A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

11/08/2014 09:35

Imprudência causou tragédia; casal morto veio comemorar Dia dos Pais

Renan Nucci e Francisco Júnior
Três veículos se envolveram em acidente na BR-163. (Foto: Marcos Ermínio)Três veículos se envolveram em acidente na BR-163. (Foto: Marcos Ermínio)
Pista foi parcialmente interditada e causou engarrafamento. (Foto: Marcos Ermínio)Pista foi parcialmente interditada e causou engarrafamento. (Foto: Marcos Ermínio)

O acidente ocorrido na manhã desta segunda-feira (11) na BR-163, próximo ao distrito de Anhandui, em Campo Grande, foi causado por imprudência. Segundo testemunhas, o carro Ford Escort em que estavam duas vítimas seguia em alta velocidade, "costurando" entre outros veículos. O casal, que morreu na colisão, voltava da comemoração do Dia dos Pais na Capital.

Veja Mais
Criança de cinco anos é a terceira vítima fatal de acidente entre três carros
Colisão com três carros na BR-163 mata casal e deixa oito feridos

Ao realizar uma ultrapassagem arriscada, o Escort invadiu a pista contrária e acertou em cheio um Fiat Uno. O impacto violento matou instantaneamente Francisco Mendes Marques, 70 anos, e a esposa Alzira de Oliveira, 62 anos. Uma menina de cinco anos que estava com os pais no Uno ficou gravemente ferida, e morreu a caminho do hospital, dentro de uma ambulância.

Hildebrando Azevedo, 48 anos, disse que quase foi atingido pelo Escort. Emocionado, ele relatou que conseguiu fazer uma manobra evasiva a tempo de evitar a batida, mas que o colega, João Porto, motorista do Uno que vinha logo atrás, não. “O Escort estava muito rápido, acima de 100 (quilômetros) por hora e fazia ultrapassagens perigosas, invadindo a pista contrária”, explicou.

Os corpos de Francisco e Alzira ficaram presos entre as ferragens. Eles são de Santa Cruz de Monte Castelo, interior do Paraná, e voltavam para a casa após passarem o Dia dos Pais com os três filhos na Capital sul-mato-grossense. João Porto e a esposa, pais da menina, também se feriram e foram levados para a Santa Casa, mas não correm risco de morte.

Um Fiat Pálio com cinco pessoas da mesma família esteve envolvido. O carro vinha logo atrás do Uno, e após o impacto, não conseguiu frear a tempo e bateu na traseira. O condutor, Paulo Ferreira dos Santos, 40 anos, a mulher dele, Tereza da Silva Ferreira, 48 anos, a irmã Rosália Ferreira da Silva, 38 anos, e os filhos de 14 e 16 anos tiveram apenas escoriações. Paulo confirmou as declarações de Hildebrando, assim como outros motoristas que trafegavam pelo local no momento do acidente.

O trânsito está congestionado naquela região. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) precisou interditar parte da pista para que o Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) fizessem o resgate das vítimas. Também foi preciso jogar água sobre o combustível esparramado pela via, a fim de evitar incêndio e explosão.




Mais um IRRESPONSÁVEL, tira a vida de uma criança e, mesmo os pais estando vivos morreram por dentro perdendo a filha!
 
Silvio Cesar Siravegna em 11/08/2014 12:39:45
A maioria dos carros brasileiros são verdadeiras maquinas assassinas, não tem estrutura de colisão, não tem dispositivos de segurança, esse novo Uno é uma porcaria no quesito segurança, se os carros deste acidente fossem americanos, talvez nem haveria mortos.
 
Marcos Wild em 11/08/2014 11:10:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions