A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

06/09/2013 14:54

Esquina ganha "cara nova", mas perde "Pare" e tira preferencial de via

Aliny Mary Dias
Cruzamento está há um mês sem sinalização (Foto: Simão Nogueira)Cruzamento está há um mês sem sinalização (Foto: Simão Nogueira)

Há pelo menos um mês, a falta de sinalização no cruzamento da Avenida das Primaveras com a Rua Ouro Verde, no Jardim Jockey Clube, é motivo de indignação para os moradores e palco de acidentes frequentes.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Segundo moradores da região, uma obra na tubulação de esgoto da rua Ouro Branco fez com que a via precisasse ser recapeada. Após o trabalho, a sinalização da rua não foi pintada e as placas de Pare também não foram recolocadas.

Vendedora de comésticos na região, Iordice Pinheiro, de 63 anos, afirma que todos os dias “freadas e buzinadas” são ouvidas por quem mora próximo ao cruzamento. “Quem conhecia antes da obra sabe que a preferencial é a das Primaveras, mas para a maioria esse ponto vira uma confusão”, explica a comerciante.

Durante os minutos que a reportagem do Campo Grande News esteve no local, a confusão por parte dos motoristas e motociclistas foi fácil de ser constatada.Tudo porque não há nenhuma sinalização na via.

A Avenida das Primaveras é dividida por um canteiro e muitos motoristas acabam parando no meio da avenida sem saber de quem é a preferência. “Ficamos extremamente preocupados com essa situação ainda mais por ter acontecido vários acidentes nas últimas semanas”, conta a aposentada Maria Inácia, de 75 anos e moradora da esquina do cruzamento.

Iordice afirma que acidentes e atropelamentos acontecem com frequência no cruzamento (Foto: Simão Nogueira)Iordice afirma que acidentes e atropelamentos acontecem com frequência no cruzamento (Foto: Simão Nogueira)

A situação no cruzamento é ainda mais preocupante em razão de um mercado e uma escola próximos do local. Funcionários do estabelecimento afirmam que colisões entre clientes do mercado e pedestres que fazem compras e precisam atravessar a rua são frequentes.

Um dos moradores, inclusive, chegou a escrever uma carta e encaminhar para a imprensa e órgãos de fiscalização. No texto, o morador pede que providências sejam tomadas o mais rápido possível.

A reportagem do Campo Grande News entrou em contato com a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) que informou que os pedidos de sinalização em ruas são encaminhados para o setor de engenharia, mas não soube informar o prazo de sinalização para o cruzamento em questão.




Na minha opinião num lugar onde não tem sinalização todos tenham que parar e observar se pode ou não seguir em frente, já que a maioria não RESPEITAM nem onde é sinalizado imagina onde não É!!!!
 
Marcírio Soares lopes em 07/09/2013 08:14:11
Concordo com você Junior.
O que mais falta em Campo Grande é educação para o trânsito.
Estão sempre querendo chegar na frente...acabam indo mais cedo para o andar de cima ou de baixo, não sei....
Que barbárie.
 
Luzia Japira em 06/09/2013 16:22:31
Quando fiz meus cursos na auto escola para tirar CNH, aprendi que onde não há sinalização a preferencia sempre é de quem vem pela direita, então o que falta não é vontade do poder público apenas, claro que existe muita burocracia pra fazer o que se precisa, porém o principal no local e em toda a cidade é a falta de competência das pessoas em observar as regras de circulação, não custa dar uma reduzida e olhar com atenção que vem pela direita!
 
Junior Ferreira em 06/09/2013 15:38:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions