A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

26/12/2012 18:41

Internações provocadas pelo trânsito custam R$ 1,8 milhão em MS

Nícholas Vasconcelos
MS registrou 2.137 internações por ocorrências de trânsito em 2011. (Foto: João Garrigó)MS registrou 2.137 internações por ocorrências de trânsito em 2011. (Foto: João Garrigó)

As 2.137 internações provocadas pelo trânsito custaram R$ 1,8 milhão em Mato Grosso do Sul, conforme balanço divulgado nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde. Os números são referentes a 2011.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

Segundo o Ministério, os valores incidem diretamente sobre o SUS (Sistema Único de Saúde), já que o montante aplicado nesse tipo de atendimento poderia ser destinado para outros fins, como a construção de UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Os dados apontam que em 2010, 764 pessoas morreram em decorrência dos acidentes de trânsito no Estado. No mesmo ano, foram registrados 42.844 óbitos no país.

Entre as saídas apontadas pelo Governo Federal está a intensificação de ações de prevenção, como o projeto Vida no Trânsito. Ele é desenvolvido em Campo Grande e em outras quatro capitais, além de Guarulhos (SP) e Campinas (SP).
Entre as medidas está a redução de fatores de risco e pontos críticos de ocorrência de acidentes.

No mês de setembro, o Ministério da Saúde autorizou o repasse de mais R$ 12,8 milhões para os 26 estados e o Distrito Federal aplicarem no Vida no Trânsito. Desse total, foi destinado o valor de R$ 450 mil para o Mato Grosso do Sul.




Fatima, o dinheiro da IPVA deveria ser aplicada em infra-estrutura (pavimentação, viadutos, pontes, sinaleiros, ...). O dinheiro de multas deve ser aplicado em parte em educação de transito, o resto é para financiar policiamento de transito.
Quem paga as despesas medicas das vitimas hoje infelizmente é o cidadão, mediante impostos que financiam o SUS. O certo seria seguradores de vitimas e o governo processar na justiça civil o responsável pela acidente (quem causou) e obriga-lo a pagar (se necessario, por meio de bloqueio judicial de bens). E isso deveria inclusive valer para acidentes com só danos materiais: quem causou, é quem deveria pagar os custos. Mesmo se é pobre. Não quer ser responsabilizado? Então nãu fura sinal, não dirige bebado, não ultrapassa em lugar proibida!
 
Marcos da Silva em 27/12/2012 11:49:48
A previdencia social tem que, cada vez mais, ingressar com ação de reparação de danos por ato ilícito, contra os autores desses acidentes. Não é justo que os trabalhadores e a sociedade pagem por tais irresponsabilidades.
 
EDSON CHAVES em 27/12/2012 09:08:12
É pra onde vai o dinheiro todo das multas e e do IPVA? Deveria realmente ser aplicado em educação de trânsito e olha é tanta grana que ia sobrar troco hem!!!
 
Fatima Oliveira em 27/12/2012 08:49:17
nao tem problema nenhum nosso estado arrecada bastante ipva iptu e muitas e muitas multas de transito se eles apricassem o dinheiro dessas multas em camphanhas educativas no final até sobraria dinheiro. fiquem tranquilos que o estado nao esta preocupado com isso nao.
 
natal araujo em 26/12/2012 20:56:18
E o dinheiro do seguro obrigatório que a gente paga onde vai!?
 
Fabio silva em 26/12/2012 19:04:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions