A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

13/03/2012 17:48

Em vez de disciplinar, proteção ao pedestre tumultua trechos no centro

Elverson Cardozo

Falta de informação, conscientização e educação aparecem entre as principais reclamações de pedestres e motoristas

No centro de Campo Grande, motoristas disputam espaço com pedestres. (Foto: João Garrigó)No centro de Campo Grande, motoristas disputam espaço com pedestres. (Foto: João Garrigó)
Confusão em cruzamento virou rotina. (Foto: Elverson Cardozo)Confusão em cruzamento virou rotina. (Foto: Elverson Cardozo)

Se uma campanha educativa “pegou”, ainda é cedo para falar. O que se percebe é que pelo menos alguma diferença surgiu, seja positiva ou negativa, no campo das críticas ou elogios. Implantada em Campo Grande no final do ano passado, a campanha “Pedestre, eu cuido!” divide opiniões e, na prática, vem provocando confusão entre motoristas e pedestres, principalmente em trechos centrais de maior tráfego.

Têm quem afirme que é visível, em tão pouco tempo, o respeito por parte dos condutores. Outros acham que o trânsito virou uma confusão e que do jeito que estava era bem melhor. Há ainda as reclamações de que a divulgação da campanha não foi satisfatória.

Motorista há 18 anos, a dona de casa Ivone Nogueira da Costa, de 67 anos, diz, sem relutar, que o trânsito virou uma bagunça. Na hora de dirigir encontra dificuldade. “O pedestre não sabe se o motorista vai atravessar ou não. E dá confusão para o motorista”, afirma. “Tem que obedecer o semáforo”, finaliza.

Wanderlei de Macedo Molina, 53 anos, compartilha parte da opinião. Para o auxiliar administrativo externo, que também presta serviços ao Detran (Departamento Estadual de Trânsito), a campanha dificilmente é respeitada.

“Não sei se é falta de informação ou falta de educação dos motoristas”, comenta. Para Wanderlei o que falta é conscientização e educação no trânsito.

Para a funcionária pública Lionicia Paula Ribeiro, que tirou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) há cerca de 4 meses, houve uma melhora significativa. “Antes se você ameaçasse passar, eles [os motoristas] passavam por cima. Hoje eles param”.

Lionicia afirma que a iniciativa é válida, porque a “lei é muito rigorosa”. “Mas ninguém respeita”, reitera. Mas a culpa de desrespeito no trânsito não é atribuída exclusivamente a condutores.

Motorista de caminhão há 5 anos, Paulo César Rocha, de 29, reconhece a importância do projeto, mas afirma que alguns pedestres não cuidam da própria vida. “Tem uns que põe o pé na faixa e já vai entrando”, disse.

“Não sei se é falta de informação ou falta de educação dos motoristas”. (Foto: João Garrigó)“Não sei se é falta de informação ou falta de educação dos motoristas”. (Foto: João Garrigó)

Compartilhando da mesma opinião, o garçom Antonio de Freitas Nascimento, de 49 anos, afirma que os pedestres precisam de informação. Muitos, comentou, não dão sinal de que vão entrar na faixa. “Entram e acham que estão no direito”, afirma.

Resultados - Segundo a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), a campanha já apresenta bons resultados para uma cidade que não tinha esse tipo de cultura no trânsito.

Até agora, mais de 480 motoristas foram notificados. Apesar da novidade na Capital, a lei, que faz parte do Código de Trânsito Brasileiro, existe desde 1997 e é seguida em outras cidades do país.

Segundo a chefe de Divisão de Educação para o trânsito da Agetran, Ivanise Rotta, a implantação tardia em Campo Grande está relacionada à falta de estrutura na Capital, o que melhorou com o surgimento do projeto e união de forças.

A fiscalização é itinerante e geralmente se concentra em pontos mais críticos, onde há grande número de pedestres ou situações de desrespeitos, como a região do camelódromo, próximo à Morada dos Baís, e avenida Afonso Pena com a rua Arthur Jorge.

Sobre a divergência de opiniões, Ivanise Rotta afirma que é uma questão cultural, mas que aos poucos motoristas e pedestres vão se acostumando, até perceberam que é um “caminho sem volta”.

“Para pessoas que acham que a vida é mais importante que a fluidez no trânsito, é excelente. Para quem é individualista e acha que o trânsito tem que fluir só para o carro, eles não vai gostar”, argumentou.

Campanha – A campanha “pedestre, eu cuido!” teve início em novembro de 20011 e é promovida por meio de uma parceria entre o Detran-MS, Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) e demais entidades que compõe o GGIT (Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito).

O objetivo é conscientizar motoristas sobre a preferência de pedestre na travessia feita na faixa. A primeira etapa foi desenvolvida junto aos motoristas, primeiro em fase educacional, depois, aplicando notificações.

Campanha “Pedestre, eu cuido!” começa hoje em 60 escolas da Capital
A partir desta segunda-feira (13) a campanha “Pedestre, eu cuido!” inicia nova etapa e vai para dentro de escolas particulares e públicas de Campo Gr...
Campanha "Pedestre, eu cuido" registra mais de 400 notificações
Entra as infrações, estacionar na faixa e não dar preferência ao pedestre são dois dos maiores motivos de notificaçãoA Polícia Militar de Trânsito e...
Governador vai a lançamento de campanha para respeito ao pedestre
O governador André Puccinelli (PMDB) tem um compromisso público agendado para esta quinta-feira (10). Agora pela manhã, às 8h30, Puccinelli participa...



Interessante que ontem, observei uma cena que pedestre transitava na faixa onde o semáforo estava aberto, percebi que ele não entende que quando existem os semáforos preferência para os carros. Li alguns comentários por aqui, e vi alguém que já observou essa sena.
 
Maria sarmento em 23/10/2013 11:47:42
nas vias d transito rapido como a av gury marques pedestre não deveria ter preferencia pois os veiculos são obrigados a freiar bruscamente ocasionando colisão trazeira. o ideal seria passarelas elevadas e não faixa de pedestres, outro absurdo no transito de c. grande é a saida da UFMS na av costa e silva, porque não utilizar o viaduto do estadio morenão p retornar e pedestres atravessar c seguranç
 
marcos pinheiro em 21/03/2012 07:18:44
tem pedestre abusando atravessando com sinal verde e achando que esta certo. ficou confuso falta mais esclarecimentos.
 
antonio carlos da silva lima em 15/03/2012 08:45:50
Quanto ao comentário do Filipe, lembro que, em Buenos Aires, era comum a faixa estar um pouco afastada do cruzamento propriamente dito e, para os motoristas que faziam a conversão, havia outro semáforo antes dessa faixa, justamente para a travessia de pedestres. É uma questão de planejamento e de pensar o trânsito, também para os pedestres. Mas, acho que, em Campo Grande, seria pedir muito...
 
Mário Katayama em 14/03/2012 12:35:43
é necessa´rio oreintar os pedestres quanto ao silaneiro, quando abre o veiculo precisa seguir, o centro ta ficando meio embolado!!!
 
daniela dias em 14/03/2012 12:32:21
E preciso orientar o pedestre que onde há sinaleiro ele precisa respeitar o sinal, tá dificil, ja fui xingada no centro, abriu o sinal, o pedestre entrou e gritou...respeita a faixa mal educada!!! tá meio bagunçado ainda!!! mais vai funcionar!!
 
daniela rodrigues em 14/03/2012 12:29:01
sou motorista e concordo com a lei do pedreste so vou citar um exemplo av; zarhan as faixas no meio da quadra estao erradas pois deveria ter semaforos para pedrestes pois tem pedrestes folgados ke atravessam do nada ali e podem causar graves acidentes pois o veiculo da frente ve a faixa e o carro de traz naum ve o pdreste passar e bate no veiculo da frente freia do nada por causa do pedreste.
 
jeancasius de arruda russo em 14/03/2012 11:43:59
Sempre achei muito melhor andar de bicicleta no centro de campo grande, pois assim é mais rápido e as chances de prejuízo são menores (guardas de transito,dificuldade de estacionar, transito intenso de carros e pedestres, desrespeito e intolerância).
Andar de carro em CG fica cada dia mais dificil, caro e metódico.
Os pedestres tambem precisam esperar o momento correto para atravessar !!
 
Ricardo Schell em 14/03/2012 11:20:21
Se os responsáveis pelo trânsito fossem pouco mais preparados, saberiam que a idéia copiada de Brasília não tem cabimento aqui em CG. Brasília foi propositalmente projetada para não ter muitos pedestres nas ruas, daí porque lá o sistema dá menos errado. E os locais onde se colocaram as faixas aqui é errado. Não se enxerga o pedestre, que fica atrás de outros carros ou ônibus.
 
Carlos Oliveira Cardoso em 14/03/2012 11:05:18
Aderir a qualquer lei a respeito de trânsito é complicado, precisa ainda muita educação e cortesia aqui, mas o quero frisar em meu comentário, na verdade é um pedido, por favor façam uma reportagem mostrando o respeito dos motoristas em frente a faculdade da Unaes, na Av. Fernando Correia da Costa, no período noturno, então... vocês contemplarão o que é desrespeito com os pedestres.
 
Shirley Cristina Portilho em 14/03/2012 10:59:14
Somente os condutores são notificados.
E os pedestres abusados? O que se vê muito são pedestres atravessando a faixa falando ao celular, conversando, e o que é pior, com o sinal aberto aos motoristas.
O problema, como sempre, é a criação de lei sem o devido esclarecimento de sua finalidade.
 
ricardo rodrigues em 14/03/2012 10:39:36
GOSTARIA QUE TIVESSE GUARDAS DE TRANSITO NA ESQUINA DA QUINZE COM A TREZE ALI VCES VAO VER QUANTA BESTEIRA É FEITA QUANTO OS PEDESTRES QUANTO OS MOTORISTA É UM ABSURDO!! TEM O ESTACIONAMENTO DA FARMACIA PAGUE MENOS QUE TUMULUA O TARNSITO A TODO MOMENTO NINGUEM VE ISSO!!!ACORDA AGETRAN!!!!!!!!!!!!
 
audete giaretta em 14/03/2012 10:39:27
olha tem muito a ser feito em campo grande educaçao para todos
essa campanha para atravessar na faixa foi muito de ma qualidade os pedestres nao sabem que tem que esperar o sinAL FECHAR ONDE TEM SINAL DAI ATARVESSAR ELES QUEREM QUE OS CARROS PAREM MESMO TENDO SINAL VERDE PARA OS VEICULOS TEM QUE FAZER MAIS CAMPANHAS EDUCATIVAS SERA QUE OS GOVERNANTES AINDA NAO PERCEBERAM ISSO?!!!! ACORDA
 
audete giaretta em 14/03/2012 10:36:32
O planejamento urbano na cidade é uma vergonha, simplesmente péssimo, não dá para implantar um sistema avançado assim... faixas nos quatro cantos dos cruzamentos é errado, como o trânsito flui assim? E como o pedestre atravessa com segurança? Impossível! O problema realmente seria resolvido se o planejamento urbano da cidade fosse revisto. Morei em Brasília 12 anos e lá não há faixas nos 4 cantos.
 
Carolina Souza em 14/03/2012 10:25:39
O pedestre precisa saber que onde tem semáforo, prevalece a indicativa do semaforo, caso contraio o transito de veiculos pára. Ontem mesmo presenciei isso na saida da 14 com a Afonso Pena, o pestre continuou a passar mesmo com o sinal aberto para o veiculo. Parece que não está claro quando e onde o pedestre pode entrar na faixa.
 
Alaide Riboli em 14/03/2012 10:17:18
Semafaro com o terceiro tempo para PEDRESTRE UGERNTE, se tivesse não haveria problema.
 
Enilda Possas em 14/03/2012 09:29:07
E Ridiculo , esta historia de lei de pedestre , ja que querem melhorar entao de uma cartilha para os pedestre tambem como os motoristas teve que estudar o pedestre tambem tem que saber as leis de transito , na minha opiniao o pedestre tem que parar par o carro passar sempre foi assim agora ficam inventando moda para arrancar dinheiro do motorista chega de roubar os motoristas.............
 
rose marques em 14/03/2012 09:25:33
Não li todos os comentarios somente a reportagem.Acho muito legal essa parte de respeito com pedestre, boa iniciativa, sei que em paises para fora funciona bem.Mas concordo com o motorista que diz que o pedestre não cuida da propia vida. Outro dia esta descendo a afonso pena o sinal esta verde para os carros e os pedestres continuava passando como se nada estivesse acontecendo.Dai fica dificil né
 
Ester Balbuena em 14/03/2012 09:24:58
É PRECISO MAIS DIVULGAÇÃO, BASTANTE DIVULGAÇÃO, POIS O PEDESTRE AINDA NÃO ENTENDEU, QUE NOS SEMÁFOROS PREDOMINA O SEMÁFORO, ONDE NÃO TEM SEMÁFORO AÍ SIM, A FAIXA DE PEDESTRE, DEFRONTE A RODOVIÁRIA NOVA, É UM VEXAME, POIS OS PEDESTRES ESTÃO ABUSANDO DA QUALIDADE, FAZENDO VERDADEIROS TUMULTOS, O PEDESTRE TAMBÉM PRECISA SER PENALIZADO PARA PODER ENTENDER, QUE NÃO É ABSOLUTO, MAIS DIVULGAÇÃO.
 
PEDRO BRAGA em 14/03/2012 09:16:26
parece que a falta de comunicação com a população sobre essa faixa de pedestre,deve ser pra matar mais no transito.
veja bem sinal aberto,eu faixa central da av.14 com av.afonso pena,um senhor sem dar sinal de mão foi travessando com estivesse dentro da sua sala de jantar,não posso dar uma frenagem brusca pois tem carro atras do meu,não posso desviar parei no limite de matar esse senhor.
 
valdenir nunes em 14/03/2012 09:10:00
Bem, se o pedestre não ajudar na fluidez do trânsito, respeitando seu tempo de passagem e a faixa, é melhor que seja proibido o trânsito de veículos, nas vias de Campo Grande, pois se não houver o bom senso de ambas as partes, o bicho vai pegar. mortes e processos.
 
Adão dos Reis em 14/03/2012 08:55:30
Tem pedestre passando no sinal aberto para os carros com o peito estufado,como quem diz opa a preferencia é minha.Ta errado cidadão ,espera o sinal fechar para os carros ,ai sim vc tem a preferencia.Somente em casos de esquinas que não tem o tempo para os pedestre que vcs tem preferencia.Agetram coloca os amarelinhos na rua pra orientar os pedestre,não é só ficar multando o povo não.
 
alessandro dos santos em 14/03/2012 08:50:35
Falta educação por parte de: motoristas, pedestres, ciclistas, motociclistas e inclusive do poder público que peca na falta de fiscalização mais intensa. A verdade é que as pessoas estão se afastando do centro da cidade, tudo que posso fazer no meu cotidiano fora do centro da cidade é uma solução muito mais rápida.
 
CLAUDIO MOREIRA em 14/03/2012 08:44:19
Na minha percepção todo o problema começou com a falta de visão no planejamento da campanha e piorou com a divulgação.Foi massificada a informação de q o pedestre deve ser respeitado e q o motorista deve parar na faixa e ponto.Td pedestre agora se acha no direito de parar em qualquer faixa.N foi reforçada a informação de q em quais condições essa regra deveria ser aplicada e a confusão foi formada
 
Julia Roberta em 14/03/2012 08:34:58
Pedestre tem preferência na faixa de pedestre sim porém, quando não houver semáforo, caso este em que o pedestre deverá aguardar para si o sinal verde. Não custa nada o motorista, ao parar na faixa, acender o pisca-alerta, bem como o pedestre, quando quiser passar na faixa sem semáforo, estender as mãos pedindo passagem. A exemplo de outras cidades,desse jeito funcionaria bem!
 
Erick Martinez em 14/03/2012 08:30:18
Eu acho que falta mais trabalho de conscientização para todos. Pedestres e motoristas.
No centro virou uma bagunça, pois o pedestre não sabe que onde tem semáforo, o mesmo tem que ser obedecido. E onde tem somente a faixa, tem que ser dado a preferência ao pedestre, mas na Na Gury Marques, isso não possível, ou vc morre ou um monte de carro batem!
 
Cleide Oshiro em 14/03/2012 08:25:41
É de fácil solução o problema que está causando o cruzamento entre a 14 e Afonso Pena (Praça Ari Coelho). Se colocar um semáforo de 3 tempos resolve. 1º Tempo para o fluxo da 14; 2º tempo para o fluxo da afonso pena e o 3º tempo para o fluxo dos pedestres em todas as faixa.
Simples não.
 
Henrique Ricardo em 14/03/2012 08:21:34
agora "alguns" pedestre estão se achando, até quando o sinal esta verde para os carros eles acham que tem direitos em atravessar as faixas ai fica dificil, se for esperar todos os pedestres que estão em circulação na cidade passar os carros ficaram estacionados no meio da rua, pois os pedestres não são organizados eles vem de um em um ai fica dificil de ficar esperando aquela fila que nunca acaba.
 
JOSE CARLOS MARANI em 14/03/2012 07:40:12
Eu aprendi com meus pais que antes de atravessar a rua teria que olhar para os dois lados e só atravessar se não visse carro,hoje em dia os carros tem que sair para as pessoas passarem.Cadê aquela frase que dizia"cada um na sua,pedestres na calçada e carros na rua"Está havendo uma inversão de valores ai hein...politicos façam leis para melhorar e não para piorar.As eleições vem aí hein..........
 
Valdeir Guaripuna em 14/03/2012 07:31:56
Rua é lugar de carro, calçada é de pedestre, quando um destes precisar cruzar a preferencial do outro, que seja respeitada esta situação. Antigamente era assim e não tinha esta bagunça.
 
edson navarini em 14/03/2012 07:00:41
Sinceramente, ficou muito bom como está agora. A pessoa já está a pé e ainda tinha que dar preferência aos carros? Convenhamos. Só deve ter ficado ruim para os motoristas que tem muita "pressa".
 
Nehemias Lili em 14/03/2012 03:18:55
A campanha está errada! Se tem sinal é pra respeitar o sinal e pronto. Então pra que sinal? Se a faixa é sem sinal o pedestre deve sinalizar pedindo passagem e o motorista para. Vim de Brasilia e lá é assim. O problema aqui é que faixas nos quatro cantos dos cruzamentos é errado. Só pode ter faixa em cruzamento onde tem sinal, se o pedestre quer ir para o outro lado ele vai até onde tem a faixa.
 
Mauricio Almeida em 13/03/2012 11:55:25
uma perfeita zona na faixa do pedestre sem semafaro sabemos que temos que parar com risco de alguem lhe acertar mais paramos, mais um exemplo na Afonso Pena o sinal esta aberto para voce entrar na 14 de julho mais param o transito para esperar a boa vontade do pedestre em esperar um pouquinho para nao tumultuar ainda mais o transito e a fila na Afonso Pena crescendo como em outras tambem .
 
thamy Thaynara em 13/03/2012 10:38:05
O que falta mesmo é um projeto de educação para o trânsito e para a vida ai fora nas escolas desde o ensino fundamental, aprender ler e escrever só, não basta, precisa se aprender outras coisas que vamos usar o resto da vida, trânsito não é coisa de carro apenas, todos circulam pelas ruas.
Educação faz bem e isso tá longe no Brasil.
 
Oswaldo Benites em 13/03/2012 10:30:25
Falta educar um pouco mais alguns pedestres, com certeza. Na área central, como já disseram, é mais que necessário que os semáforos tenham um tempo para o pedestre. Em avenidas como a Gury Marques, onde a velocidade é maior, tem que haver semáforos junto as faixas pois, com o volume de veículos, tem havido muitos acidentes nesses pontos. Será que é tão difícil os engenheiros visualizarem isso?!?!?
 
Gladis Caramalac em 13/03/2012 10:24:14
Interessantes e oportunos os comentários postados neste site. É muito importante dizer que não existem VILÕES nesta história! São anos e anos de vícios dos motoristas e pedestres. Morei em Brasília e o exemplo de lá é muito interessante. Os carros sinalizam com o pisca-alerta e os pedestres sinalizam aos carros com o SINAL DA VIDA, aguardam sua parada e então atravessam...o respeito é mútuo!!
 
Manuel Souz em 13/03/2012 10:19:12
Campanha mal feita. É certo parar para pedestre, e sempre paro, mas...
a campanha dá a impressão que pedestre sempre tem direito de atravessar. No entanto, não é bem assim. Este direito só existe onde não tem semaforo. Onde tem semaforo, o pedestre deve respeitar.
Em relação aos cruzamentos no centro: carro que vira sempre tem que dar preferencia. Não é preciso introduzir tempo morto, Mario, Ezio.
 
Marcos da Silva em 13/03/2012 09:37:03
MEDIDA PALEATIVA, mais uma por sinal...ta tudo confuso, atrapalhado, PERIGOSO... na Av Gury Marques por exemplo, tem acidentes "TODOS OS DIAS", pq somente pintaram o chão e disseram "ATRAVESSA QUE (DEUS) CUIDA", e sinalização antecipando a faixa NÃO colocaram, ali é prolongamente de Rodovia Interrestadual, vem gente de todo o lugar, e isso resulta insegurança pra todos. Imperícia da Agetran!!!
 
Daniel Monfardini em 13/03/2012 09:33:48
Aquele trecho da 15 de Novembro sentido Mercadão Municipal está um caos... por favor autoridades... verifiquem o que pode ser feito.
 
Nayane Morais em 13/03/2012 09:30:14
TODOS SOMOS PEDESTRES
Somente sou favorável que, como melhoria, as faixas de locais como o Centro sejam posicionadas no meio da quadra, pois está muito perigoso atravessar com carros virando (exemplo Rui Barbosa x Afonso Pena) e está perigoso como condutor também, pois o risco de colisão traseira está muito alto...
 
Filipe Alberto em 13/03/2012 08:56:30
Em minhas andanças no centro da cidade, tanto de carro quanto à pé, tenho notado que falta orientação efetiva tanto ao pedreste quanto ao motorista de forma materializada através de desenhos animados mostrando os direitos e responsabilidades de cada um. a maioria dos motoristas não respeitam a faixa quando vão convergir e o pedreste não se sente seguro para avançar.
Mostrem através da midia.
 
José Inácio schwanz em 13/03/2012 08:49:56
O que acontece em Campo Grande é a falta de sincronização nos semáforos. Em qualquer cidade um pouco evoluída o sistema é implantado e funciona bem para motoristas e pedestres. Aquí quando fecha o sinal para uma rua já abre para outra sem dar um intervalo suficiente para se cruzar na faxia de pedestre. Aliás tem faixa que é só enfeite.
 
Ezio Jose em 13/03/2012 08:48:39
eu como motorista morro de medo disso na Zahran, por que imagina a seguinte situação: voce está na zahran com outro carro colado em vc (o que é comum) e outro na faixa ao lado se aproximando, de repente o pedestre te faz sinal a passar, quem garante que se eu parar não vai dar uma falsa impressão de segurança ao pedestre que ele pode atravessar? e se que o carro que vem na outra faixa não parar?
 
elisangela freitas em 13/03/2012 08:39:29
concordo plenamente com a campanha, mas os engeinheiros de trânsito poderiam facilitar e não colocar as faixas de pedestres nas entradas das quadras, e sim no meio ou no fim, por isso o cruzamento fica uma bagunça, se vc parar no cruzamento pra dar passagem ao pedestre corre o risco de fechá-lo, é so uma questão de organização.
 
ana lucia em 13/03/2012 08:36:01
TEMOS QUE LEMBRAR QUE TODOS SOMOS PEDESTRES E TEMOS QUE TOMAR CUIDADOS NAS RUAS TEM PEDESTRE QUE PASSA FORA DA FAIXA E FICA BRAVO COM O MOTORISTA
 
claudinei braz em 13/03/2012 08:32:31
O problema é que querem educar somente os motoristas e não os pedestres. A quantidade de engavetamento que aconteceu desde o inicio da campanha ninguém divulga , isso porque agora os caras acham que podem atravessar na faixa quando quiserem e os carros são obrigados a parar. Essa campanha tem quer ser levada a sério por todos. Que tal os guardas de transito chamar atenção dos pedestres também...
 
denise sousa em 13/03/2012 08:25:26
Residi em Brasilia por 3 anos, e verifiquei que tanto os pedestres quanto os condutores tem que ter consciência... (aqui alguns pedestre entram na faixa mesmo
com sinal fechado) não é questão de dar sinal para entrar na faixa,
mas não custa o pedestre fazer esse sinal, bem como os condutores ligar sinal de alerta ao chegar na faixa...É UMA QUESTÃO DE EDUCAÇÃO... A VIA É PARA TODOS...
 
alci olidio da silva em 13/03/2012 08:10:49
Na Av. Gury Marques, próximo ao terminal Guaicurus, passarelas elevadas seriam mais seguras do que as faixas que estão sendo pintadas em vários locais e que estão servindo, também, para muitos motociclistas utilizarem como atalho. Assim como as faixas contínuas que foram pintadas em diversas vias, nesse caso, também, parecem querer resolver os problemas de trânsito com um pouco de tinta, apenas!
 
Mário Katayama em 13/03/2012 07:41:31
Além da confusão citada por alguns entrevistados, já presenciei colisões e quase colisões por conta dessa mal elaborada campanha. No centro da cidade, bastava ter o tempo do pedestre, fechando os sinais em todas as direções, ao mesmo tempo. E as rotatórias, como os pedestres conseguem atravessar ? Na verdade, até mesmo os carros têm dificuldades de adentrá-las em determinados horários.
 
Mário Katayama em 13/03/2012 07:36:41
O Código de Trânsito afirma que a preferência de travessia na faixa é do pedestre e que não é necessário fazer nenhum sinal para atravessar. Assim como em qualquer país desenvolvido, cabe ao motorista trafegar em velocidade compatível e ficar atento aos pedestres atravessando!
 
Luiz Pereira em 13/03/2012 06:21:56
Olha sou pedestre, e concordo sim com esta campanha mas tem muitos pedestre que abusam sim pois a motorista tem que dar preferencia onde nao tem semaforo, ai voce anda la no centro e um monte de gente atravessa junto com o carro e com o sinal aberto isso é muito errado.. Os pedestre tem que se concientizarem,.
 
Livia Carol em 13/03/2012 05:55:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions