A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

01/03/2012 13:25

Moradores dizem que acidentes em cruzamento de avenida nova viraram rotina

Francisco Júnior e Paula Vitorino

Mais um acidente aconteceu no cruzamento. Ninguém ficou ferido.

De acordo com moradores, todos os dias acontecem acidentes no cruzamento. (Foto: Marlon Ganassin)De acordo com moradores, todos os dias acontecem acidentes no cruzamento. (Foto: Marlon Ganassin)

Mais um acidente foi registrado no cruzamento da Marginal Lagoa com a rua Petrópolis, na entrada do bairro União, em Campo Grande. De acordo com moradores, colisões entre veículos no local já se tornou rotina.

Por volta das 10h30 desta quinta-feira (1), um veículo Siena conduzido pela enfermeira Benislene de Oliveira, 28 anos, foi atingido por um Uno, Ebert Gonzaga, 28 anos. Ninguém ficou ferido no acidente.

A enfermeira disse que seguia pela Petrópolis sentido centro e ao chegar ao cruzamento parou no sinal de pare. Ao perceber que outro veículo vinha em baixa velocidade, resolveu atravessar, foi quando acabou atingia pelo Uno que seguia pela Marginal Lagoa sentido Duque de Caxias. Ela conta que não viu que tinha outro carro seguindo na via.

O presidente do bairro Oliveira 1 e 2, Eder Carlos Oliveira da Silva, afirma que todos os dias aconteceu acidente no cruzamento. Segundo ele, as autoridades têm que tomar uma providência urgência para resolver o problema.

Para líder comunitário, a instalação de um semáforo seria uma das alternativas para acabar com as colisões no cruzamento. “Entregaram uma via boa, mas incompleta, sem sinalização”, reclamou.

Paulo Roberto Mendes, morador da região, disse que o problema não é só no cruzamento, mas em toda a extensão da Marginal Lagoa. Ele tem um abaixo assinado de moradores que pedem uma providência das autoridades de trânsito.

Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



Precisamos de mais sinalizações em toda via.Meus filhos estudam na escola municipal que fica na base aérea e todos os dias fico apreensiva ao irem pra escola.Por favor senhor Nelsinho Trad nos ajude.
 
MARIANGELA BARBOSA DA LUZ em 04/03/2012 06:15:28
Desde a inauguração, já vi dois capotamentos na mesma curva, por excesso de velocidade os motoristas perdem o controle do carro. E agora estão colocado funcionários da Agetran neste cruzamento para organizar o transito, mas eles só estão lá pela manhã, isso não resolve o problema, pois a via sempre esta movimentada, e precisamos de um semáforos, redutores de velocidade, lombadas, alguma coisa.
 
hellen romano em 02/03/2012 12:46:47
mais uma grande obra entregue a população, mas incompleta! só quem mora na região sabe como é dificil atravessa la ,uma verdadeira roleta russa.
 
lourival couto em 01/03/2012 09:29:14
SOCORRO a quem devemos clamar? Nós moradores da região recebemos um projeto que foi inalgurado sem se quer ter sido terminado, além da sinalização que falta corremos outro sério risco de vida que é o abandono das áreas que são da prefeitura e margeiam a avenida. Esses terrenos abandonados viraram depósito de lixo, mocó de bandido e foco de dengue. Mais uma vêz S O C O R R O !!!
 
José Edson em 01/03/2012 07:32:48
Nós, moradores do Santa Emília e São conrado, pedimos socorro para saimos de manhã e voltarmos á tarde. Tá difícil atravessar ou entrar na avenida nova.
 
terezinha pompeo em 01/03/2012 04:24:13
Se houvesse pelo menos um quebra mola elevado igual tem em frente a vila da base ja resolveria bem o problema.
 
Gustavo Gonçalves em 01/03/2012 03:12:41
Será necessário outra morte como aconteceu com o rapaz que entrou embaixo do caminhão para que tomem uma atitude. Todo dia nos programas matinais de rádio há reclamações sobre essa via, aí colocam 2 agentes de trânsito na saída do Bairro Oliveira num dia e no outro não. Levo uma média de 8 a 10 minutos por dia para passar por ali no período da manhã.
 
Tais Helena Brito em 01/03/2012 02:48:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions