A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

01/09/2016 15:12

Embriagado e azarado, motorista para na frente do Garras após acidentes

Waldemar Gonçalves e Adriano Fernandes
Policial civil ajuda apagar fogo em veículo envolvido em dois acidentes (Foto: Fernando Antunes)Policial civil ajuda apagar fogo em veículo envolvido em dois acidentes (Foto: Fernando Antunes)

Hoje não era o dia de Ricardo Nunes Ferreira, de 36 anos. Dirigindo bêbado, segundo a polícia, ele se envolveu em um acidente de trânsito, tentou fugir, bateu em outro veículo, continuou em fuga, mas foi interceptado por uma de suas vítimas, para seu azar, na frente de uma delegacia.

Veja Mais
Motociclista bate em muro de loja ao tentar ultrapassar veículo no Centro
Para polícia, motorista ainda 'não se tocou' sobre multas mais caras

A confusão começou pouco depois das 14h na Avenida Ministro João Arinos, na altura do cruzamento com a Rua Jeribá, saída para Três Lagoas. Ricardo dirigia o Palio branco placa BAR-9412, que é alugado, onde estavam mais duas pessoas, quando bateu na traseira do Pajero placa HRN-7859, conduzido por Juarez Silva, de 44 anos, que estava parado no semáforo.

Ricardo tentou fugir, arrancando com o carro. No entanto, bateu o Palio na lateral de um Ford Ka. Ainda assim, continuou a fuga.

Juarez acelerou seu Pajeiro e perseguiu Ricardo por alguns metros, conseguindo fechar a frente do Palio. Detalhe: o carro, que pegou fogo em duas ocasiões, parou diante da sede do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros).

O condutor do Pajero, então, pediu ajuda aos policiais da unidade especial da Polícia Civil. Ricardo teria desacatado os agentes da lei e estava, conforme informações do Garras, visivelmente embriagado.

Ele foi submetido ao teste do bafômetro, confirmando a suspeita, segundo disse o delegado Fábio Peró. Além disso, a mulher que estava com ele no carro, e até o fechamento deste texto não teve a identidade revelada, portava pequena quantidade de maconha e cocaína.

Peró disse que o condutor do Palio será indiciado por embriaguez ao volante e desacato. O terceiro ocupante do veículo deverá ser ouvido na condição de testemunha e, depois, liberado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions