A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

27/08/2012 22:57

Mesmo com aumento da frota em Campo Grande, mortes no trânsito reduzem em 2012

Nyelder Rodrigues

Campo Grande registrou em 2012 uma redução de 10 mortes no trânsito no período de janeiro até esta segunda-feira, 27 de agosto, em comparação ao mesmo período no ano passado. As principais vítimas são os motociclistas.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

De acordo com dados da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) nestes oito meses do ano em 2011, foram 85 óbitos, sendo 56 deles de motociclistas.

Em 2012, 75 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito em Campo Grande. Deste total, 47 eram motociclistas. A queda ocorre mesmo diante do aumento da frota, de aproximadamente 33%.

Conforme dados do site do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), em janeiro de 2011, haviam 91.689 motociclistas na Capital. Já em março de 2012, a frota deu um salto de quase 26%, subindo para 123.729 veículos sobre duas rodas.

Já o total de veículos na Capital - incluindo motos, carros, caminhões, ônibus, entre outros - registrados no Detran no primeiro mês de 2011 era de 390.026. Em março de 2012, esse número já tinha subido para 424.935.

Última ocorrência - A última ocorrência de morte no trânsito em Campo Grande foi registrada na madrugada desta segunda-feira. A vítima é o motociclista Ricardo Cabral de Araújo, de 22 anos, que perdeu o controle da direção na avenida Ernesto Geisel, bairro São Francisco.

Ele seguia sentido Euler de Azevedo, e bateu na mureta de proteção na avenida que margeia o córrego Segredo. Depois, Ricarod foi arrastado até o guard rail por aproximadamente 50 metros. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Samu, mas não resistiu aos ferimentos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions