A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

31/10/2012 12:59

Com foco em rodovias com mais acidentes, operação começa nesta 5ª

Aline dos Santos
Saídas de Campo Grande terão atenção especial na operação Finados. (Foto: Minamar Júnior)Saídas de Campo Grande terão atenção especial na operação Finados. (Foto: Minamar Júnior)

Com atenção redobrada para trechos com mais acidentes, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) realiza a partir de amanhã a Operação Finados nos 3.409 quilômetros de via federais que cortam Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Conforme a polícia, vão receber atenção especial os municípios de Campo Grande (saídas da cidade), Coxim (BR-163), Três Lagoas (BR-262) e Nova Alvorada do Sul (BR-163 e BR-267). Os locais tiveram pequeno aumento no número de acidentes na última operação. A PRF realiza levantamentos dos locais mais críticos com relação a acidentes e incidência de ultrapassagens proibidas.

Na ação, que termina no próximo domingo, serão utilizados 40 radares, 40 bafômetros e 40 viaturas. Durante a operação, os veículos com excesso de largura, comprimento ou altura terão restrições de circulação. Amanhã, a restrição vai das 16hàs 22h. Na sexta-feira, será das 6h às 12h. No domingo, das 16h às 24h.

Nesses dias e horários, fica proibido o trânsito de veículos com medidas acima de 18,60m de comprimento, 2,60m de largura e 4,40m de altura. A proibição é para melhorar a trafegabilidade.  O motorista flagrado desrespeitando a restrição será punido com multa de R$ 85,14, quatro pontos na carteira, mais a retenção até o término do período de proibição.

Para quem vai dirigir na estrada, as orientações são checar as condições do veículo (pneus, faróis, motor, limpadores, estepe), evitar viajar à noite e seguir a sinalização que indica limite de velocidades. O telefone 24 horas da Polícia Rodoviária Federal para a comunicação de urgências ou emergências é o 191.




Melhorar as estradas, nada! Só sabem ameaçar os condutores com radares! Duplicar as rodovias e aumentar os limites de velocidade (80 Km/h é ridículo), jamais!
 
Gustavo Ribeiro em 31/10/2012 21:07:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions