A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

01/09/2013 07:38

Homem de 43 anos morre ao invadir pista contrária na BR-262

Viviane Oliveira

Um homem de 43 anos morreu ao colidir o carro que conduzia com uma carreta na BR-262 no quilômetro 480, próximo ao posto Caravágio, por volta das 22h30 de ontem (31) no Parque Residencial Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande. Edenilson Aparecido Maurencio Borba morreu no local do acidente.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

De acordo com a Polícia, Edenilson conduzia um veículo Honda Civic de cor prata, quando colidiu de frente com uma carreta conduzida por Renato, que não teve o nome completo divulgado.

O condutor da carreta disse que estava no sentido Norte/Sul quando viu o carro, que estava no sentido contrário e na contramão. Ele tentou desviar, jogando a carreta para o outro lado da pista, mas não conseguiu evitar a colisão. Uma testemunha ocular do acidente confirmou a versão de Renato.

A vítima morreu prensada entre as ferragens e o banco do motorista. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) atendeu a ocorrência, realizou o teste de bafômetro no condutor da carreta, que deu negativo.

No local do acidente a Polícia constatou que a pista está em manutenção e existe um pequeno desnível na rodovia, mas ainda não se sabe se esta foi a causa do acidente.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do bairro Piratininga como acidente de trânsito provocado pela própria vítima.




Pois é pagamos imposto para isso ............. mas que a justiça seja feita.
Pai te amo, vamos lutar pelo nossos direitos.
 
Kamila Borba em 24/09/2013 21:20:10
Infelizmente todas as semanas vem acontecendo acidentes na 262, inclusive com mortes e neste trecho. Precisamos de recapeamentos, mas que sejam feitos corretamente, pois em vários trechos e inclusive onde vem ocorrendo os acidentes tem defeitos na pista, e precisamos também de redutores de velocidades ou lombadas comuns; pois junto a este trecho tem o bairro onde as pessoas utilizam a 262 como acesso mais rápido ao centro da cidade. Precisamos que o poder publico olhem por nós que pagamos impostos tao caros e a retribui nunca vem a contento.
 
roilene matos em 01/09/2013 11:29:31
Esses "degraus" que o DNIT está deixando na rodovia durante as obras de recapeamento está muito perigoso, faz com que o carro não retorne facilmente para a sua mão de direção, após uma ultrapassagem.
 
Luciano Silgueiros em 01/09/2013 09:24:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions