A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

04/03/2013 07:07

Homem se nega a fazer bafômetro, mas exame no Imol confirma embriaguez

Paula Maciulevicius

Um homem de 68 anos foi preso na noite deste domingo, depois de provocar um acidente na rua da Candelária com a 9 de Julho, na Vila Ipiranga, em Campo Grande. Américo Domingues dirigia uma Montana sem carteira de habilitação e depois da batida, se negou a fazer o teste do bafômetro, mas uma exame no Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal), constatou que ele estava alcoolizado.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

No cruzamento das ruas na Vila Ipiranga, o condutor da Montana bateu em um Agile. O motorista do outro carro também se negou a fazer o teste do bafômetro e os dois foram encaminhados pela Polícia de Trânsito até à Delegacia de Polícia Civil de plantão, a Depac Piratininga.

A pedido da delegada de plantão, os dois foram levados até o Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal) e submetidos a exames clínicos. Segundo laudo médico, o motorista da Montana, Américo Domingues, dirigia sob efeito de álcool. Ele foi preso e vai responder por conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada por influência de álcool.




E mais, o indivíduo terá que pagar pelos exames laboratoriais, pois o Estado disponibiliza o bafômetro, que é gratuito. Portanto, se não quiser se valer do menos oneroso, que o faça pelo mais oneroso e pague...
 
Edson Chaves em 04/03/2013 10:21:39
A Lei ainda precisa de mais ajuste: Não quis fazer o exame, derruba no chão e faz na marra; feriu alguém, além das punições atuais, mas perda do veículo para pagar os danos e despesas do Estado na Ação.
 
luiz alves em 04/03/2013 07:35:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions