A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

02/03/2013 18:32

Jornalista da TV Morena que morreu em acidente será velado nesta noite

Nyelder Rodrigues

O jornalista Rafael Cozer, de 27 anos, e que morreu na manhã desta sábado (2) em um acidente em São Gabriel do Oeste, na BR-163, será velado ainda hoje, no Centro Catequético da cidade, a partir das 21h.

Veja Mais
Repórter da TV Morena morre em acidente em São Gabriel do Oeste
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

Já o enterro será feito no domingo (3), às 14h, no Cemitério Municipal de São Gabriel do Oeste. Rafael, que era repórter em Corumbá da TV Morena, afiliada da Rede Globo no Mato Grosso do Sul, estava a caminho de São Gabriel para visitar os pais.

Em nota, a Rede Mato-grossense de Comunicação, grupo ao qual a TV Morena pertence, afirma estar de luto, e que diante do momento de dor e reflexão, vale ressaltar a trajetória e a paixão de Rafael pelo jornalismo.

A nota ainda lembra que a Cozer teve uma rápida e marcante passagem pela emissora, na qual ele trabalhava desde novembro de 2012, e envia os sentimentos e gratidão aos pais e dois irmãos de Rafael.

Sua última reportagem foi a cobertura da repatriação de carros roubados e furtados no Brasil e que foram devolvidos pela Bolívia, que ganhou destaque no flash de notícias Globo Notícias, inserção feita durante a programação da Rede Globo nacional.

Nascido na cidade catarinense de São Lourenço D’Oeste, Rafael Cozer também teve passagens pela TV MS Record e pela RIT de Dourados.




Apesar de não se saber exatamente como foi a tragica morte desse jovem cheio de vida, eu que sempre assisto a tv morena e sempre via suas reportagens, fico bastante triste, pois é mais uma vida que se vai sem a menor explicação, que Deus possa confortar a famila e seus colegas de trabalho, que tambem acredito que foi e está sendo muito doloroso.
Que Deus Abençoi a todos
 
Juvenal de Oliveira Lunguinho em 06/03/2013 17:19:04
Não sei as causas do acidente, mas é mais uma vida ceifada por esse transito formado por cidadãos egoistas e violentos. Por ter a obigação de trabalhar neste domingo fui obrigada a enfrentar a 163 e 267 à noite até Bataguassu. Pelo amor de Deus o que é aquilo, as carretas fazem comboio, não deixa espaços entre elas para ultrapassagem, nos locais de ultrapassagem, lentas, elas ocupam as duas pistas, qdo há possibilidade de ultrapassagem p veículo de passeio não sinalizam. Vc dá sinal q vai ultrapassar e o que esta atrás vem junto com gosto de gás para ocupar o espaço de apenas um veículo. Na cidade então, nem pensar. Vc sinaliza para mudar de pista e o veículo de trás não dá espaço, é o Caos. Vamos continuar enterrando nossos mortos. Paz a família q aguardava p o gostoso almoço de domingo.
 
maria amelia barbosa vieira em 03/03/2013 09:03:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions