A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

04/07/2014 11:45

Fim de caos em rotatória da Via Parque prevê mão única na Amazonas

Aline dos Santos
Obra de para remoção de rotatória começa em agosto. (Foto: Marcelo Victor)Obra de para remoção de rotatória começa em agosto. (Foto: Marcelo Victor)

Com previsão de começar em agosto, o reordenamento viário para acabar com o congestionamento na rotatória das avenidas Via Parque com a Mato Grosso prevê mudanças até na rua Amazonas.

Veja Mais
Obra de R$ 1,3 milhão vai trocar rotatória por semáforos na Via Parque
Projeto prevê diminuição de 80% do congestionamento na rotatória da Via Parque

Rota de fuga, a via vai virar mão única. Com a alteração, serão duas faixas para o tráfego em sentido único. Descendo pela Amazonas e subindo pela rua Pernambuco, também transformada em mão única. As medidas são para dar fluidez. 

“Não são [intervenções] pontuais. Ordena o trânsito de forma mais sistemática. Não adianta resolver o problema em um ponto e transferir para o próximo”, afirma a engenheira civil Suely Brasil, lotada na Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação).

Na rotatória, ponto de estrangulamento do trânsito, serão três pontos de acesso livre, para dar fluidez, além da instalação de quatro semáforos.

“Serão livres os acessos da Via Parque para o Parque dos Poderes, Parque dos Poderes para o Parque do Sóter e Via Parque para pegar a Mato Grosso”, explica o titular da Seintrha, Semy Ferraz. A rotatória foi dimensionada para 600 veículos por hora, porém, é ponto de passagem para mais de mil carros por hora.

 

Prolongamento da Antonio Teodorowick para acesso ao Carandá Bosque já está pronto. (Foto: Marcelo Victor)Prolongamento da Antonio Teodorowick para acesso ao Carandá Bosque já está pronto. (Foto: Marcelo Victor)
Seta verde indica terceiro acesso livre: da  Via Parque para a Mato Grosso. (Foto: Marcelo Victor)Seta verde indica terceiro acesso livre: da Via Parque para a Mato Grosso. (Foto: Marcelo Victor)

No entorno, mudanças também serão feitas. Para quem se dirige ao Parque dos Poderes, haverá a opção de subir pela Antônio Maria Coelho, que será mão única a partir da Via Parque, e acessar o prolongamento da rua Antonio Teodorowick, que já está pronto. A nova rota vai distribuir o trânsito para bairros como Carandá Bosque e Mata do Jacinto.

Em frente ao residencial Itacolomi, será instalado semáforo para pedestre. Para a engenheira, o reordenamento viário é uma boa solução. “Vai dar uma boa aliviada a situação. Um viaduto será a última solução. Soluções muito mais caras devem ser adotada depois de todas as etapas”, salienta.

A previsão é que a obra na rotatória demore 45 dias. No valor de R$ 1,6 milhão, R$ 1,3 milhão foram repassados pelo governo do Estado, por meio de convênio com o Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito). Os R$ 300 mil restantes serão pagos pela Prefeitura de Campo Grande.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions