A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

02/09/2013 10:59

Estacionar na Julio de Castilhos será proibido apenas no horário de pico

Aliny Mary Dias
Estacionamento será restrito nos horários de picos e comerciantes concordam com definição  (Foto: Marcos Ermínio)Estacionamento será restrito nos horários de picos e comerciantes concordam com definição (Foto: Marcos Ermínio)

Preocupados com a proibição de estacionar na Avenida Julio de Castilhos, condição presente no projeto inicial da reforma, comerciantes da região se reuniram com representantes da Prefeitura, na manhã desta segunda-feira (2), para discutir a aplicação da faixa amarela nos 13 quilômetros da via. O estacionamentos só será proibido nos horários de pico, de maior movimento. 

Veja Mais
Erros revoltam moradores e adiam inauguração da Júlio de Castilho
Conselho irá marcar reunião para discutir erros na obra da Júlio de Castilho

Aprovado pelo Bid (Banco Interamericano de Desenvolvimento), o projeto da reforma que custou R$ 18,3 milhões só poderia ser executado se o tumulto no trânsito do local fosse resolvido.

O caminho encontrado pelos técnicos responsáveis pela obra foi proibir o estacionamento na avenida, situação que gerou reclamações e revolta de muitos comerciantes preocupados com a queda na circulação de motoristas e consequentemente das vendas.

O meio fio da avenida ainda não foi pintado de amarelo, mas será nos próximos dias, segundo a arquiteta da Prefeitura, Ana Claudia Magno. Para diminuir os impactos que a proibição pode causar no comércio, a Agetran (Agência Municipal de Transporte) estuda uma alternativa.

“Estamos com um estudo em fase final de restringir o estacionamento apenas nos horários de pico, nos outros horários, os motoristas poderão estacionar na via”, explica a arquiteta.

No estudo que deve sair do papel em breve, consta que lacas com os horários da restrição serão fixadas ao longo da via. Carros não poderão estacionar na Julio de Castilhos das 7h às 9h e das 11h às 14h. Após o intervalo da tarde, a proibição volta a valer das 16h às 20h.

Comerciante diz que nova definição será positiva (Foto: Marcos Ermínio)Comerciante diz que nova definição será positiva (Foto: Marcos Ermínio)

Todo o estudo está sendo feito em parceria com a Prefeitura e deve ser colocado em prática em breve. Para os lojistas, a alternativa encontrada é positiva e não tende a diminuir o movimento dos consumidores.

“Estávamos desesperados porque muitos comércios não têm o estacionamento recuado e os motoristas não iriam querer andar mais de duas quadras e dar uma volta para estacionar. Essa alternativa dos horários de pico é boa para a gente”, conta a empresária Patrícia Dutra, de 27 anos.

Max Wolff, de 45 anos, é proprietário de uma empresa de comunicação visual e também afirma que a proposta feita pela Prefeitura parece ser a melhor até agora. “Eu acredito que não terá problemas. Se a proibição for só nos horários que eles disseram, esperamos que tudo corra bem”, completa.

Outro lado - Para o Conselho Regional de Imbirussu, entidade que representa os moradores da região, a proibição não irá contribuir para os bairros.

“Nós somos contra porque a cidade não tem estrutura para fazer a fiscalização na região. Queremos que seja proibido o estacionamento, mas que seja daqui um ano e que coloquem um corredor de ônibus”, explica Elvis Rangel da Silva, presidente do Conselho.




estou de pleno acordo com FERNANDO Azevedo ,acima .a RUI BARBOZA não suporta mais os veículos estacionados .ONIBUS . passando de um lado pro outro desrespeitando a faixa exclusiva para ONIBUS. AV Mato Grosso da, Pedro Celestino ate a Calógeras ,próximo ao Dom Bosco é um cáos e tem carros estacionados do começo ao fim ,Vamos pensar como uma cidade de primeiro Mundo . onde as pista é de ROLAMENTO não de ESTACIONAMENTO.
 
jorge tavares em 02/09/2013 14:48:26
Concordo com Marcel. A maioria dos comércios da Avenida Julio de Castilho já possuem estacionamento em frente às suas lojas. O restante pode se adequar, nem que seja diminuindo um pouco o tamanho da loja para poderem fazer o mesmo. Além disso temos as vias laterais, uma caminhada nao faz mal à ninguem! O que nao dá pra continuar é aquela avenida IMENSA totalmente parada, congestionada devido à existir apenas 1 via de fluxo de cada lado. Não dá nem para ultrapassar, se fosse o caso, é terrível! O certo mesmo seria ser proibido estacionar tempo integral. Ou pelo menos no horário comercial, das 08 às 18 horas de segunda à sexta.
 
helen fernandes em 02/09/2013 14:27:21
alguem poderia me explicar o que a prefeitura tentou fazer no cruzamento da Julio com a Flamengo? Passei por ali algumas vezes e ninguem sabe o que é aquilo e para que serve.
18,3 milhões.......
 
Alex André de Souza em 02/09/2013 13:38:50
melhor frase de todos os comentários aqui postados
"Bastaria a Prefeitura elaborar direito esse projeto"
 
Alex André de Souza em 02/09/2013 13:36:00
Alguns leitores postaram que os motoristas fazem pistas de corridas é só colocar LOMBADAS ELETRÔNICAS, que vai educar a todos e também o bolso do caba.
mais que vai prejudicar o comercio isso não tenha dúvida, para a prefeitura não ela só quer saber de arrecadar $$$$$$$$$.

 
cicero freitas batista em 02/09/2013 12:57:58
É logico que tem que proibir o tempo todo,porque
são vários bairros que dependem da av. mesmo assim
vai ter vários engaçadinhos que não vão respeitar e também
não vai ter fiscalização suficiente para multar aqueles que acham
que tem mais direitos que os outros.
 
Adriano Franco em 02/09/2013 12:31:31
sou a favor de que proíbam o período integral, so assim poderemos trafegar tranquilo e que seja bem sinalizado, por que tem carro que para na faixa da esquerda para fazer retorno e esquece, que so temos por enquanto uma faixa para o trafego; sinalização horizontal e vertical igual a av zarhan, parabéns pela reportagem, e peço que se possível fazer uma matéria dela pronta desde já agradeço.
 
silvio silveira em 02/09/2013 12:12:45
Vou estacionar em cima da cabeça de quem não previu nenhuma solução pra isso. Que estacionar em rua paralela, eu quero poder estacionar tbém na Júlio. Todo lugar tem estacionamento na via a que se destina, principalmente quando existe comércio. E lá tem há muito tempo.
 
Adriano Magalhães em 02/09/2013 12:06:54
Concordo plenamente deveria ser em todos os horários, não só o de pico! esta impossível de trafegar pela avenida em decorrência dos veículos estacionados.
 
Maristania vieira em 02/09/2013 12:05:40
Entendo o pleito dos comerciantes. Mas tendo a ficar contra o argumento deles, por um fato puro e simples: notei que vários deles simplesmente colocaram grades à beira da estreita calçada que restou em vários pontos da Avenida!
Proibição sazonal do estacionamento não é a solução ideal nem tecnicamente apropriada para o caso...
Bastaria a Prefeitura elaborar direito esse projeto de revitalização da Julio de Castilho. Tem área particular sendo "invadida" pela calçada? Que se desapropriem, então, os terrenos à borda da avenida. Os comerciantes, por sua vez, deveriam aprender (tanto no sentido comportamental quanto no técnico) o que é uma "gentileza urbana"; se cada um renunciasse a parte de sua loja para criar "estacionamentos privados", com certeza ganhariam clientes em vez de perdê-los.
 
Marcel Ozuna em 02/09/2013 11:59:58
Aqueles que defendem a proibição total do estacionamento na Julio de Castilhos, com certeza são os mesmos que usam a via como uma verdadeira pista de corridas, a velocidade na via é absurda independentemente de horários de pico. É impressionante a velocidade que diariamente se observa por alí. Redutores de velocidade já!
 
Carlos Irineu Gonzales em 02/09/2013 11:55:57
Assim como na Júlio de Castilho as principais vias da cidade (Afonso Pena, Mato Grosso, Fernando Correa da Costa, etc) deveria ser proibido estacionar nos horários de pico, assim como em Curitiba já é executado esse procedimento onde libera uma faixa adicional, podendo ser até exclusiva para os ônibus, assim os mesmos não utilizariam outras faixas liberando mais o fluxo de carros.
Outra observação que pode ser adotada é parar com retorno via canteiro central, o ideal é dar a volta na quadra onde, assim evitaria carros fechando a pista da esquerda, ficando essa via apenas para circulação rápida.
Destaco também que os bairros adjacentes as principais vias e centros de grande volume de pessoas (Shoppings, Universidades) deveriam possuir vias de mão únicas.
 
Fernando Azevedo Silva em 02/09/2013 11:55:47
Devemos ressaltar também que todo projeto de construção de lojas que são aprovados na Prefeitura, tem que ter obrigatoriamente um projeto de estacionamento, que seja para dois carros. Infelizmente como foi dito, temos que dar prioridade pelas vidas das pessoas que trafegam. Concordo com Marcos Rumolli, qual o problema em estacionar nas vias paralelas e andar duas quadras que seja?
 
Mychelle Sobral em 02/09/2013 11:54:10
Vai melhorar muito o trânsito, fico impressionada com a coragem de motoristas que deixam seus carros estacionados na Avenida Júlio de Castilho muito movimento, super arriscado e coloca a vida de outras pessoas em risco.
 
Elaine Carvalho em 02/09/2013 11:37:00
parabéns julio de castilho agora sim o transito vai andar, sou a favor da faixa amarela de ponta a ponta sim, parabéns vc das imprensa pela ótima reportagem, agradeço! Mudança urgente.
 
alexandre galina em 02/09/2013 11:30:01
gente temos que proibir mesmo pois a av zarhan ficou ótimo assim. não se pode para na direita gente , trafega melhor e evita acidentes, parem de reclamar vamos experimentar sentido sem estacionar,
todos vão ganhar.
 
marcilio andrade em 02/09/2013 11:27:04
Que conversa furada! Como se não desse para estacionar nas vias paralelas, será que ninguém consegue andar duas quadras?
 
Marcos Rumolli em 02/09/2013 11:23:20
Sou morador no Bairro Panamá há vinte anos, e a cada dia tem ficado mais insuportável o trânsito na Julio de Castilhos. Quando da realização da revitalização, permitindo mais uma pista de cada lado acreditei que finalmente estava no final esse grande problema de trânsito. Mesmo assim, dias atrás por várias vezes me vi em situação de difícil tráfego pelo estacionamento de veículos naquela que deveria ser uma via de trânsito dos veículos. Entendo os motivos dos comerciantes, mas praticamente em todos os pontos comerciais, foram rebaixadas as calçadas para estacionamento vertical em frente ao comércio desejado. É preciso que o poder público olhe mais para o cidadão que precisa de melhor condição para trafegar, porque para o comerciante as alternativas já foram implementadas.
 
LUIZ ANTONIO DE SOUZA OJEDA em 02/09/2013 11:13:59
Tem que proibir em todos os horários, só assim o fluxo irá melhorar;
 
André Serra em 02/09/2013 11:13:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions