A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

26/02/2014 11:06

Em via campeã de acidente, blitz com radar móvel flagra condutores imprudentes

Luciana Brazil e Graziela Rezende
Motoristas foram surpreendidos na Avenida Duque de Caxias. (Fotos: Cleber Gellio) Motoristas foram surpreendidos na Avenida Duque de Caxias. (Fotos: Cleber Gellio)

A Avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, uma das campeãs de acidente de trânsito, recebeu na manhã de hoje (26) a primeira blitz realizada com radares móveis na cidade.

Veja Mais
Excesso de velocidade lidera ranking de multas em Campo Grande
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco

Ao todo, 36 motoristas foram notificados, 19 deles por estarem acima de 50% da velocidade permitida para a via, que é de 50 km/h. A multa é de R$ 574.62 (gravíssima) e sete pontos na carteira.

Ainda na ação, desenvolvida pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) em conjunto com o Bptran (Batalhão de Policia de Trânsito), 16 motoristas foram flagrados em 20% acima da velocidade permitida. Neste caso, a multa é de R$ 85,13 e quatro pontos na certeira.

De acordo com o balanço da Agetran, ainda foram notificados outros três condutores; um por dirigir com a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida, outro por dirigir falando ao celular e um terceiro que estava com o licenciamento do veículo atrasado. Um carro precisou ser recolhido ao Detran (Departamento Nacional de Trânsito).

Conforme o chefe de fiscalização de trânsito da Agetran, Jeová Vitor de Oliveira, os policiais ficam posicionados em pontos diferentes durante a ação. Um grupo, com o radar, capta a velocidade do veículo que é abordado por outros policiais que estão mais à frente na via.

Primeira blitz com radar móvel na cidade. Primeira blitz com radar móvel na cidade.

A blitz aconteceu nos dois sentidos da avenida e, segundo Oliveira, as maiores velocidades flagradas na manhã de hoje foram 115 e 101 km/h. O condutor de uma S-10, que dirigia a 77 km/h, e o condutor de uma Mercedes, que transitava a 73 km/h, também estavam entre velocidades superiores a permitida.

A intenção da blitz é retirar de circulação os motoristas imprudentes, como afirmou Oliveira. Por isso, a ação tem sido feita de forma sigilosa.

“Um dia antes da blitz, o supervisor recebe a informação sobre o local e o horário da ação. Já no dia da blitz, o supervisor seleciona os policiais que irão acompanhá-lo”. Tudo é feito de forma para evitar o “vazamento de informação”.

As blitzes com radares móveis serão realizadas durante o carnaval e ainda poderão ser feitas em outros períodos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions