A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

29/11/2012 17:16

Engavetamento tumultua trânsito na avenida Zahran

Luciana Brazil e Helton Verão
Acidente deixa trânsito lento na avenida Zahran. (Fotos:Rodrigo Pazinato)Acidente deixa trânsito lento na avenida Zahran. (Fotos:Rodrigo Pazinato)

Um engavetamento envolvendo três veículos na avenida Eduardo Elias Zahran, na tarde desta quinta-feira (29), tumultuou o trânsito na via, no sentido centro-bairro. O fluxo de carros ficou lento e uma das faixas ficou parcialmente interditada. O acidente aconteceu depois que o motorista do Classic, Flavio Leal, 42 anos, freou para dar passagem a um pedestre que atravessava na faixa.

Veja Mais
Leitor filma engavetamento de carros e faz alerta sobre faixa de pedestres
Apesar de campanhas, desrespeito à faixa de pedestres ainda é rotina

O Ford Ka que vinha atrás também parou, mas o caminhão furgão HR Hyundai que vinha em seguida não conseguiu parar, empurrando o Ka para frente.

Apesar do susto, os envolvidos não se feriram e a unidade do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que foi até o local não precisou realizar nenhum atendimento.

Flavio contou que estava levando a mãe de 77 anos para uma consulta médica quando viu o pedestre, ligou o pisca alerta e parou na faixa. "Fiz tudo como deve ser". A mãe de Flávio bateu a testa no vidro do carro, mas não se machucou.

O empresário José Augusto, 30 anos, que conduzia o HR furgão disse que na hora do acidente chovia muito e ele não teve tempo para parar. “Meu carro é pesado e não deu para frear”.

Na chuva, condutores recebem orientação do policial militar.Na chuva, condutores recebem orientação do policial militar.

Flávio contradiz o motorista e diz que a visibilidade era boa e não chovia tanto na hora.

O comerciante Kelpson Ferreira, 38 anos, que dirigia o Ford/Ka conta que sentiu apenas o impacto da batida.

Esse não é o primeiro acidente registrado pelo Campo Grande News envolvendo veículos que freiam para dar passagem aos pedestres na faixa.

Uma viatura da Ciptran (Companhia Independente de Pliciamento de Trânsito) estive no local.




Não existi isso de tirar faixas de pedestre!que ideia mais sem noção.Eu fico a pensar se tem motorista que não respeita nem com a sinalização ali na cara dele,imagina sem?!?!
 
Najla Borges em 30/11/2012 10:21:39
Uso a zahran todos os dias,de moto,ali tem que andar cuidando 50 metros a frente e 50 metros atras, povo por lá é bem previsível,só prestar atenção!ali tem pedestres esperando para atravessar,carros freando no meio da rua para entrar nas lojas,carros saindo das lojas sem olhar de marcha ré,carros que param em semáforo que nunca fecha (esquina banco do bradesco)quem não é acostumado com aquilo passa por apertos !
 
Milton Rocha em 30/11/2012 09:53:45
Tem motorista por aqui esquecendo q também é pedestre.... Concordo que alguns abusam, qdo vc para na faixa atravessam falando ao celular como se estivessem passeando no parque. Mas antes as faixas do q os pedestres tentando atravessar entre os carros por toda a via [ o q ainda acontece ]. A única coisa que eu discordo é daquele dispositivo que fecha o sinal, acho que se o motorista tem a hora de parar e esperar o pedestre também tem.
 
Weruska Boiko em 30/11/2012 09:20:41
tudo por falta de atençãooooooooooooooooo?????
 
maria inacia rocha em 30/11/2012 09:19:23
Bom dia! O senhor Wilson Souza tá muito equivocado. Leia o Código de Trânsito e saberá que respeito a faixa de pedestre não é ação de governos, é lei federal e serve para o Brasil todo, Brasilia foi a primeira cidade a cumprir a lei, hoje muitas cidades já fazem isso, não depende de planejamento não. O que precisa é reduzir a velocidade, ter atenção e todos adotarem um comportamento seguro, incluse o pedestre que é o mais vulnerável. Pro senhor saber, a campanha esta a um ano em prática, mudar comportamento leva tempo. Ocorrem colisòes como ocorreu em Brailia na implantação e atualmente ocorre porque as pessoas mudam, vem motoristas de fora, novos condutores são habilitados, a vida muda o tempo todo, mas podemos ter a cultura de um trânsito mais seguro. Trânsito seguro é a gente que faz.
 
Éder Vera Cruz em 30/11/2012 09:14:17
As faixas são importantes em trechos onde não existe semáforos ou parada obrigatória dos veículos. Nos trechos sinalizados os veículos e os pedestres devem obedecer a sinalização, pois ambos estão sujeitos a acidentes. Hoje os pedestres enpinam o nariz e atravessam na faixa e fora da faixa, esperando que os veículos parem. Acidentes virão.
 
sidney fernandes soares brandão reis em 30/11/2012 09:08:24
A maioria das faixas de pedestres estão erradas, em vias de grande fluxo de veículos deve haver farol para o pedestre, inclusive com luminária para aumentar a visibilidade a noite, numca vi tanto amadorismo por parte dos gestores de trânsito da PMCG.
 
João Crisóstomo de Campo Grande - MS em 30/11/2012 07:54:14
O trânsto precisa dar segurança ao pedestre e, principalmente fazer o seu papel para o deslocamento de veículos reduzindo os custos e promovendo o desenvolvimento. Colocar faixa de pedestre com sinal aumenta a segurança. Colocar faixa de pedestre em BR é uma medida pouco produtiva e de alto risco. Quebra molas também é outro ponto para ser discutido pois é uma medida de risco para os condutores de motos. Cinto de segurança em veículo não existe paralelo em motos no mesmo nível de segurança. Onda verde precisa funcionar e ampliar. Enfim, se faz necessario uma ampla discussão dessas questões de transito com olhos aos sistemas desenvolvidos em outros países para que possamos obter sistemas inteligentes, seguros e produtivos.
 
Renato Andreotti em 30/11/2012 07:09:19
Quem é esse Wilson Souza?
Você deve ser um desses condutores que se acham dono da rua, tirou sua carteira onde, pelo correio, não leu nenhuma linha do manual de trânsito?
Educação faz bem e vem de casa, aprende a usar um carro e andar em uma rua!
 
Oswaldo Ferreira em 29/11/2012 22:04:49
acidentes acontecem, o próprio nome ja diz ''acidente'' sem intenção, por falta de atenção. as pessoas colocam comentarios nada a ver, temos que ver que Brasilia é Brasilia, Londres é Londres e Campo grande é Campo grande.
 
fernando alves em 29/11/2012 22:00:14
Estas faixas funcionam sim, o que não funciona é a cabeça de quem as coloca em locais inadequados e perigosos.
 
joao assis em 29/11/2012 21:09:43
A intenção dessas faixas realmente é boa, mas tem sido muito perigoso seguir o protocolo. Há motoristas que não entendem o motivo de pararmos com o pisca alerta ligado. Ao meu ver, a avenida Zahran é de fluxo rápido e parar subitamente se torna muito perigoso. Que tal passarelas????
 
Danilo Aquino em 29/11/2012 21:07:31
Vi um monte de pessoas falando pra tirrar a faixa de pedestre morrei 1 ano e goiania e vi faixa de pedestre na cidade enteira e vi muitos motoristas la andando acima de 80 km/h e quando pedestre sinalizava que ia passar o motorista para e liga o alerta isso e geral la e quase não vi guarda de trasinto porque respeitam o pedestre e primeiramente antes de vc ter um carro vc e um pedestre aprenda respitar o outra
 
Jorge eduardo de oliveira da silva em 29/11/2012 21:07:15
Esses comentários provam que vocês são um dos irresponsáveis no trânsito de Campo Grande ...Manoel Gomes e Wilson Souza.


DIREÇÃO DEFENSIVA SEMPRE!!!
 
Luciano Silgueiro em 29/11/2012 21:01:07
enquanto os motoristas procuram respeitar as faixas tem pedestres q abusam na zarham mesmo nao usam as faixas cruzam onde eles querem se nao acreditar fica um dia pela zarham q vai ver sou motorista uso a zarham todos os dias falo porque vejo e rotina e no final quando acontece so o motorista e errado .
 
adilson marcelino em 29/11/2012 20:58:08
Retirem urgente estas faixas de pedestres, e orientem para que passem nos sinaleiros ou construam passarelas por cima, faixa com sinalizaçao em avenidas com alto fluxo só expõe motoristas e pedestres em riscos, o da frente pode parar, mas como segura um caminhâo................ e outros "grandes motoristas" que correm muito, e falam no celular dirigindo ( um absurdo aqui, parece que entra no carro e o celular já faz parte).....




 
Gil Narvaes em 29/11/2012 19:31:57
CANCELA BERNAL!!!!!!!!
 
Talita Gomes... em 29/11/2012 19:30:41
A culpa não é da faixa. A faixa tem que existir e nós, motoristas, temos que dirigir direito, com atenção, mantendo distância do veiculo que segue à nossa frente. Não se pode dirigir preocupado apenas com o semáforo. A faixa representa respeito ao pedestre, principalmente àquele que não tem velocidade e agilidade para correr entre os veículos daqueles que se acham donos da rua. O motorista do caminhão bateu por não manter uma distância compatível com a massa e a velocidade do seu veículo e, se havia problema de visibilidade, deveria estar ainda mais distante e/ou mais lento.
 
Aron Alceu Zimmermann em 29/11/2012 19:03:05
Isso falta de educação mesmo como disse Manoel C. Gomes, na europa tem estas faixas e todos os motoristas param e ligam o pisca-alerta (mas não adianta só o 1º ligar e sim todos que param. O pedestre tambem deve ter parte de responsabilidade e deve-se parar junto ao meio-fio de frente a faixa e acenar com a mão para que o motorista saiba que o mesmo irá atravessar (ja muitos que chegam e entram na frente dos carros só por estar na faixa). Quem tem o maior risco de se machucar deveriam ser os mais cuidadosos (1°pedestre;2ºciclistas;3ºmotos;4ºcarros;5ºcaminhonete e caminhão;6ºonibus e carretas) mas o que ocorre é o contrario, quanto menor a segurança mais se sente intocável.
 
Alexandre de Souza em 29/11/2012 18:39:07
Tirem estas faixas de pedestres de CG! isto aqui não é Brasilia que é toda planejada... e que o povo tem a conscientização da faixa a anos.... se não tirarem muita gente vai morrer infelizmente.
 
wilson souza em 29/11/2012 18:02:41
Mais um acidente por conta dessas faixas de pedestre malucas. Educação, minha gente, se aprende em casa, e não no trânsito. De que adianta frear seu veículo bonitinho NO MEIO DA ZAHRAN se atrás vem um pequeno caminhão furgão e patrolha a fila toda pra frente? Desse jeito até o pedestre acaba sendo empurrado também... sou totalmente contra essas faixas. O pedestre que ande até o semáforo mais próximo! Mais seguro para ele, para os demais carros, para todo mundo. E quem sabe daqui a uns 50 anos de BOA EDUCAÇÃO BÁSICA o brasileiro saiba dar preferência ao pedestre e esse tal de "trânsito mais gentil" funcione.
 
Manoel C. Gomes em 29/11/2012 17:48:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions