A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

22/08/2016 08:48

Leitor não conhece ninguém na Capital que conseguiu cancelar multa de trânsito

Viviane Oliveira

A enquete da semana passada perguntou se o leitor do Campo Grande News conhece alguém que conseguiu, via recurso, cancelar uma multa de trânsito em Campo Grande. A maioria, 90%, respondeu que não. Apenas, 10% disseram que sim. 

Veja Mais
Prefeitura pode ser obrigada a desligar radares e anular multas de trânsito
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco

No dia 10 deste mês o MPE (Ministério Público Estadual), levando em consideração questionamentos em relação à transparência da aplicação de multas, recomendou a Agetran (Agência Municipal de Trânsito) a suspender todas as multas aplicadas no último ano e cancelar o funcionamento de todos os radares da Capital.

A Promotoria de Justiça alega que diversos cidadãos reclamam da quantidade, forma e circunstâncias da aplicação de multas, além das dificuldades de acesso a informação sobre as penalidades, ao processo de tramitação e o resultado dos recursos apresentados. O documento prevê resposta em 15 dias, sobre o acatamento ou não.

A nova enquete já está no ar é quer saber se o leitor pretende assistir o horário eleitoral, que começa na sexta-feira (26). Participem!




Estou indignada com agetran pois levei uma multa gravíssima dado por um guarda municipal. Multa por não dá abertura para veiculo oficial. Um absurdo recorri no dia 21/07/2016. Me disseram que é 30 dias para saber o veredito. Porem liguei hoje lá me passaram para 5 atendentes diferentes para conseguir ser atendida. Quando fui atendida me disseram que ainda não saiu o resultado e qu já saiu do departamento porem não se sabe em qual esta. E que o resultado é 30 dias uteis. É absurdo. Estou com meu documento atrasado sem conseguir pagar por causa desta multa super sem sentido. #rREVOLTADA#
 
Karina em 24/08/2016 07:59:39
Recorrer de multa de trânsito é uma verdadeira piada de mau gosto e uma perda de tempo.
A impressão que fica, é que os órgãos já tem prontas as cartinhas negando os recursos e que existe um funcionário (quem sabe um guarda mirim) já orientado a preencher uma cartinha para cada recurso e envia-los ao motorista, sem nenhuma análise das justificadas apresentadas pelo infrator.
Aí, cabe ao recorrente procurar a segunda instância, que também é uma perda de tempo.
Resumindo, tudo não passa de um tremendo desrespeito com o cidadão e uma verdadeira máquina de "fabricar" dinheiro. Uma esculhambação.
 
Critico em 22/08/2016 09:38:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions