A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

16/02/2011 13:51

Adolescente é flagrado cinco vezes na direção de veículo

Nadyenka Castro e Ricardo Campos Jr.

As duas últimas no intervalo de 12 horas

Um adolescente de 17 anos morador no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, foi flagrado na manhã desta quarta-feira pela quinta vez na direção de veículos. As duas últimas aconteceram no intervalo de 12 horas, de acordo com a Ciptran (Companhia Independente de Polícia de Trânsito).

Segundo a Ciptran, por volta das 10 horas de hoje, dois policiais faziam rondas na avenida Fernando Correa da Costa e viram quando um rapaz em uma moto aumentou a velocidade do veículo e entrou no estacionamento do supermercado Comper, com a intenção de fugir.

Ele foi abordado e então verificado que o piloto era um “velho conhecido”. O garoto pilotava uma Yamaha RT 135 que pertence a um amigo dele. O veículo está com a documentação vencida e as multas devem somar R$ 1.310. Ontem ele havia sido flagrado por volta das 22 horas, de acordo com a Ciptran.

O adolescente foi encaminhado novamente para a delegacia, onde o pai e o avô dele contaram que o menino é apaixonado por motos e ficam sem saber o que fazer para impedir que ele saia dirigindo.

“O problema é que a não tem como fazer nada. Ele queria uma moto, como a gente não dá, ele pega de qualquer jeito”, disse o construtor Nivaldo dos Santos, pai do adolescente.

Ele conta que nesta manhã o filho trabalhava com ele em uma obra no bairro Aero Rancho e em um determinado momento pegou a moto de um conhecido e disse que iria no centro, sendo então apreendido.

“Meu filho é um guri bom, fez até curso profissionalizante. O problema é que ele gosta de sair de moto”, falou Nivaldo, que pela primeira vez foi à delegacia “socorrer” o filho. As outras, foram sempre a mãe.

O avô do adolescente, o vigia Valdo dos Santos, 65 anos, declara. “Ele deve ter problema na cabeça. É tanto conselho que a gente dá pra ele. Mas ele gosta de andar de moto”.

O idoso revela ainda que a mãe do infrator comprou para o filho um Corsa com a intenção de já ter quitado o carro quando ele já tiver completado 18 anos. Segundo Valdo, o neto usa o automóvel de vez em quando, e, em uma dessas vezes, a mãe tomou a chave dele.

O adolescente mora com a mãe. O pai é residente no Carandá Bosque.

Punição- Conforme a Ciptran, o garoto sempre era liberado após assinar documento se comprometendo a não fazer mais a infração e a comparecer às audiências sobre o caso e estava pagando cesta básica como punição. Agora, deve ir para Unidade de Internação Educacional.

Contramão é a única rota em cruzamento esburacado
Moradores da Rua Rio de Janeiro, no bairro Monte Castelo, reclamam que os buracos se multiplicam a cada chuva. Para piorar a situação, o cruzamento c...
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...



Realmente cômico para não dizer, trágico...
Depois de ser pego a primeira vez no dia, vai tentar pilotar de novo?
Além de ser irresponsável, é muito burro!!!
Merecia apanhar dobrado: por ser desobediente e por ser burro!
Educação nestes casos, só a da Espada de São Jorge...
 
Antônio Marcos Alencar em 17/02/2011 09:52:46
Hoje muitos pais deixam a coisa correr solta,e quando o filho está com 12,14,16anos vão querer educar.EDUCAÇÃO começa na primeira infancia,não na adolescência...se forçar ainda apanha do MOÇO. "Eduque uma cça hoje, para não ser um Delinqüente Amanhã".
 
neide de oliveira em 17/02/2011 09:03:06
Ao ver essas coisas, sinto PENA dos pais que não sabem educar e controlar seus filhos. Filho tem de ser educado desde o dia que nasce. Carinho, BOM EXEMPLO, diálogo, boa leitura, referência religiosa, limites (dizer NÃO quando necessário) enfim, pai e mãe tem de ter os "sextos" sentidos pra educar e verificar o melhor para seus filhos. Nunca passar a mão na cabeça dos filhos. Vejo casos de pais irem a favor dos filhos mesmo quando eles estão errados, isso é um bom começo pra criar um bandidinho. E quem sofre no final, são os pais, os filhos e principalmente a sociedade.
 
Maria Zavan em 17/02/2011 09:02:35
A mãe já está pagando um carro para ele!!! Olha que maravilha................o castigo dele é ganhar um carro!!!!! Concordo com o que disseram: essa geração Super Nany não tem limites, é muita conversinha, os pais tem medo dos filhos.................total inversão de valores. Só para lembrar: quantos jovens perderam a vida por conta desses "meninos bons"? Letícia, Mayana, e tantos outros já pagaram com a vida pelos bons filhos da nossa sociedade.
 
Edilene Lopes em 17/02/2011 09:02:01
os pais nao sao responsáveis assim por esse garota dirigir como eles mesmos dizem aconselhao o filho a nao sair de moto mais faze o que se ele sai escondido, amarrar ele? bater nele? é dificil falar é facil, agora talvez ele indo pra unei ele aprende. mais acho que os pais estao fazendo o papel deles.
 
marina pereira de souza em 17/02/2011 05:56:33
E depois ninguem sabe, por que Campo Grande é a capital mais violenta no transito...Precisamos de lei que vigore..E funcione de verdade..A punição de pagar cesta básicas, não ameniza em nada a condição dele pegar na direção novamente.
 
JACQUELINE PILLON ALVES PEREIRA em 16/02/2011 10:36:05
A punição para adolescentes deveria ser rígida tanto para o filho qto para os pais.Inclusive para AQUELE CASO DO HONDA CIVIC, DA BAHIA C/A MT,lembram?Como uma pessoa da justiça, q é considerada autoridade, não consegue exercer tal poder dentro d casa com sua prole?aí a gente já consegue fazer uma leitura da coisa,né?
 
neide de oliveira em 16/02/2011 10:30:15
Ainda bem que el gosta de dirigir moto.
Imaginem se ele gostasse de matar, os pais iriam deixar porque ele ´eum enino bom.
Estou fazendo esas duas comprarações, pois as duas são crimes, porque l pode mu8ito bem matar de carro ou moto.
Assim que se cria bandido, não foi dado limites e ensinado para ele que a leié para ser cumprida.
Se um canalha desse atropela um parente ou filho meu, daí a vingança tem que ser "olho, por olho e dente por dente".. Cada pai chora pelo seu filho.
 
Kamél El Kadri em 16/02/2011 09:29:07
QUANDO OS FILHOS FAZEM O QUE QUEREM, OS PAIS FICAM SEM VERGONHA!!!
 
Joe Santos em 16/02/2011 08:43:28
Só um pequeno comentário:

ô falta que um cinto faz....

Essa geração Super Nani não tem futuro...
 
jean Karlos dos Santos em 16/02/2011 08:19:21
Se a justiça nesse país está querendo dar pena alternativa a traficantes. Até parece que respeitarão leis de transito...mas não dá nada não... mês que vem tem carnaval... daqui uns tempos Copa do Mundo...
Talvez quem sabe depois que a poeira baixar, nós brasileiros, nos unimos para arrumar a casa!
 
Elton Ferreira em 16/02/2011 07:52:12
VAI O CIDADÃO DE BEM ANDAR COM O LICENCIAMENTO VENCIDO E SER PEGO NUMA BLITZ PRA VER O ESCULACHO QUE NAO TOMA DA CIPTRAN!! VERGONHA ESTA NOTICIA!!
 
CARLOS DAMASCENO em 16/02/2011 07:10:24
O guri é bom, quem não presta são os pais.
 
jose antonio em 16/02/2011 06:02:43
É assim mesmo que pessoas inocentes morrem e nada acontece com os irresponsáveis que dirigem e ou dão os veículos a quem não está em condições de dirigir. Parabéns aos responsáveis por este condutor. Continuem apoiando-o e logo ele estará em outro endereço.
 
Isaias Avila de Paula em 16/02/2011 05:07:01
Tem que é parar de passar a mão na cabeça destes irresponsávies, a justiça tem que dar punição exemplar pra os dois, pq aí o povo estará confiando na justiça. Já imaginaram se aqueles policiais de SP que pegaram o moleque de moto, se pega esse irresponsável era uma vez só, e com certeza vai ficar com ódio de moto.
 
Felipe Salinas em 16/02/2011 04:31:49
Infelismente isso é rotina principalmente nos bairros, e não adianta nada ter 100 veiculos da ciptran trabalhando, se as leis e os pais não mudarem.
Ja comprou um carro para o menor... o próprio avô diz que ele tem problema, ou será que são os pais.
 
Julio Ramires em 16/02/2011 03:51:09
Basta percorrer as vilas e até o centro da cidade para ver gente inablitada e sem idade conduzindo veículos motorizados.
 
Jorge Marcos em 16/02/2011 03:42:11
Eu já tive essa idade. É realmente difícil esperar os 18 anos para dirigir. Ainda mais quando a sensação de impunidade impera e os pais não têm pulso para impor limites aos filhos. Falta educação. Falta justiça. E, talvez, se tivessemos um sistema educacional modelo e uma Justiça que funcionasse, poderíamos reduzir a maioridade para 16 anos. E, assim, diminuir o tempo de espera e aliviar a ansiedade de nossos jovens. Acidentes no trânsito são causados por falta de educação e não por falta de anos de idade. É que os mais novos são muito mal educados.
 
Gilberto Ramos em 16/02/2011 03:40:34
O interessante é que eu peguei ele 2 vezes em 1 semana... ontem e domingo retrasado... É a impunidade que move o país!!!!
 
Adriano Maciel em 16/02/2011 02:51:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions