A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/04/2013 14:26

Justiça ouve em junho sobrevivente de racha e mais 11 pessoas

Nadyenka Castro
Letícia ficou quatro dias internada na Santa Casa, onde falou com a imprensa sobre o caso. (Foto: Marcos Ermínio)Letícia ficou quatro dias internada na Santa Casa, onde falou com a imprensa sobre o caso. (Foto: Marcos Ermínio)

A Justiça ouve em junho 12 pessoas apontadas como testemunhas de acusação do racha que terminou em acidente e morte, na avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, no dia 31 de março deste ano.

Veja Mais
Câmara aprova punição maior para “racha” e ultrapassagem proibida
Negada liminar a jovem envolvido em racha com morte

A audiência está marcada para o dia 4, a partir das 15h30min, na 2ª Vara do Tribunal do Júri. Entre as pessoas que serão ouvidas está Letícia Souza dos Santos, que estava no Polo que bateu em um poste e rachou ao meio. O motorista, o namorado dela, Marcus Henrique de Abreu, de 22 anos, morreu. Ela ficou ferida.

De acordo com a Polícia Civil, o Polo disputava racha com o C3 dirigido por Ryan Douglas Wehner Vieira. O universitário foi preso em flagrante e continua na cadeia.

Conforme apurado pela Polícia Civil, o C3 também disputou racha com outro veículo que não participou do acidente. A disputa teria acontecido na avenida Afonso Pena.

Ryan foi indiciado pelos crimes de racha, homicídio doloso e lesão corporal dolosa. Ele já teve pedido de liberdade provisória negado. Laudo pericial indicou que os veículos trafegavam a 120 km/h.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions