A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

30/06/2014 09:00

Mão única na 14 de Julho é ampliada para acabar com congestionamento

Aliny Mary Dias
Tráfego deve melhorar com mudança na 14 de Julho (Foto: Marcos Ermínio)Tráfego deve melhorar com mudança na 14 de Julho (Foto: Marcos Ermínio)

As reclamações de quem passa pela rotatória entre as ruas 14 de Julho, Rui Barbosa e Avenida Rachid Neder, no bairro São Francisco, são constantes. Entre motoristas, motociclistas e até pedestres o problema é um só: o grande fluxo em horários de pico. Segundo a Agetran (Agência Municipal de Trânsito), uma mudança na 14 de Julho deve melhorar o tráfego na região.

Veja Mais
Obra de R$ 1,3 milhão vai trocar rotatória por semáforos na Via Parque
Motociclista fica ferido ao colidir em carro na rotatória da Avenida Interlagos

Apesar de concentrar grande número de carros que se deslocam pela região, a situação piorou no local depois que um prédio residencial, com quatro torres, foi erguido na rotatória. Como em vários outros locais da cidade, o número de carros aumentou e o trânsito ficou mais carregado.

Os horários que exigem maior paciência dos motoristas são aqueles em que os condutores saem de casa para o trabalho, entre 6h30 e 8 horas e na saída do trabalho, entre 17 horas e 18 horas.

Filas de até 10 veículos se formam na rotatória, mas a situação, segundo quem passa constantemente na região, é pior à tarde. No entanto, o fluxo na rotatória é bem menor do que o registrado em regiões como a da Via Parque com a Mato Grosso, onde motoristas ficam por vários minutos parados.

De acordo com o presidente da Agetran, Jean Saliba, a solução do problema na região está próxima. A Rua a 14 de Julho, entre a Mascarenhas de Moraes e a rotatória, está entre uma série de mudanças que serão feitas no trânsito da Capital.

“Nós vamos fazer um reordenamento viário e a 14 de Julho passará a ser mão única naquele trecho. Isso deve melhorar bastante o trânsito na região”, explica Saliba que afirma ainda não haver prazo para o início das obras, já que o processo está ainda na fase de licitação.

Fila se forma na Rui Barbosa, mas motoristas conseguem seguir caminho sem ficar muito tempo parados (Foto: Marcos Ermínio)Fila se forma na Rui Barbosa, mas motoristas conseguem seguir caminho sem ficar muito tempo parados (Foto: Marcos Ermínio)
Alteração na região vai beneficiar moradores de residencial e motoristas (Foto: Marcos Ermínio)Alteração na região vai beneficiar moradores de residencial e motoristas (Foto: Marcos Ermínio)



Infelizmente já falo isso há mais de 3 ou 4 anos, a nossa querida Agetran precisa de cabeças pensantes, todo ano são gastos milhões de reais dos cofres públicos para consertar o que foi mal feito há pouco tempo, temos como exemplos, a rotatória da Via Park, cuja soma dos gastos por ali já dariam para se fazer um belo viaduto, temos os gastos feitos na Avenida Julio de Castilho, que novamente está sendo re-feita pela terceira ou quarta vez, temos os gastos no canteiro da Avenida Afonso Pena, enfim, acho que deveria haver um modo de responsabilizar o órgão, o engenheiro que fez o projeto mal feito e por que não o prefeito que aceitou a mudança mesmo vendo que a coisa não havia sido bem pensada, o dinheiro do contribuinte literalmente virou capim para a prefeitura.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 30/06/2014 12:38:58
A agetran é lerda demais, a cidade cresce vertiginosamente e os dirigentes desse órgão com mentalidade da cidade de 40 anos atrás. Vamos trocar esse pessoal!
 
Hugo Alves em 30/06/2014 11:26:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions