A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

17/09/2013 09:44

Maioria dos acidentes é causada por álcool ou drogas, segundo Detran

Luciana Brazil e Leonardo Rocha
Acidente grave na avenida Ceará deixou quatro pessoas feridas no dia 3 de agosto. Jovens tinham acabado de sair de um bar em Campo Grande. (Cleber Gellio)Acidente grave na avenida Ceará deixou quatro pessoas feridas no dia 3 de agosto. Jovens tinham acabado de sair de um bar em Campo Grande. (Cleber Gellio)

A maioria dos Boletins de Ocorrência feitos em Campo Grande aponta o uso de álcool ou drogas por condutores que se envolvem em acidentes, segundo o presidente do Detran/ MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Carlos Henrique Santos Pereira.

Veja Mais
Assembleia Legislativa sedia Abertura da Semana Nacional do Trânsito
AL debate combinação álcool e trânsito, autor da Lei Seca é um dos convidados

Hoje (17) pela manhã, durante a abertura da Semana Nacional de Trânsito com o tema “Álcool, outras drogas e a segurança no trânsito: efeitos, responsabilidades e escolhas”, na Assembléia Legislativa, Carlos frisou a necessidade do Estado em realizar políticas em conjunto. “Além dos órgãos públicos como a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), a sociedade civil precisa realizar campanhas de conscientização no trânsito”.

Agosto terminou como o mês mais violento do ano no trânsito em Campo Grande. Foram 13 mortes, sendo 10 delas de motociclistas, de acordo com a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito). As outras três vítimas eram pedestres.

“Agosto foi um dos piores meses da história. Não adianta colocar sinalização objetiva se as motos não têm guarda-chuva de proteção”, ironizou.

Em 2013, foram suspensas 1,5 mil carteiras de habilitação, sendo 500 delas por embriagues, segundo Carlos. O número foi três vezes maior do que em 2012, quando 500 carteiras foram suspensas. “O aumento é de 300%”, frisou.

Para Carlos, o aumento da fiscalização, além dos métodos de processamento do Detran, contribuíram para esse crescimento de suspensões. “A maioria dos condutores vai até o Detran para entregar a carteira porque senão for, mandamos a polícia na casa da pessoa”, contou.

Completando 5 anos de existência, a Lei Seca é considerada como uma das maiores vitórias no trânsito. “A Lei em Mato Grosso do Sul ajudou a evitar muitas mortes. Os jovens precisam ter uma preocupação maior no trânsito, já que eles são o maior público dentre as mortes”.

A diretora de Educação e Habilitação de Trânsito do Detran, Elizabeth Felix da Silva, lembra que o mundo vive a “Década de Ação pelo Trânsito Seguro 2011- 2020”, onde países se comprometem a traçar novas medidas para prevenir acidentes no trânsito, reduzindo assim o índice de mortes. Cerca de 1,3 milhão de pessoas morrem por ano no trânsito em todo mundo. A campanha mundial foi lançada em 2011.

“A meta é reduzir 50% dos acidentes, os jovens têm conhecimento, mas precisam entender as consequências para evitar que continuem sendo as vítimas fatais ou tenham lesões permanentes". O público alvo da semana, segundo ela, são jovens entre 18 e 34 anos.

De acordo com Elizabeth, além da Semana de Trânsito, o Detran realiza diversas campanhas para reduzir o número de acidentes. “Outros estados visitam o Detran (MS) para conhecer essas campanhas e levá-las para outros locais”.

Semana - Durante o evento acontecerão palestras e seminários, todos eles abertos à população. Um dos debates terá a presença do deputado federal Hugo Leal, criador da Lei Seca.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal), a Ciptran, a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) também participam da Semana Nacional.




Tem que proibir as motos de circular , teria evitado só este meses dez mortes!
 
ivan fernandes em 17/09/2013 15:03:25
Pergunta pro Carlos diretor do Detran, onde que aumentou a fiscalização?
Só se for na rua da casa dele porque no resto da cidade não tem nada disso. Fala pra ele mostrar pra população em vez de ficar mentindo.
 
João Batista em 17/09/2013 12:33:46
E ainda colocam a culpa nos adolescentes que pilotam ou dirigem...
Essas pessoas que tiram a habilitação e acha que sabe dirigir, não é bem assim não, tem jovens ai que tem mais noção de direção do que alguns habilitados por ai...
 
Douglas Augusto em 17/09/2013 10:41:09
Eu gostaria muito que o departamento de transito fornecesse informações como:
* numero de acidentes só com motos
* numero de acidentes só com carros
* numero de acidentes envolvendo os dois tipos de veiculos
* analise de, de quem foi a culpa nos acidentes que envolvem dois tipos de veiculos
* quem estava bebado ou drogado, o motorista do carro ou da moto?
Isso sim nos daria uma visão de quem realmente é culpado e atraves destes dados poderiamos dizer se a policia está correta em parar 90% de moto e 10% de carro nas blitzes feitas na cidade, com isso a policia poderia agir de maneira muito mais proveitosa em relação ao nosso transito.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 17/09/2013 10:30:30
Maior prova que a falta de fiscalização por parte dos órgãos competentes torna a lei seca mais uma lei que ninguém cumpre.
 
Alex andré de souza em 17/09/2013 09:56:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions