A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

03/06/2011 06:25

Jovem morre ao bater motocicleta em árvore no bairro Amambaí

Nadyenka Castro

Testemunhas disseram que ele estava em alta velocidade

Leandro Barbosa da Silva, 25 anos, morreu em acidente ocorrido por volta das 21h20min dessa quinta-feira, no bairro Amambaí, em Campo Grande.

De acordo com registro policial, Leandro conduzia uma Honda CB 300 pela rua Marechal Rondon, sentido bairro/centro, e ao passar pelo cruzamento com a rua Almirante Barroso perdeu o controle da direção da moto e bateu em uma árvore do canteiro central.

Testemunhas disseram à Polícia Civil que o jovem estava em alta velocidade.

Este já é o segundo acidente neste mês com morte de motociclista. Na madrugada de ontem morreu João Flávio Ribeiro, 26 anos.

Ele foi colhido por uma Montana no cruzamento da avenida Mato Grosso com a rua José Antônio por volta das 23 horas de quarta-feira e morreu duas horas depois na Santa Casa.

Segundo consta no registro policial, João Flávio cruzou as vias no semáforo vermelho e Marcos Felipe, que estava aparentemente embriagado, recusou fazer o teste de alcoolemia, mas os policiais elaboraram o Auto de Constatação de Embriaguez.




LE´´ era o apilido dele na escola Padrão, meu querido amigo Leandro Barbosa da Silva, é com muita tristeza que eu deixo esse recado. parece que foi onten quando o leandro entrou na sala ... ele sentou na minha frente bem quieto quase não se mexia, com uma roupa que parecia de policial´ então conversei com ele.Leandro me disse que trabalhava de segurança de madruga e tinha acabado de sair do serviço ,e eu disse, nossa cara muito esforçado voçe é, de sair do trabalho e ja ir ao colegio,então eu contei a ele que a minha vida não era muito diferente pois moro em sidrolandia e acordava de madrugada para estudar.então começou a parceria, leandro dizia que queria comprar uma moto potente e estava juntando dinheiro pra isso, e não demorou muito pra ele chegar na cb300 na escola, muito alegre leandro não faltava na escola, muito vergonhoso na hora do intervalo nós sentavamos no patio pra olhar o movimento e esperar o lanche que nossa amiga dona IARA como respeitosamente ele a chamava ,foi um tempo muito bom, mas como dizem O QUE É BOM SEMPRE TEM UM FINAL ... LEANDRO DEIXA MUITA SAUDADES AMIGO ... DESCANCE EM PAZ ...
 
RAPHAEL BARCELLOS em 06/06/2011 12:20:17
Discordo de você Elisangela! Você não deve estar assistindo televisão nestes últimos dias, o que mais aparece nos telejornais local são as autoridades clamando mais responsabilidade, mais cordialidade, mais disciplina, mais calma no trânsito, até inventaram as estrelinhas pra materializar um número de mortes que sempre existiu mas agora vem a tona na tentativa de tocar o coração dos motoristas.
Para dizer a verdade já está até chato e massivo todo dia as autoridades na TV rezando a mesma missa!
A verdade é que não dá só pra ficar esperando atitude das autoridades, nós motoristas é que devemos ter mais consciência, darmos exemplo para os nossos filhos, que são os futuros motoristas de Campo Grande.
Está nítido que o principal problema do trânsito de nossa cidade está na educação (ou falta dela) dos motoristas, é muito fácil culpas as autoridades!
 
Ana Miranda em 04/06/2011 10:52:34
A CIPTRAN, pode transformar-se em um batalhão ou em uma brigada de trânsito, não vai adiantar nada!!!! Enquanto nossos condutores não botarem a mão na consciência e respeitarem suas próprias vidas de nada vai adiantar, 99,9999999999% dos acidentes são imprudência dos condutores, com excesso de velocidade, desrespeito as sinalizações ou consumo de álcool. Esse rapaz da CB300 é um exemplo, parece aqueles kamikases da guerra mundial!
 
Gustavo Silva Oliveira em 04/06/2011 06:51:48
Ricardo, meu querido, que Deus tenha misericórida das tuas palavras insanas enquanto a nossa família sente a falta do Leandro. Se não tem nada a dizer, suas palavras são desnecessárias, não fale besteira!

A culpa???

Isso é o que menos nos interessa agora, respostas não vai trazê-lo de volta.

Escesso de velocidade, falta de sinalização, imprudência ou não... Não sabemos, qualquer km acima de média é considerado excesso certo???

Mas tenha compaixão de quem sofre uma perda. Criticar é muito fácil quando se está do lado de fora.

O local realmente não é bem sinalizado, o sinaleiro é escondido, a gente vê só quando está perto, não sabemos ainda o que o fez perder o controle da direção, sabemos apenas que ele não está mais entre nós e a dor da perda´além de grande é irreparável.
 
Cláudia Barbosa em 04/06/2011 05:12:55
É muito triste saber que nossos jovens pilotando suas motos, que por ser um veiculo com potencia para alta velocidade,até com imprudencia queiram aproveitar o maximo,e quase voar nesse transito de nossa cidade,e que isso venha a fazer que eles partam tão cedo.ficando uma familia chorando,que Deus conforte essas familias.e guarde os motociclistas.
 
Teresa lopes em 03/06/2011 12:39:53
Aos críticos de plantão pergunto: Novamente os senhores irão culpar as autoridades de trânsito? A culpa será dos agentes que não estavam la no horário do fato? Bom, só o que se pode dizer e desejar agora é que Deus Pai possa consolar os corações dos familiares do Leandro.
 
Fernando Silva em 03/06/2011 10:03:06
São muitos acidentes envolvendo motociclistas em Campo Grande, as concessionárias podem e devem fazer uma campanha conjunta com o Detran, CIPTRAN,e AGETRAN para promover cursos de pilotagem com segurança para motociclistas de Campo Grande, fazer um trabalho de concientização constante e que realmente sensibilize os motociclistas da importância de pIlotar uma motocicleta com segurança, a prefeitura de Campo Grande deve também investir nesta campanha, AS AUTORIDADES DE TRANSITO AS CONCESSIONÁRIAS DE MOTOCICLETAS EM CONJUNTO COM A PREFEITURA PRECISAM E MUITO SE UNIR PARA FAZER ESTE TRABALHO COM DEDICAÇÃO.
 
Celso Bonazoni em 03/06/2011 09:55:00
É infelizmente mais duas familias choram a falta de seus entes queridos,não devemos ficarmos procurando e sim cada um fazer sua parte.
 
ALINE FERREIRA GALVÃO em 03/06/2011 09:53:52
que dor para a mãe desses jovem, que não pensam nem um pouquinho na dor que suas mães vão passar com essas mortes que acontecem, meu DEUS iluminem a cabeça dessa juventude, toque no coração deles que o alcool, a droga, a velocidade e o abuso em certas coisas erradas não levam a nada, JESUS disse o filho que quizer ter vida longa obedeça seus pais, minha juventude acreditem nisso e quando sua maezinha ti pede meu filho não corra, não beba não faça coisa errada faça isso obedeça, si você ama ela.
 
ROBERTA FLORES em 03/06/2011 08:49:01
Que Deus conforte a família, pois o motociclista a única coisa que ganhou vai ser uma estrela pintada no asfalto!
 
george conrado em 03/06/2011 07:52:32
Ainda está em vigor aquela tal de LEI SECA que, teoricamente deveria fiscalizar e inibir que as pessoas saiam de bares, festas, shows, etc. e dirijam / pilotem alcoolizadas????
 
Anderson Nascimento em 03/06/2011 07:52:19
É claro, a culpa é da arvore.
 
Ricardo Lopes em 03/06/2011 07:19:44
Eu tive o prazer de conhecer Leandro Barbosa da Silva, é irmão da minha tia, ele era uma pessoa boa querido por todos. Sua familia o amava muitooooo... Isso decha um furo no coração de todos familiares eu que não era muito próximo dele esto com um furo no coração poe ele ter ido e pela familia que esta numa tristeza imensa. DESCANSE EM PAZ LEANDRO...
 
Murilo Borella de Oliveira em 03/06/2011 06:23:57
Se continuar dessa forma a cor do asfalto vai ficar amarelo de tantas estrelas,
sera que os nossos condutores nao ta percebendo que ta fora do comum,
as mortes de transito. QUE DEUS o tenha, E console a familia dele...
 
andre ajala em 03/06/2011 03:41:54
O trânsito de Campo Grande está doente. O problema é que não está sendo tratado como tal. Infelizmente, nossas autoridades responsáveis pelo trânsito na capital, estão mais preocupados em multar por estacionamento na faixa amarela ou quando não acionamos do bendito parquímetro nas ruas da cidade, e esquecem depunir como deveriam esses condutores usuários da droga chamada álcool ou abuso explícito da velocidade. Estão exterminando os motoqueiros da capital e como se não bastasse, matando crianças e idosos no trânsito. Algo tem de ser feito URGENTE.
 
Elisangela Andrade em 03/06/2011 01:27:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions