A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

10/09/2012 18:10

Esquina da Alegrete com Castelo Branco tem acidentes frequentes

Helton Verão

Mais dois acidentes aconteceram hoje no cruzamento. Moradores pedem semáforo

Caminhão e Corsa envolvidos na colisão nesta tarde (Foto: Helton Verão)Caminhão e Corsa envolvidos na colisão nesta tarde (Foto: Helton Verão)

Os acidentes nos cruzamentos da rua Alegrete têm acontecido com muita frequência e incomodado os moradores da região, que solicitam a instalação de semáforos, principalmente no cruzamento com a Rua Castelo Branco.

Enquanto o Campo Grande News conversava com moradores, em menos de 15 minutos, dois acidentes foram presenciados no cruzamento.

O primeiro por volta das 14h30, entre um Audi A4 e uma caminhonete Hilux. Ambos seguiam sentido Castelo Branco a avenida Mascarenhas de Moraes. O A4 ameaçou cruzar a Alegrete, mas freou para a passagem de mais veículos, mas a Hilux não conseguiu frear a tempo. Apesar da colisão simples, foi necessário a presença do guincho para levar o Audi.

Às 14h40, os veículos do primeiro acidente nem haviam sido retirados do local, quando um caminhão Ford que seguia pela via do meio tentou a conversão a esquerda sentido avenida Coronel Antonino, mas ao seu lado trafegava um veículo Corsa, os dois colidiram, danificando toda lateral do carro de passeio.

Segundo o motorista do caminhão, ele não tinha percebido a presença do Corsa ao seu lado. “Não vi ele, estava em um ponto cego”, lamentou Anibal Alves.

A condutora do Corsa, se assustou com o ocorrido. “Eu buzinei pra ele por várias vezes, mas ele não percebeu a sorte que joguei o veículo para a esquerda senão tinha estragado mais e colocaria em risco minha integridade”, contou a enfermeira Caroline Correa.

Os moradores e comerciantes da região estão inconformados com a situação do trânsito no local. Moradora a 28 anos, próximo a esquina, a aposentada Isaura Oliveira conta que não passam uma semana sem acidente na esquina.

“Há muitos anos, quando transformaram a Coronel Antonino (avenida) em uma mão só, todos os veículos são obrigados a trafegar por aqui, então começaram os acidentes”, lembrou a aposentada.

Outra testemunha dos constantes acidentes são a comerciante Isabel Ferreira e seu marido o entregador Sergio Francisco. Eles trabalham a 12 anos no cruzamento, e já perderam inclusive dois conhecidos envolvidos em acidentes ali.

“Não basta só o semáforo, tem que conscientizar os motoristas. Não adianta nada sinalizar aqui e eles continuarem desrespeitando”, reivindica Isabel.

Sérgio lembra que quando um caminhão para no cruzamento toda visão fica encoberta (Foto: Simão Nogueira)Sérgio lembra que quando um caminhão para no cruzamento toda visão fica encoberta (Foto: Simão Nogueira)

Já no momento em que Francisco pedia para aguardarmos mais um pouco para ver os problemas do cruzamento o acidente entre o caminhão e o Corsa aconteceu. “Se vocês ficarem meia-hora olhando aqui vocês irão presenciar algum acidente (acontece a colisão). Olha lá, bateu, é assim muito bagunçado aqui, já perdi dois conhecidos em acidentes”, conta o entregador.

A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) foi constatada e afirmou ter muitos processos de instalação de semáforos pela Capital, inclusive no cruzamento da Alegrete com a Castelo Branco. “Não tem como prever uma data certa, mas esperamos ainda em 2012 instalar o sinaleiro ali”, prevê o diretor de trânsito da Agetran, Janine de Lima Bruno.

Acidente no feriado da Independência (Foto: Minamar Junior)Acidente no feriado da Independência (Foto: Minamar Junior)

7 de setembro - Foram registrados dois acidentes no cruzamento no feriado de Independência, na última sexta-feira (7). No período da manhã duas crianças ficaram feridas no acidente e sofreram traumatismo craniano.

As crianças com idade de 3 e 6 anos estavam em um veículo Siena, conduzido por Alcemir Alves Souza de 24 anos. O carro foi atingido por veículo Fiat Idea.

No Siena estavam também o casal, Abdias Pereira, de 43 anos, Sueli Pereira da Silva, de 41 anos, e os filhos deles, um adolescente de 15 anos. O casal também ficou ferido no acidente.

Mais tarde, por volta das 20h20 uma colisão entre dois veículos deixou dois feridos. Um dos veículos pegou fogo. O Corpo de Bombeiros atendeu a ocorrência. Uma das vítimas foi resgatada desacordada dentro do veículo, em parada cardiorespiratória e foi reanimada.




IRRESPONSABILIDADE...pelas ruas. Inclusive, na Cel. Antonino com essa Presidente Dutra, poucas pessoas respeitam o semáfaro.Agora pergunto, será que é só sinalização que irá resolver o PROBLEMA???
Outro EXEMPLO, é a Ernesto Geisel com a Mato Grosso, aquilo é um INFERNO...pais levando seus filhos a escola são os piores INFRATORES, que modelo de PAI?
 
Neyde Oliveira em 11/09/2012 09:06:47
O que falta na realidade é EDUCAÇÃO, conscientização e atenção no trânsito.
Qdo vc tira sua CNH, acredita-se que esteje apto para trafegar pelas ruas SINALIZADAS ou NÃO.
Mas, o que observamos é total falta de respeito com vidas. O povo, dirige como loucos, IGNORANDO todas e qualquer regra, aprendida na autoescola.
Cadê!!! a DIREÇÃO DEFENSIVA?
Vejo constantemente, verdadeiros SHOWS de
 
Neyde Oliveira em 11/09/2012 09:02:34
Eu trabalho nesta esquina, e desde 2008 vejo no minimo 4 a 6 acidentes por mês. No mesmo lugar. O pessoal sai da Mascarenhas e desce a Alegrete com muita velocidade, e infelismente causam acidentes nos motoristas apressadinhos querendo cruzar a Alegrete.
 
Marcelo Mansilha em 11/09/2012 08:15:37
senhor prefeito sinalize as ruas principais, coloque semáforos aonde precisa, vai esperar morrer mais gente para tomar as providências. agilize a Agetran para ser mais rápida, vai esperar acabar o ano. Aqui na Mata do Jacinto também precisamos de semáforos na Jamil Basmage com a Marques de Herval, Jamil Basmage com Alberto Araujo França próximo a uma escola municipal.
 
maria madalena de o. carvalho em 10/09/2012 10:22:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions