A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

10/03/2014 16:56

Comerciante enfrenta batalha por estacionamento contra motoristas mal-educados

Bruno Chaves
Comerciante mostra espaço onde motoristas irregulares estacionam veículos (Foto: Cleber Gellio)Comerciante mostra espaço onde motoristas "irregulares" estacionam veículos (Foto: Cleber Gellio)

Proprietário de uma loja de móveis infantis na Rua Bahia, quase esquina com a Avenida Mato Grosso, em Campo Grande, o comerciante Ademir Antônio Schneider, 42 anos, se vê em uma batalha diária contra motoristas mal-educados que insistem em estacionar os carros em frente a vaga de estacionamento do comércio.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

A atitude errada e corriqueira dos motoristas faz com que ele colecione prejuízos. “Todos os dias estacionam aqui, que é faixa amarela e guia rebaixada. Meu público é formado por mulheres grávidas. Com isso, eu perco vendas, já que tem que cliente que vai embora por não conseguir estacionar na vaga da loja”, explica.

Ademir conta que é de praxe condutores deixarem os carros “trancando” a entrada de clientes do comércio. Ele diz que isso acontece todos os dias. “Ligo mais de 10 vezes por mês para o telefone 118 da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e eles nunca vêm”, reclama.

Às 13h45 de hoje, mais um carro estacionou no lugar errado. O comerciante ligou no telefone de denúncia e uma equipe compareceu ao local mais de 2h30 depois, conforme afirma Ademir. “Eles passaram, olharam e foram embora porque o carro já não estava mais”, lamenta.

Carro parado na faixa amarela (Foto: Divulgação)Carro parado na faixa amarela (Foto: Divulgação)

Ele lembra que em outra oportunidade teve que entrar na frente de uma viatura policial para parar o agente da lei. “Só assim consegui que o motorista fosse multado. Espero que ele tenha aprendido a não estacionar em local errado. Qualquer autoescola ensina que em guia rebaixada e de faixa amarela não se pode estacionar”, instrui.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura, que representa a Agetran, para ter uma posição sobre o funcionamento do disque 118. No entanto, até o fechamento desta matéria, não recebeu retorno.




Eu gostaria de saber mais a respeito de guias rebaixadas e pintadas de amarelo.
É necessário ter autorização para isto ou simplesmente o comerciante pode rebaixar e pintar que esta tudo bem?
 
Elisa Delgado em 30/04/2014 08:34:24
Na esquina da rua abraão julio com a 25 de dezembro tinha um comerciante que fazia o mesmo que esse comerciante esta fazendo,hoje a gente passa la e o meio fio não esta mais rebaixado e ele não incomoda mais ninguém que estaciona onde é permitido,não basta rebaixar o meio fio e pintar de amarelo,até onde eu sei o carro não pode atrapalhar a passagem do pedestre na calçada,ou seja o estacionamento de veículos tem que estar dentro do seu terreno e não na calçada ou em parte dela como é esse caso.
 
marcos cesar pedrosa de souza em 10/03/2014 19:14:24
A guia rebaixada com pintura em amarelo e a correta sinalização VERTICAL, implica na proibição de estacionar no local caso contrário não é proibido.

É muito fácil rebaixar a guia e pintar de amarelo!!!
O estabelecimento deve identificar que o local é destinado ao estacionamento de clientes.
 
Luciano Silgueiro em 10/03/2014 17:28:06
Penso que o comerciante está equivocado com relação à vaga de estacionamento para clientes. Se existe apenas a guia rebaixada, pintada de amarelo, mas sem a placa de sinalização, o estacionamento é público. RESOLUÇÃO do Contran Nº 160, DE 22 DE ABRIL DE 2004.
2.2.5 Marcas de Delimitação e Controle de Estacionamento e/ou Parada - Delimitam e propiciam melhor controle das áreas onde é proibido ou regulamentado o estacionamento e a parada de veículos, quando associadas à sinalização vertical de regulamentação.
 
Edir de Souza Viégas em 10/03/2014 17:17:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions