A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

22/06/2011 15:44

Desde o dia 1º de junho 13 pessoas morreram no trânsito de Campo Grande

Ana Paula Carvalho
Hoje, adolescente de 17 anos, foi levada para à santa Casa em estado grave. A mãe dela morreu no local. (Foto: Simão Nogueira)Hoje, adolescente de 17 anos, foi levada para à santa Casa em estado grave. A mãe dela morreu no local. (Foto: Simão Nogueira)

Na terça-feira (21), integrantes do Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito (GGIT) participaram da 5ª reunião de 2011 para discutir temas como o número de acidentes com vítimas fatais em Campo Grande.

Segundo o chefe da fiscalização da Agetran, os condutores não tem preparo e muitos dirigem sem habilitação. Podendo causar graves acidentes.

Do dia 1º de junho até agora, 13 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito na Capital. Dos 13 acidentes, apenas dois não tiveram envolvimento de motociclistas.

Em todo o ano de 2010, foram registradas 12 mortes, uma a menos do que foi registrado neste mês.

Dirigir alcoolizado também é um dos grandes causadores de acidentes. Segundo os dados da Ciptran, de janeiro a maio deste ano, 739 pessoas foram flagradas dirigindo alcoolizadas. Neste mesmo período, 87 condutores foram encaminhados à Delegacia.

Só nos três primeiros meses do ano, foram 2.425 acidentes de trânsito sem vítimas fatais, 4 com mortes e 44 apenas com danos materiais.

No dia 1º de julho acontecerá a segunda blitz educativa, promovida pelo GGit. Ela acontecerá na avenida Afonso Pena com Rio Grande do Sul.

Duas mortes em menos de 24horas- Hoje, por volta das 07h, a motociclista Ivacir Coutinho dos Santos Queiroz, 49 anos, morreu após a moto que ela pilotava ser atingida por uma caminhonete D20, no cruzamento da avenida Marques de Pombal com a rua Candido Barros. A filha dela, Adriane dos Santos Queiroz, de 17 anos, teve politraumatismos e foi levada à Santa Casa em estado grave.

Ontem (21), Ana Karolina Afonso Martinez, 22 anos, morreu após a motocicleta onde era passageira bater em um caminhão no cruzamento das ruas Culuene e Tupaceuto. Ana Karolina ficou enroscada na roda do caminhão e morreu na hora.

O marido da jovem, Rogério Ramirez Mendes, 28 anos, pilotava a moto no momento da colisão. Ele foi encaminhado à emergência da Santa Casa, consciente e orientado.

Para visualizar o arquivo com dados dos acidentes com vítimas fatais, clique com o botão direito e em "salvar link como".

Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



Realmente é um absurdo esses dados. A Ciptran e Agetran tem que bater em cima mesmo.
Aqui ninguém respeita nada, vc quer estacionar e o povo fica buzinando, vc quer mudar de faixa e não consegue porque ao em vez dos condutores ajudarem, atrapalham acelerando e não deixando vc realizar o manobra. E td mais, as pessoas estão realmente má educadas no trânsito.
Isso tem que mudar porque se não, os numeros de vitimas fatais só vão almentar.
 
leopoldo junior em 29/06/2011 10:16:19
Eu moro exatamente na onde aconteceu o acidente da Ana Karolina Afonso Martinez, oq eu ja pedi para fazerem sinalização aq vcs não tem ideia, este acidente foi na esquina de uma escola de municipal de ensino fundamental são todos crianças, e um perigo, agora eles vem aq para por um,a estrelinha sendo q antes da estrela deveriam ter posto uma sinalização, ninguem respeita aq, niguem sabe de quem e a preferencia, meu pai viu o acidente o caminhoneiro estava certo estava devagar, o casal da moto estava errado, mas isso nao vem ao caso foi td por falta de sinalização!!!
 
giuliana matos mossine em 23/06/2011 01:44:04
FISCALIZAR, FISCALIZAR, FISCALIZAR E CONSCIENTIZAR a população que trânsito é CORDIALIDADE, PRUDÊNCIA ... chega de mortes no trânsito da cidade!
 
Andressa Oliveira em 22/06/2011 08:08:56
É um dado completamente chocante. Nós, campo-grandenses, temos que ter mais sensibilidade no trânsito, muito do que acontece a gente pòe culpa na sinalização, mas e a direção defensiva, onde fica? Todos somos motoristas habilitados, não temos que ter nossas famílias arruinadas pelas mortes somente por que não temos paciência, prudência e solidariedade no trânsito. Nossa vida vale bem mais que chegar antecipadamente nos compromissos.
 
Ana Mercedes Maia em 22/06/2011 06:29:52
Cara, falar que a formação dos pilotos de CG é descente é viver fora da realidade.

Primeiro: Não ensinam nem a frear direito. A maioria dos instrutores ensina a usar somente o traseiro, pois assim fica mais fácil para o candidato passar no exame, pois o traseiro ajuda no equilibro da moto. O Dianteiro é o que para a moto, e os instrutores batem o pé que não pode usar porque "trava a roda" e cai. Balela. Sem saber frear corretamente, não vive 1 mês no trânsito sem acidente.
Segundo: Aquela pistinha do Detran e nada é a mesma coisa. 20 horas não são obrigatórias nem aqui nem na China, na dúvida, faz o seguinte: Ligue para qualquer CFC pergutando quanto sai para tirar carteira "rápido", Vão indicar o plano de 5 horas.

Para uma pessoa realmente aprender a andar no trânsito de CG com uma moto exige muito tempo. Até criar os reflexos, por exemplo, "prever" que um motorista vai virar, mesmo sem uso da seta ( coisa mais normal em CG ), desviar dos obstáculos, etc. Eu sofri 2 acidentes em 3 meses com a moto. De lá para cá, já tem alguns anos, graças a Deus não sofri mais nenhum. Isso foi experiência, muita coisa que aprendi no trânsito e deveria ter aprendido no CFC.

Que o poder público tem sua parcela de culpa ( e bota culpa nisso ) tem, mas não adianta querer tirar parte da culpa dos CFCs tb. Na verdade, a culpa é de todos, culpa de alguns motociclistas que são imprudentes, culpa do poder público que só quer ganhar dinheiro em cima do problema, culpa do CFC que não forma direito o piloto, culpa dos motoristas que muitas vezes, por raiva ou não sei - não respeitar o motociclista.

Só que tem uma coisa, vai ter mais acidente com motos mesmo, porque tem mais moto na rua. Como na moto somos a parcela fraca, com mais acidente, consequentemene, mais mortes, infelizmente.
Eu acho que devia ser 10 vezes mais rigoroso para tirar habilitação de moto, dificultar mesmo, não é qualquer um que pode pilotar uma moto. Minha opinião. Vejo muita gente andando de moto sem preparo nenhum.
 
Jean Carlos dos Santos em 22/06/2011 05:33:55
O Presidente do SINDIF/MS- Sindicato dos Instrutores e Funcionários de
Centro de Formação de Condutores no estado de Mato Grosso do Sul,no uso
de suas atribuições legais,vem por meio deste PROTESTAR
VEEMENTEMENTE,pela forma com que algumas autoridades vem se referindo em
relação ao CAOS instalado no trânsito de Mato Grosso do Sul e em
especial na capital Campo Grande,como se a culpa pelos vários acidentes
com morte que acontecem dioturnamente em nosso estado,principalmente
envolvendo motociclistas,fosse dos Centros de Formação de Condutores e
especificamente dos Instrutores de Trânsito.
Algumas observações que devem ser levadas em conta,por todas as pessoas que pensam dessa forma:

1-Campo
Grande é a única cidade do Brasil em que as aulas de motocicleta são
ministradas em uma pista completa,onde se simula o trânsito real com
todos os componentes de uma via de trânsito aberto e também a unica
cidade do estado de Mato Grosso do Sul,onde os candidatos a condutores
fazem toda a carga horária obrigatória pela legislação (20 horas-aula) e
mais aulas excedentes,COM OS INSTRUTORES DE TRÂNSITO MINISTRANDO
EXAUSTIVAMENTE TODA DIDÁTICA DE AULAS PRÁTICAS, com o candidato só sendo
relacionado para o exame prático,após passar em teste simulado na
própria pista de exame do Detran/MS.

2-Em todos
os outros 77 (setenta e sete) municípios do estado (EU DISSE EM
TODOS),não são cumpridas as vinte horas-aula obrigatórias por Lei,as
aulas são ministradas em pistas ridículas,que não cumprem as
especificações do Código de Trânsito Brasileiro,não são feitas aulas de
percurso,nem de Regras de Circulação,apenas cumprindo o trajeto da pista
balizada,em marcha lenta,sem troca de marchas,sem uso do acelerador,sem
uso da embreagem e sem uso dos freios,e terminando o pequeno trajeto o
candidato a "cadáver" está aprovado pelos examinadores do Detran/MS COM
APENAS QUATRO HORAS-AULA ao invés das vinte obrigatórias,somente por que
o Instrutor de Trânsito não tem mais como dar aula ao candidato por que
em apenas uma aula o mesmo já domina o pequeno trajeto e como um robô a
motocicleta faz todo o percurso da pistinha SOZINHA,podendo alguns dias
depois do exame pegar sua Carteira Nacional de Habilitação e pilotar
faceiro a sua "arma" e pasmem: EM QUALQUER CIDADE DO BRASIL!!!

3-Candidatos
a condutores saem de Campo Grande e vão fazer suas habilitações em
cidadezinhas vizinhas a capital,onde encontram pistas como as descritas
aí em cima,MAS ELES VEM CONDUZIR SUAS MOTOCICLETAS NO TRÂNSITO CAÓTICO E
ASSASSINO DE CAMPO GRANDE!!!

4-E A CULPA É DE QUEM MESMO???

A
CULPA É EXCLUSIVAMENTE DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE MATO
GROSSO DO SUL E ESPECIFICAMENTE DE SUA DIRETORA DE EDUCAÇÃO E
HABILITAÇÃO BETH FÉLIX,que não fiscaliza,não faz cumprir a
Legislação,não exige que seja cumprida a carga horária obrigatória,não
implanta pistas decentes nas cidades do interior do estado,não instala e
não se sabe o por que,o sistema de controle das aulas por
Biometria,sendo que o prazo para adequação exigido pela Resolução 358 do
Contran,já se extinguiu e nada foi feito até agora,não coloca em
prática as aulas de trânsito nas escolas,faz campanhas contra acidentes
de trânsito esdrúxulas sem nenhum aproveitamento,e ainda vem com planos
de complicar ainda mais a pista de moto onde se faz os exames prático em
Campo Grande,talvez não se dando conta que o problema não está na pista
de moto e sim na gestão falha e obsoleta que a Diretoria de Educação e
Habilitação do Detran/MS, insiste em aplicar as terríveis e mortais
consequencias pela sua incompetência.


PAULO BENITES
PRESIDENTE
SINDIF/MS
 
PAULO BENITES em 22/06/2011 04:41:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions