A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

22/11/2012 12:02

DPVAT passa ser parcelado para 34% da frota de MS em 2013

Viviane Oliveira
Diretor-presidente do Dentran, Carlos, disse que as mudanças serão benéficas para os proprietários de veículos. (Foto: divulgação)Diretor-presidente do Dentran, Carlos, disse que as mudanças serão benéficas para os proprietários de veículos. (Foto: divulgação)

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) anunciou nesta quinta-feira (22) mudanças no calendário de licenciamento e do seguro obrigatório DPVAT para o ano que vem. Em 2013, o pagamento do DPVAT será parcelado para 380 mil veículos, o que significa 34% da frota, incluindo as motociciletas, envolvidas na maioria dos acidentes de trânsito.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

Por causa dessa regra, o pagamento do licenciamento terá novo calendário para todos os 1,1 milhão de veículos existentes no Estado. O seguro DPVAT deverá ser pago até abril, e a partir daí, começam a vencer, mensalmente, os licenciamentos, conforme o final da placa do veículo. 

O licenciamento, que vencia conforme o final da placa, passará a ser pago de abril a outubro. Em abril, deverão pagar o licenciamento os donos de veículos com placas de final 1 e 2; em maio, vencem as placas 3 e 4 e em junho 5 e 6. A partir daí, o vencimento segue com os finais 7,8,9, e 10, correspondendo aos meses de julho, agosto, setembro e outubro. 

O diretor-presidente do Detran, Carlos Henrique Santos Pereira, explica que estas mudanças serão benéficas para os proprietários de veículos. “O seguro DPVAT de motos é alto, em media R$ 270,00. Com o parcelamento em três vezes (janeiro, fevereiro e março) acreditamos que haverá uma queda na inadimplência e com isso muitos proprietários saiam da irregularidade”, afirmou.

O diretor do Detran informou ainda que só após a quitação do DPVAT, em março, o proprietário poderá efetuar o licenciamento do veículo.

“A nova regra flexibiliza o pagamento e facilita a organização financeira de muitas famílias, tendo em vista que há alguns pagamentos a serem efetuados nos primeiros meses do ano, entre eles material escolar, matrícula, IPVA, entre outros”, disse o diretor.

O licenciamento dos veículos, em média, é de R$ 92,00. O seguro DPVAT varia entre R$ 270,00 (motos) e R$ 300,00 (ônibus).

“No antigo sistema, um proprietário de moto pagava, em média, R$ 360,00 pelo licenciamento mais seguro, de uma única vez, o que se tornava inviável para muitos condutores. Este benefício adotado pelo governo do Estado, que é uma normativa nacional, visa impactar de forma positiva na vida dos contribuintes. O interesse do Estado é que diminua a margem de inadimplência. É uma medida benéfica. Queremos tirar muita gente da irregularidade”, afirmou o diretor.

Santos Pereira ressalta que estes benefícios serão concedidos para quem estiver com o licenciamento em dia. Para quem estiver com licenciamento atrasado, o seguro DPVAT não será concedido.

“Quem tem pendências anteriores deverá procurar uma agência do Detran”. Os veículos que receberão o parcelamento do DPVAT são: ciclomotores, motonetas, triciclos, micro-ônibus e ônibus. Carros de passeio e caminhonetes não se enquadram no parcelamento. Para estes, o parcela no DPVAT será cota única.

Outro ponto destacado pelo diretor do Detran é que os documentos de 2012 passam a valer até outubro de 2013. “Com este novo calendário, ninguém será multado nos meses de janeiro, fevereiro ou março com documentos de 2012. Quem tem a placa final zero, o licenciamento de 2012 valerá até outubro de 2013”, afirmou Santos Pereira.

Os carnês com o parcelamento começam a chegar às residências na primeira semana de janeiro de 2013. Serão emitidos cerca de 500 mil documentos pelo Detran.

 




Gostaria de saber onde vou retirar o boleto do dpvat do meu carro de passeio, ja que consultei pelo site do detran e não esta mais anexado ao licenciamento.

será que continua sendo uma cobrança feita pelo detran ou passou para outra instituição publica.
 
juliano lima em 23/12/2012 21:21:18
Gostaria que ficasse mais fácil calcular o valor do DPVAT, porém onde procurar por essas informações é dificil, poderiam facilitar, não é?
 
João Gilves em 26/11/2012 02:43:24
Fico indignada com esse seguro, pois agente paga mas pra ter direito é preciso gastar e comprovar gastos com as custas médicas e hospitalares ex: se vc conseguir os remédios pela farmácia pública adeus seguro. Sabemos que boa parte da população só tem condições de procurar atendimento no SUS, e daí não tem direito a receber o seguro mesmo estando com o veículo em dia. Detalhe só sái um valor melhorzinho se a pessoa morrer ou ficar com deficiência física (mesmo assim tem que fazer tudo particular).
 
cleonice de souza em 22/11/2012 19:13:03
Desta forma ficou melhor, pois agora podemos parcelar ..mais ainda esta muito caro o valor do DPVAT
 
fernanda gomes em 22/11/2012 15:52:14
O valor do seguro DPVAT para motos é muito alto, mas deveria ser maior ainda. Tem nada a ver com o valor do salario, Josemar, mas reflete quanto este seguro paga em indenizações relativos a acidentes de moto. Um quarto dos leitos de hospitais é ocupado por motociclistas acidentados, e na realidade a arrecadação do DPVAT não paga todo este custo. É preciso gastar recursos do SUS para fazer a conta fechar. Ou seja: mesmo quem só anda de onibus paga para os motociclistas acidentados.

Idealmente, não se deve gastar dinheiro publico com um problema causado por um grupo só (motociclistas neste caso). Se estes entendem que o seguro é muito caro, horas, para de causar tantos acidentes! Mas o que mais se ve é motociclista furando sinal ou dirigindo bebado. Assim o DPVAT continua caro mesmo...
 
Marcos da Silva em 22/11/2012 15:00:53
O seguro DPVAT para motos ainda é muito baixo, deveria ser uns 25% a mais.
Como as motos estão envolvidas em quase 75% dos acidentes da capital nada mais justo que pagassem mais.
 
Pedro Alcantara Machado em 22/11/2012 14:58:24
CONCORDO COM O PARCELAMENTO, MAS ESTA MUITO CARO, O VALOR DO SEGURO E QUASE A METADE DE UM SALARIO MINIMO.
SE O CONDUTOR FOR MULTADO VAI PASSAR FOME, ISSO É UMA VERGONHA PARA OS NOSSOS POLITICO.
 
JOSEMAR ALVES VIEIRA em 22/11/2012 14:41:50
Muito bem...parabéns...excelente notícia...vai dar até pra estender a grana do Natal...rsrs

 
Edgar Lima em 22/11/2012 14:41:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions