A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

11/09/2012 09:23

Ministério destina R$ 450 mil para projetos voltados ao trânsito em MS

Marta Ferreira
Cena de acidente de trânsito com morte em Campo Grande: cidade terá R$ 200 mil para projetos na área. (Foto: Rodrigo Pazinato)Cena de acidente de trânsito com morte em Campo Grande: cidade terá R$ 200 mil para projetos na área. (Foto: Rodrigo Pazinato)

O Ministério da Saúde vai liberar R$ 12,8 milhões para o Projeto Vida no Trânsito para capitais e municípios de todo o país com mais de 500 mil habitantes. A média repassada para cada cidade será de R$ 200 mil – os valores serão reduzidos ou ampliados conforme o número total de habitantes do município.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Os estados também vão receber recursos. Para Mato Grosso do Sul, a previsão é de liberação de R$ 200 mil para Campo Grande e mais R$ 250 mil para o Estado.

Os recursos vêm são do Fundo Nacional de Saúde e serão investidos em ducação, saúde e prevenção de acidentes de trânsito. A autorização de liberação de recursos foi publicada hoje (11) no Diário Oficial da União.

Criado em 2010, o Projeto Vida no Trânsito prevê a implantação de observatórios de trânsito para a integração de dados e informações sobre feridos e mortes.

A previsão é que os recursos sejam utilizados também na capacitação e formação de pessoal, como profissionais de saúde, de trânsito e também de educação. Devem ser elaborados planos de ações, que serão examinados pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), ligada ao Ministério da Saúde.

Mortes- Pelos dados do Ministério da Saúde, mais de 300 mil brasileiros morreram no trânsito, de 2000 a 2008.

Estudos da OMS (Organização Mundial da Saúde), de 2009, indicam que, por ano, são 1,3 milhão de mortes no trânsito. Até 2030, esse número poderá chegar a 2,4 milhões, caso medidas não sejam tomadas.

Os mais vulneráveis são os pedestres, motociclistas e ciclistas. Os dados mostram, também, que 44% dos países no mundo não têm políticas que estimulem o uso de transporte público como alternativa aos automóveis.

(Com informações da Agência Brasil)




Espero que seja investidos no trânsito,vamos nós concientizar dos perigos no trânsito da nossa v ida, por que, não achamos que acomdese com a gente, esse motociclista vitima de sexta feira que se foi, eu conhecia não podemos julgar o que aconteceu no momento do acidente, por que, ele não corria era prudente... lamento por ele pela familia dele os filhos que são crianças pequenas.
 
ARLENE MATTOS em 11/09/2012 08:48:32
TOMARA QUE ESSA VERBA REALMENTE SEJA EMPREGADA NO TRANSITO E NAO DESVIADA PARA OUTROS FINS.............
 
MILTON OLIVEIRA FERREIRA em 11/09/2012 02:25:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions