A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

28/03/2013 09:41

De olho na Lei Seca, Polícia começa operação em rodovias estaduais

Paula Maciulevicius e Luciana Brazil
Comandante da PRE, coronel Jonildo, alerta que limite para embriaguez foi reduzido e que o foco da operação será na Lei Seca. (Foto: Marcos Ermínio)Comandante da PRE, coronel Jonildo, alerta que limite para embriaguez foi reduzido e que o foco da operação será na Lei Seca. (Foto: Marcos Ermínio)

Começou nesta quinta-feira a operação “Semana Santa”, realizada pela Polícia Militar Rodoviária nas estradas estaduais de Mato Grosso do Sul. De hoje até à meia-noite de segunda-feira, o efetivo foi reforçado em 120 policiais com o foco na Lei Seca de que “Bebida e Direção não combinam”.

Veja Mais
Operação Semana Santa começa 5ª feira nas rodovias federais
Com 330 homens, Polícia Militar Ambiental começa operação ao meio-dia desta 4ª

Nesta manhã os policiais realizam nas oito bases e também no início da MS-060, saída para Sidrolândia, em Campo Grande, ações educativas com a entrega de materiais orientando motoristas quanto à Lei Seca e velocidade. Pela tarde a fiscalização será intensificada.

O comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária, tenente coronel Jonildo Theodoro Oliveira, pede atenção aos motoristas nos trechos considerados mais perigosos. “A MS-060 que vai para Bonito e Bodoquena, tem a MS-162 que é para quem vai para Ponta Porã, a 164 e a 141 que vai para Naviraí, Ivinhema, Deodápolis e Nova Andradina, são as que concentram maior fluxo”, alerta.

Parte da ação educativa envolveu crianças que divulgaram orientações aos motoristas. (Foto: Marcos Ermínio)Parte da ação educativa envolveu crianças que divulgaram orientações aos motoristas. (Foto: Marcos Ermínio)

No mesmo período do ano passado, a Polícia registrou 15 acidentes com três mortes. Focando na Lei Seca, o comandante falou da orientação que tem sido passada aos condutores, sobre as mudanças na Lei Seca.

“O limite ficou muito pequeno é de 0,04 mg/l. O bafômetro que constatar até 0,34mg/l sujeita o motorista a sanções administrativas que é a multa de R$ 1,9 mil, mais suspensão da carteira, sete pontos e veículo apreendido. Já quem passar disso, é crime de embriaguez ao volante, afiançável, mas pode ter a carteira caçada”, explica.

A atenção também deve ser em relação a chuva, quando os motoristas precisam ter cuidado redobrado nas estradas, além de respeitar a sinalização e o limite de velocidade da rodovia. Condutores precisam checar antes de pegar a estrada, a documentação do veículo. O alerta é principalmente para aqueles motoristas que compraram carros seminovos e podem estar com os documentos em atraso.

Parte da ação educativa envolveu crianças do Cematran (Centro Educativo de Múltiplas Atividades de Trânsito), organização que atende crianças e adolescentes de 7 a 17 anos da região do Jardim Monumento. “Há três anos participo do projeto, o que mais gosto é de alertar os motoristas para que não sofram nenhum acidente”, comentou Tamíris Aparecida dos Santos da Silva, 11 anos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions