A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

03/05/2012 15:39

Em quatro meses, trânsito de Campo Grande matou 31 pessoas

Nadyenka Castro

Maioria das vítimas é motociclista, seguido por pedestre

Na madrugada do dia 26 de março, moto bateu em carreta estacionada. Condutor e passageiro morreram. (Foto: Marlon Ganassin)Na madrugada do dia 26 de março, moto bateu em carreta estacionada. Condutor e passageiro morreram. (Foto: Marlon Ganassin)

Nos quatro primeiros meses deste ano, 31 pessoas morreram no trânsito de Campo Grande. A informação é do GGIT (Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito).

A maioria das vítimas é motociclista - 18 - sendo os meses de janeiro e março os campeões em óbitos de pessoas em moto: sete cada um.

Duas das sete pessoas que morreram em março foram Luís Carlos Charpel Filho, 28 anos, e Vítor Quintana Deluque, 7 anos. O acidente aconteceu na madrugada do dia 26, na rua Arquiteto Vilanova Artigas, em frente ao Parque Ayrton Senna, no Aero Rancho.

Luís conduzia uma motocicleta ocupada também pela namorada dele, Suelen Quintana Deluque, 25 anos, e o filho dela Vítor, que não usava capacete. A moto bateu em uma carreta estacionada.

Na mesma madrugada, outro motociclista morreu: Maurício Bispo dos Santos, 43 anos. Ele bateu a Yamaha YBR que conduzia em uma caçamba, na rua Brilhante, na noite do dia 25.

Com o impacto, Maurício ficou inconsciente e teve vários ferimentos. Ele foi levado para a Santa Casa e morreu algumas horas depois, às 4h20min do dia 26.

Janeiro e março empatam ainda em relação a quantidade total de óbitos: 12 cada um. Além dos sete motociclistas que morreram nestes meses, faleceram também três ciclistas e dois pedestres - em janeiro - e, em março, três pedestres e dois condutores de carro.

A pé - Pedestres ocupam o segundo lugar na quantidade de óbitos nestes quatro meses. Foram sete, sendo três só em março. Fevereiro e abril, registraram uma morte de pessoas que trafegavam a pé.

Ciclista- Conforme os dados do GGIT, quatro ciclistas morreram. A maioria em janeiro e um em fevereiro.

Neste quadrimestre também foi registrada a morte de dois condutores de automóveis, ambas em março. Não houve registro de morte de condutores de carros.

Os números do GGIT levam em consideração pessoas que morreram no local dos acidentes e aquelas que foram a óbito em até 30 dias após o fato.

Na rua Brilhante, Maurício bateu a Yamaha em caçamba, no dia 25. Ele morreu horas depois no hospital, já no dia 26. (Foto: Marlon Ganassin)Na rua Brilhante, Maurício bateu a Yamaha em caçamba, no dia 25. Ele morreu horas depois no hospital, já no dia 26. (Foto: Marlon Ganassin)
Homem morre após motocicleta colidir com duas árvores na Gury Marques
Acidente aconteceu por volta das 23 horas. Vitima morreu no local do acidenteUm rapaz de 19 anos morreu após moto que pilotava colidir contra duas á...
Homem morre após colidir motocicleta em caçamba de entulho na Capital
Um motociclista de 43 anos morreu após acidente que aconteceu na noite de domingo (25), na rua Brilhante, Vila Bandeirantes, em Campo Grande.Segundo...
Motocicleta com 3 ocupantes bate em carreta e acidente mata criança e condutor
Com o impacto, a criança ficou gravemente ferida, os bombeiros chegaram a levá-la ao posto de saúde, para reanimar, mas o menino morreuUm motociclist...



Na maioria dos casos, a causa do acidente e dos óbitos é apenas do condutor que não respeita a sinalização, usa as vias como pista de corrida, dirige embriagado e outras infrações. É fácil colocar a culpa na falta de sinalização e fiscalização mas isso não muda a atitude dos condutores e é isso que tem que mudar. Respeitar a vida de todos e os princípicos básicos de direção.
 
Gladis Caramalac em 04/05/2012 10:07:59
Senhor José Carlos, que comparações as suas, hem?! Quantos ônibus bateram com a mortes neste mesmos 4 meses e nesta mesma base territorial dada no texto? E quantos aviões?
Seja prudente em seus cometários.
 
Marcelo Castro de Albuquerque em 03/05/2012 08:44:53
tem que ser feito uma fiscalização ou na hora de fazer aulas na auto escola sobre concientização de quem sempre lava a pior e o motoquero eles não respeitam andam voando ultrapassam pela direita avança sinal vermelho poxa poderiam ver que eles estão mais espostos e sempre levam a pior.
 
leticia lopes em 03/05/2012 08:38:35
E quando bate um onibus e morre 48 de uma vez em menos de 5 minutos heim!!!!! e quando cai um avião e morre 250 a 300 em menos de 1 minuto. So Deus nos livra, so Deus nos Guia, só Deus pode nos salvar.....O tempo é o de menos!!!!!!!
 
jose carlos em 03/05/2012 05:24:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions