A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

18/05/2014 10:59

Depois de acidente, Ranger destruída é abandonada na região da Ceará

Mariana Lopes
Ranger estava estacionada na rua rua Pajuçara, no bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)Ranger estava estacionada na rua rua Pajuçara, no bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)
Poste amanheceu derrubado na avenida Ceará (Foto: Marcos Ermínio)Poste amanheceu derrubado na avenida Ceará (Foto: Marcos Ermínio)

Após se envolver em acidente, uma Ranger, com placas de Jardim, foi abandonada na rua Pajuçara, no bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, toda destruída. O veículo foi encontrado na manhã de hoje (18), estacionado na via, que tem pouco movimento. 

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

No local onde a caminhonete foi encontrada há uma marca no asfalto feita pela roda do veículo, que ficou sem o pneu. A marca começa na avenida Ceará, em frente à universidade Uniderp/Anhanguera, onde há um poste derrubado no canteiro da via e também partes da Ranger que possivelmente caíram na hora com o acidente.

A Polícia de Trânsito da Capital não soube informar sobre o horário da batida e nem se há relação entre o acidente na avenida Ceará e a caminhonete abandonada. Segundo o policial, a equipe que está agora no plantão não tem acesso aos boletins registrados no plantão anterior, que terminou às 7h, de hoje.

Próximo ao poste derrubado, pedaços da caminhonete estavam espalhados pela avenida (Foto: Marcos Ermínio)Próximo ao poste derrubado, pedaços da caminhonete estavam espalhados pela avenida (Foto: Marcos Ermínio)

Na mesma região - A poucas quadras de onde a caminhonete foi encontrada, outro acidente aconteceu na noite de ontem (17). Um jipe bateu em um Siena, no cruzamento das ruas Pestalozzi e Elvira Coelho Machado, também no bairro Chácara Cachoeira.

Segundo o engenheiro sanitarista ambiental Hilário Queiroz, 30 anos, chovia muito na hora do acidente. Ele mora na rua Elvira Coelho Machado há 6 anos e reclama que o cruzamento é cenário corriqueiro de acidentes. "Toda semana tem batida aqui, já teve até morte. Acho que é mal sinalizado, a placa de pare está escondida atrás da árvore", observa o morador.

Na madrugada de hoje, uma árvore de 10 metros caiu em frente à casa do engenheiro. Segundo ele, a árvore estava com a raiz podre e acabou caindo com o vento forte que atingiu a região. Os bombeiros atenderam a ocorrência, e desobstruíram a via.

Roubo - Outra reclamação dos moradores é em relação à violência. Hilário conta que na tarde da última sexta-feira (16), uma dupla de moto rendeu uma mulher que entrava no carro dela, estacionado em frente à casa dele, mas do outro lado da rua.

Os assaltantes abordaram a vítima com uma arma nas mãos e deram ordem para que ela saísse do carro. Em seguida, eles fugiram levando o veículo.

No mesmo dia, um Gol foi furtado também na rua Elvira Coelho Machado, durante a tarde. Quem conta o relato é o estudante de Direito Felipe Rubini, 22 anos. Ela afirma que o veículo era de duas acadêmicas da universidade Uniderp/Anhanguera, que deram conta do furto quando iam embora da aula e não encontraram o carro.




Algum bebum irresponsável estava dirigindo esta picape, tempo de causar um acidente envolvendo inocentes.
 
Marcos Wild em 18/05/2014 14:18:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions