 28 anos, que saiu ileso do acidente.

Cláudio Soares e Aparecido Gonçalves sofreram luxações e escoriações pelo corpo. Eles foram socorridos por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhados à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) dos bairros Universitários e Tiradentes.

Para motociclista, sinalização é confusa. (Foto: Minamar Júnior)Para motociclista, sinalização é confusa. (Foto: Minamar Júnior)

As vítimas são colegas de trabalho de André Luis. Os três seguiam para executar serviços da empresas em bairros diferentes.

Sinalização – O trecho onde o acidente aconteceu é alvo de reclamações entre os motoristas por conta da sinalização. Como a rua Luiz Alexandre foi aberta a pouco tempo, o tráfego ainda fica confuso.

Para André Luiz o semáforo deveria vir antes da curva, para dar tempo dos motoristas notarem a bifurcação. “Aqui acontece acidente direto”, conta.

O motociclista Vanilto Souto Pires, de 47 anos, considera a sinalização confusa e diz que faltam placas. O vidraceiro faz o mesmo trajeto todos os dias e afirma que “toda semana vê batida”.

Lindomar Escobar Brandão, de 27 anos, acredita que o problema é a disposição semafórica. “O semáforo está na diagonal”, opina. Já o motorista Jorge Francisco, de 44 anos, considera a situação normal.




Concordo com a Solange! (solange fernandes em 28 de maio de 2012 - segunda às 18:19)

Concordo que muitos acidentes ocorrem por falha humana. Porém temos que observar que a sinalização é de competência dos órgãos públicos e que em Campo Grande tem muitas falhas, parece faltar estudos realmente técnicos.

Complemento: falta conhecimento das condições peculiares do local.

 
Fabiano Queiroz em 29/05/2012 09:52:28
Em que pese a negligência de alguns motoristas, é fato que a sinalização no local precisa "urgentemente" ser novamente considerada. Estive envolvida em "duas" situações de risco neste local. Na primeira, era eu o agente ativo (quem se confundiu ... errou). Na segunda, era eu o agente passivo (quase passaram por cima de mim).
 
Lucia de Freitas em 29/05/2012 09:47:48
O MAIOR PROBLEMA ESTA MSMO NOS MOTORISTAS, POVO REALMENTE TEM MEDO DE ANDAR DO LADO DO ONIBUS, NAO DAO SETA, MOTOQUEIROS SEMPRE ESTAO CAINDO PQ ELES SEMPRE SÃO OS MAIS APRESSADINHOS, SAI CORTANDO TODO MUNDO, NAO ANDAM DIREITO NA FAIXA, SO ANDA EM PONTO CEGO E É O FIM TBM MOTO BATER COM MOTO AINDA MAIS UM ATRAS DO OUTRO, E PARA PAREM TAO LONGE DEVAGAR É Q NAO ESTAVAM
 
eduardo moreira em 29/05/2012 09:46:29
Ficam com esse falatório todo!!!!! A solução é simples............. transite na velocidade da via!!!!!!!!!!! E acabam-se 80% dos acidentes!!!! Difícil ????
 
Guto Silva em 29/05/2012 05:26:56
REALMENTE... o local indicado tem um grave problema " SÃO OS MOTORISTAS APRESADINHOS" compram os carros e esquecem de pedir para vir com o equipamento "SETA" ..........

A via é bem sinalizada, passo todos os dias, e se os engraçadinhos não fossem tão apressados poderiam ver as faixas de rodagem que levam a curva......quem quer ir à rua Furnas mantenha a direita e não terá problema....

 
ODAIR DIEDRICH em 28/05/2012 12:32:52
O Antonio Ton está correto, moro alí e vejo isto todo dia... O motorista vem pela Via Park, na faixa da esquerda e entram a direita, e sem sinalizar... tem que ser adivinho para saber o que vão fazer....
 
Marco Arthur em 28/05/2012 12:20:16
A sinalização é confusa sim. Tanto os semáforos em diagonal (na Via Park) como as placas indicativas.

A Sinalização tem que ser facilmente reconhecida para quem anda a 50km por hora. Caso contário confunde.
 
Esther Cardoso em 28/05/2012 11:22:51
Concordo c/ a questão do semáforo, mas o problema nº 1 é a falta de atenção dos motoristas! Aqui em Campo Grande os motoristas não usam as setas e acham que os outros condutores devem "adivinhar" o q vão fazer! Passo tds os dias por essa rua, falta bom senso...a pista da direita nesse trecho deve ser utilizada apenas p/ qm vai seguir na Rua Alexandre Luis, o q não acontece, por isso os acidentes!
 
Vanessa Mascarenhas em 28/05/2012 11:07:49
O Problema é que o motorista de Campo Grande ainda está no tempo do "EPA", onde as ruas eram todas retinhas... ta na hora de acordar e começar a dirigir com responsabilidade prestando atenção nas ruas...
 
Moacyr Neto em 28/05/2012 11:04:31
Outro ponto na mesma região onde o jeitinho "brasileiro" impera é na esquina da Furnas com a Afonso Pena. O condutor vem pela via e cruza faixa cruza a faixa continua pra entrar na Afonso Pena, sendo que isto é proibido. Para seguir na Afonso basta seguir até o fim da Via Parque. A sinalização não é confusa, o cidadão que não a respeita.
 
Antonio Ton em 28/05/2012 11:03:42
Não tem nada de confuso na sinalização! Reparem nas faixas que seguem na Via Park... o problema esta em quem quer sair da Via Parque, pois os mesmos não conservam a direita e tão pouco usam a setas dos seus veículos.
 
Antonio Ton em 28/05/2012 10:57:44
Motociclista se vc não quiser ser atropelado não siga pela faixs da direita até sair na Afonso Pena pois os carros que vem pela esquerda e meio podem passar em cima de vc. o povo não respeita ou melhor não ta nem ai se vem alguem seguinda direto para Afonso Pena ali tinha que ter um semaforo mesmo ou uma rotatória pense nisso
 
Silvia Mota em 28/05/2012 10:26:00
Sem comentários... esse transito esta cada dia pior, imaginem alguns desses motoristas e motociclistas aqui de Campo Grande dirigindo em um grande centro? Vai ter um acidente a cada minuto. Faça uma das curvas nas ruas da cidade ao lado de um outro veículo, eheheheheh, eles não só comem faixa como invadem a pista ao lado, rotatória para uns não é motivo de sinalizaçao. LOUCURA TOTAL
 
José Mauro dos Santos em 28/05/2012 09:56:11
esse povo tem que para de reclamar e volta pra auto escola...no transito tem que andar ligado como se fosse uma corrida..faça você o teste, perca o medo de dirigir, treine sua capacidade de noção de velocidade e espaço, ate hoje tem pessoas que tem medo de passar do lado de ônibus.
 
Rafael Oliveira em 28/05/2012 09:18:36
É realmente esse ponto ae é meio complicado mesmo..
 
Rafael Xenxem em 28/05/2012 08:46:03
Concordo que muitos acidentes ocorrem por falha humana. Porém temos que observar que a sinalização é de competência dos órgãos públicos e que em Campo Grande tem muitas falhas, parece faltar estudos realmente técnicos.
 
solange fernandes em 28/05/2012 06:19:18
É um bando de barbeiros andando pela cidade e a única coisa que a agetran faz é bagunçar ainda mais. Os pedestres andavam direitinho por aí, depois da campanha do pedestre, eles estão abusados e não se cuidam mais. Os motoqueiros parecem alucinados em alguns momentos, em outros, entram na frente dos carros e ficam travando tudo, vai entender..........
 
edson navarini em 28/05/2012 04:17:00
e fato q o sr eder vera cruz tem razao. porem o que vemos e o poder constituido esperar vidas serem ceifadas e apos episodios tristes instalar radares e passagem de pedestres elevadas, cmo foi o caso q aconteceu em frente a saida da vila militar da base area na av ludio m coelho. quanto custaram as faixas elevadas e quanto custou as vidas ali tiradas. o sr consegue resolver essa conta.
 
marcio silva em 28/05/2012 03:03:14
eder vera cruz . os motoristas teem o habito de manter-se ao centro ou a esquerda qdo se tem a intensao d sair p/ direita como e o caso que se mostra na foto o veiculo atras da caminhonete branca estava ao centro e decidiu seguir pela direita cruzando a frente do veiculo q vem logo atras. porem sr eder funcionario da agetram, poderia ser instalada ali uma placa para shop mantenha-se a direita
 
marcio silva em 28/05/2012 02:49:08
Olá! É fácil colocar a culpa na infraestrutura, quando se sabe pilotar (dirigibilidade e maneabilidade) da moto, para cair a trinta metros ele andando sem atenção ou a velocidade não era adequada, todos correm mas poucos sabem frear, se tivesse uma capivara ali, a culpa era dela com certeza. 95% acidentes culpa do piloto/motorista, 5% da via ou veículo. A marca de canalização tá no CTB, VAMOS LER.
 
Éder Vera Cruz em 28/05/2012 02:00:49
Esse trecho é mal sinalizado como varios outros na cidade. Não é a toa que Campo Grande é campeã em acidentes. Além de sinalização errada em muitos lugares a sinalização simplesmente não existe.
 
Juarez Goncalves em 28/05/2012 01:00:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions