A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

14/12/2012 07:35

Instrutor de trânsito atropela pedestre em avenida

Paula Maciulevicius e Luciana Brazil
Instrutor foi socorrido pelo Samu e levado para o posto Vila Almeida, com fortes dores na cabeça e tórax. (Foto: Luciana Brazil)Instrutor foi socorrido pelo Samu e levado para o posto Vila Almeida, com fortes dores na cabeça e tórax. (Foto: Luciana Brazil)

O instrutor de trânsito Faustino Alves Cabreira, 50 anos, atropelou uma mulher que atravessava a via, na avenida Dom Antônio Barbosa, esquina com a rua Joaquim Lacerda, no bairro Manoel Taveira, em Campo Grande. O acidente foi por volta das 7h da manhã desta sexta-feira.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Faustino seguia de motocicleta, sentido Detran com uma aluna que iria realizar a prova de motorista. Segundo o instrutor a mulher entrou de repente da frente. “Não deu pra ver”, disse.

A mulher foi levada em estado grave para a Santa Casa.

O trânsito na região está tumultuado. Policiais de Trânsito tentam organizar o fluxo na via, que neste horário concentra movimento. Na pista, havia bastante sangue.

No local onde pedestre foi atingida, marcas de sangue. (Foto: Luciana Brazil)No local onde pedestre foi atingida, marcas de sangue. (Foto: Luciana Brazil)

Conforme o Samu, a aluna que estava na garupa da moto, Natalia Bedin, 22 anos, foi levada para a Santa Casa. Ela se queixava de dores e chegou a ficar inconsciente por alguns minutos.

No local compareceram também dois instrutores de trânsito, colegas de Faustino. A colega Marta Cavalcante, 28 anos, contou que quando Faustino já estava na viatura para ser levado, ouviu a aluna relatando muitas dores e trocou de lugar com ela. Pedindo para que a ambulância do Bombeiro atendesse primeiramente a jovem.

Com dores na cabeça, joelho e tórax, ele seria levado para o posto de saúde do Vila Almeida.




nossa q lindo,maravilhoso,estão todos d parabéns pois tá td mundo metendo o pau nos instrutores,más é sem sombra d duvida q é bem + facil esculachar os instrutores d campo grande pois eles são o braço menor e + fraco dessa briga que se chama"transito" do q cobrar das autoridades + investimentos em vias,sinalizações e principalmente na educaçao das pessoas ou seja na cordialidade no transito,pois o q muitos d vcs não sabem é q instrutores d transito são chingados,agredidos e ridicularizados por motoristas nas vias publicas d campo grande diariamente por parar em uma parada obrigatória ou por respeitar o limite d velocidade da via ou até mesmo por parar em 1 faixa d pedestres,galera os instrutores não são Pais d ninguem são apenas profissionais q levam conhecimento d transito até vc #reflita
 
Augusto Cyles em 15/12/2012 14:59:52
Por essa pessoa ser um instrutor de auto escola,foi um tanto quanto desatento ao acontecido né? O acidente foi dois palmos depois da faixa,tinha uma rua inteira do lado esquerdo e um enorme espaço do lado direito também da pista. O que ele fazia,ou no que prestava atenção que não viu uma pessoa atravessando a rua???? Quando se está de moto a visão da rua é muito mais ampla,e de melhor resolução. Falta de atenção sera?! Á km de distância da pra ver alguém atravessando..
E outra,qual a velocidade que esse individuo trafegava??? O acidente foi muito grave,minha Tia está entre a vida e a morte,por uma falta de atenção na minha opinião dessa pessoa.
 
Gabriela Barbosa em 14/12/2012 20:54:46
FOI FALADO SOBRE O INSTRUTOR, A ALUNA.... MAS QUAL SERÁ A VELOCIDADE QUE ELE ESTAVA? QUE INSTRUTOR, HEIN.... TAVA ENSINANDO DIREITINHO A ALUNA A ANDAR EM ALTA VELOCIDADE E SER MAIS UMA DELINQUENTE NAS RUAS DESSA CIDADE... QUANTO A PESSOA ATROPELADA, MÃE DE FAMILIA, QUE ESTAVA INDO TRABALHAR E SE ENCONTRA EM ESTADO GRAVE NO HOSPITAL, ISSO NINGUEM FALA NÉ!!!!!! SER´QUE VAI SER MAIS UMA FAMILIA DESTRIUDA POR CAUSA DESSES MOTOQUEIROS NEGLIGENTES QUE ANDAM PELAS RUAS DE NOSSA CIDADE!!!!! E PIOR AINDA O MOTOQUEIRO CITADO ENSINA PESSOAS A PILOTAR.... ONDE VAMOS PARAR DESSE JEITO... QUEM DEVERIA SER EXEMPLO NESSA HISTORIA E ESTAR ANDANDO COM CAUTELA???//
FICA AQUI A MINHA INDIGNAÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
ADRIANA SANTOS em 14/12/2012 20:47:09
Outro dia vi um instrutor de uma determinada auto escola me ultrapassar pela direita na propria Euler de Azevedo com uma motocicleta de aula toda caracterizada, não acreditei no que vi, os que deveriam ensinar corretamente, fazem errado! fora os carros cujo instrutores veem o aluno fazendo mer.... e deixam rolar, em outra situação estava em um "trevo" preferencial e um carro de auto escola vei me fechou e foi embora, quando olhei o instrutor estava ao lado e não fez nada, isto é um absurdo, que fim levará o transito de Cpo Gde???????????
 
Adauto Correa Lima Jr em 14/12/2012 14:52:05
Sempre passo pela Euler de Azevedo e fico indignada com a forma que instrutores dirigem! Em alta velocidade, ultrapassam em local proibido (principalmente as motos)! Eles deveriam dar exemplo!
 
Ana Oliveira em 14/12/2012 12:20:47
Gostaria de saber a velocidade, que esse motociclista trafegava.
Provavelmente, essa aluna ficará com trauma. Isso ocorreu comigo alguns anos atrás, quando fui fazer inclusão ( Cat. A), o "instrutor não andava , voava, quebrei o braço e a mão. Depois soube, que o tal instrutor já havia envolvido em três outros acidentes.
Para ver ABSURDOS... cometidos por instrutores de moto, basta ficar pela manhã observando a Ernesto Geisel c/ a Clemente Pereira (extensão da MT). Fazem conversão sem seta ligada, ultrapassam pela direita, forçam passam,etc...tudo isso com alunos na garupa, é mole?isso justifica o indice altíssimo de acidentes, envolvendo motociclista na capital.
 
Neyde de Oliveira em 14/12/2012 09:57:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions