A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

04/04/2011 10:55

Com Rua Santa Bárbara mão única, motoristas “pisam” no acelerador

Aline Queiroz e Paula Vitorino

Mudança reflete em outras vias, que já registram acidente

Rua agora tem um único sentido. (Foto: João Garrigó)Rua agora tem um único sentido. (Foto: João Garrigó)

Desde terça-feira (29/03) a Rua Santa Bárbara, via importante para moradores do Bairro Monte Carlo, virou mão única, reivindicação antiga de quem reside no local. A mudança foi aprovada pela comunidade, porém, os motoristas estão reprovados porque têm abusado da velocidade. Outro problema observado na região foi aumento no fluxo de veículos em outras vias, como é o caso da Rua Inajá, que já registrou acidente no cruzamento com a Cervo, sábado à noite.

A reportagem do Campo Grande News esteve esta manhã no local e flagrou motoristas em alta velocidade. Carros e motos passam “voando” em meio a caminhões e ônibus na Rua Santa Bárbara.

O técnico em segurança Ricardo Jabor Rosa, 51 anos, “encabeçou” o movimento para que a Rua Santa Bárbara virasse mão única. A reivindicação de 10 anos foi atendida e, desde o dia 29 de março, os motoristas só podem trafegar sentido centro-bairro.

Ele ressalta que a maioria dos moradores desejava a mudança mas admite que os motoristas têm cometido abusos. Para Ricardo, uma solução seria colocar redutores de velocidade. Ele disse já ter feito o pedido à Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

“Transformar a Santa Bárbara em mão única foi o primeiro passo. Agora falta adequar as ruas, colocar quebra-molas e as pessoas se acostumarem”, diz.

No local há sinalização para indicar o sentido único da via. Fiscais da Agetran também fazem orientação aos motoristas.

Em pouco mais de meia hora, pelo menos cinco motoristas seguiram pela Rua Santa Bárbara na contramão. Apitos dos fiscais advertiram os infratores, que não são multados.

De acordo com o chefe de fiscalização da Agetran, Carlos Guarini, quem insistir em trafegar pela rua no sentido contrário será multado a partir de quinta-feira (07.04).

Ele afirma que a Agetran não recebeu pedido oficial para a instalação de quebra-molas no local, porém, questionado pela reportagem, irá averiguar o caso.

Para o chefe do setor, os principais problemas que serão observados em locais de mudança são reflexo da conduta dos motoristas. “Isso acontece por puro comodismo de pessoas e falta de respeito à sinalização”, completa.

Acidente - Na noite de sábado motoristas de dois carros se envolveram em acidente ocorrido no cruzamento das Ruas Inajá e Cervo.

O fluxo de veículos nestas vias ficou maior desde a mudança na Rua Santa Bárbara.

Na Rua Inajá não há placa de Pare, embora, sinalização quase apagada no asfalto seja indício de que a Rua Cervo é preferencial. Esta via também é a linha de ônibus.

Depois da colisão ocorrida sábado à noite, um dos carros invadiu a casa de Cleusa Lucas Portas, 62 anos.

Cleusa aprova a transformação da Rua Santa Bárbara em via de sentido único, mas enfatiza que houve aumento no número de veículos no cruzamento da casa dela.

Para a assistente de escritório Elycristina da Silva, 27 anos, que mora perto do local do acidente, o problema são os motoristas.

Elycristina explica que eles se aproveitam porque o bairro é calmo para abusar da velocidade.

Depois do acidente de sábado, leitores do Campo Grande News enviaram comentários para reclamar da situação naquela região.

Um deles foi o de Heubert Morinigo. “Sou morador da rua cervo há quase 20 anos. Neste período, já contei dezenas de acidentes, inclusive um que infelizmente foi fatal para um motociclista. A Rua cervo, além de linha de ônibus, tem trânsito intenso, pois articula os bairros Monte Carlo, Margarida, Giocondo Orsi I e II e Autonomista. A Rua Inajá é imediatamente paralela à Rua Santa Bárbara e, como esta é mão única desde terça-feira (29/03), tornou-se opção importante para quem deseja ir em direção à Avenida Amazonas ou Rua Ceará. Portanto, o cruzamento que já era perigoso, ficou mais ainda com a Santa Bábara sendo mão única”, disse.

Rua Santa Bárbara passa a ser mão única nesta terça-feira
A Rua Santa Bárbara, no Jardim Autonomista, passa a ser mão única a partir desta terça-feira. A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) ...
Contramão é a única rota em cruzamento esburacado
Moradores da Rua Rio de Janeiro, no bairro Monte Castelo, reclamam que os buracos se multiplicam a cada chuva. Para piorar a situação, o cruzamento c...



Ontem me utilizei dessa via.
Fantástica. Uma ruazinha estreita sendo usada para o grande fluxo necessário para a região.
Só pode ser coisa de nossos ENGENHEIROS DE TRÂNSITO formados nas mais conceituadas Universidades e com estágio probatório na construção de vias na europa e asia.
Ficou ótimo para testarmos os amortecedores do veículos.
Continuamos com o sempre. Mudamos o sentido da via, passamos uma tintinha para mostrar o sentido, mas o asfalto........... ah o asfalto.
Vai ver em vez de quebras-mola, eles irão deixá-la assim. Com aquela colcha de retalhos asfáltico para detonar o amortecedor, acumulando água quando chover, testas o air-bag caso acidente ocorra, e o que é melhor. Dizer que sempre e sempre o culpado é o motorista. Não esqueçendo que uma via com asfalto projetado (POR ESPECIALISTAS), com o devido desnível e com
 
Orlando Lero em 06/04/2011 10:21:39
Mais esse tipo de coisa só acontece no Brasil por que a educação é deixada em terceiro ou quarto plano pelas autoridades, alguém ja viu educação no trânsito incluída no calendário oficial das escolas?
Existem leis que regem o trânsito, mais a impunidade e falta de rigor faz com que vejamos tal falta de educação todos os dias pela cidade.
 
Oswaldo Benites em 04/04/2011 12:20:20
Sem contar os buracos que tem na rua, esses dias estourou minha roda, e tive que ficar muitos dias com a roda estourada.
 
Eduardo Pescoço em 04/04/2011 11:47:25
A prefeitura faz uma intervenção pra melhorar o trânsito e olhem só como os motoristas agradecem? Tem gente que merece tudo que passa, se uma pessoa dessa atropela alguém e mata, tem mesmo é que apodrecer na prisão, é muita irresponsabilidade! Tem vidas em jogo, seus irresponsáveis!!!
 
Martha Mendonça Amaral em 04/04/2011 11:24:50
Sou moradora da R.Sta Barbara ...a mudança da mão de direção da rua foi um pedido nosso de vários anos,mas a incivilidade dos motoristas ainda não permite q nossas babas,crianças e jovens utilizem a rua como deveria ser....sentar na frente de casa para tomar terere,como é a cultura local.
Nisso os motoristas de onibus tb estão incluidos............alias,uma pergunta:os onibus não tem aquele instrumento que controla a velocidade?

Contamos agora com redutores de velocidade,pois parece q o motorista só vai respeitar as leis qdo doer no bolso!!!!!!!!!!!!!!!
 
Silvia Stumpo em 04/04/2011 11:16:19
Nos campograndense somos dificies de aceitar mudança rapida no transito, realmente concordo que as escolas deveriam ter educaçao no transito como materia escolar, porque so assim as crianças que sao os futuros motoristas, mudariam esta rotina tao perigosa no transito de campo grande, falo isso porque a poucos dias a agetran tambem mudou a rua onde moro na casa forte vila olinda para mao unica, colocando placas e setas no asfalto, e nem assim os taxistas motociclistas caminhoneiros, que sao profissionais do volante respeitam e ainda parecem pista de corrida em uma rua que começa e acaba com uma quadra apenas, tem que haver penas duras e multas pesadas no transito sim, para conter esses infratores.
 
pedro paulo em 04/04/2011 10:02:13
Os moradores da santa barbara pela primeira vez são contemplados com essa revindicação que alias e fruto de um arduo trab da dona silvia stumpo ,so falta agora os quebras molas, porque quem gosta de correr vai procurar outra via e os moradores voltaram a ter mais tranquilidade.
 
ricardo jabor em 04/04/2011 02:03:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions