A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

07/04/2014 14:12

Gilmar segue Bernal e promete acabar com congestionamento em 90 dias

Kleber Clajus
Olarte anunciou hoje que projeto para Via Park com Mato Grosso será retomado e pode ter convênio com Detran (Foto: Kleber Clajus)Olarte anunciou hoje que projeto para Via Park com Mato Grosso será retomado e pode ter convênio com Detran (Foto: Kleber Clajus)
Obra prevê retirada de rotatória e instalação de semáforos, além de alças de acesso (Foto: Divulgação)Obra prevê retirada de rotatória e instalação de semáforos, além de alças de acesso (Foto: Divulgação)

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), prometeu, nesta segunda-feira (7), acabar com os congestionamentos no cruzamento das avenidas Mato Grosso e Via Parque, em 90 dias. O antecessor, Alcides Bernal, também prometeu acabar com o problema em três meses, mas acabou sendo cassado e não cumpriu a promessa. 

Veja Mais
Relapso com prazos, Bernal continua a fazer cronogramas e a descumpri-los
Congestionamento na Via Parque vai acabar em 10 dias, promete Bernal

De acordo com Olarte, que assinou hoje convênio com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) para sinalização na Capital, o objetivo é terminar com o gargalo na região através de uma “solução rápida”.

Apresentada em outubro do ano passado, a intervenção prevê a retirada da rotatória entre as avenidas, sendo instalados semáforos de três tempos e duas alças de acesso com a Mato Grosso. Na época, o custo da obra tinha variação entre R$ 500 mil a R$ 700 mil.

O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Jean Saliba, ressalta que o recurso a ser aplicado inicialmente seria próprio e que foi surpreendido hoje pelo prefeito com a possibilidade de convênio com o Detran.
“Vamos licitar isso tão logo seja possível para em 90 dias já estar trabalhando no local. Este é um projeto adaptado as necessidades do momento”, comenta Saliba.

No pacote das intervenções, também está à conversão da Rua Antônio Maria Coelho como mão única no sentido Centro – Bairro até a Via Park, além da construção de um viaduto sobre o cruzamento.

Para Saliba, é preciso ser realista com obras públicas, pois um viaduto leva de três a quatro anos para ser concluído. Por isso, a busca de uma solução com semáforos, além da orientação para que o campo-grandense utilize vias alternativas ao acessar a Via Park, em especial os moradores do Carandá Bosque.

Frustrada – Bernal chegou a prometer, em outubro do ano passado, que os problemas no cruzamento entre a Via Park e Mato Grosso seria solucionados em “no máximo 10 dias”. Contudo, nenhuma intervenção foi realizada.

O projeto do cruzamento já havia sido apresentado pela Agetran (Agência Municipal de Trânsito) e Planurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano). As obras seriam realizadas pela Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação).




Já vi esse filme.....
 
alci olidio da silva em 07/04/2014 20:44:47
VIADUTOS URGENTE!...SINAL NÃO VAI RESOLVER A FLUIDEZ DO TRÂNSITO NO LOCAL!... CAMPO GRANDE TEM QUE SER TRATADA COMO UMA METRÓPOLE DE QUASE 900.000HAB E 450.000 CARROS, E NÃO COMO CIDADE DE INTERIOR!
ALÉM DESSE CRUZAMENTO, VÁRIOS OUTROS JÁ NECESSITAM DESSE MESMO RECURSO.
 
Paulenir Nogueira de Barros em 07/04/2014 15:05:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions