A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

07/09/2012 17:05

Moradores pedem redutor de velocidade na rua onde morreu motociclista

Viviane Oliveira e Francisco Junior
Moradores pedem um redutor de velocidade no local do acidente. (Foto: Simão Nogueira)Moradores pedem um redutor de velocidade no local do acidente. (Foto: Simão Nogueira)

Os moradores do local onde um homem de 43 anos morreu ao bater a moto em um muro na tarde desta sexta-feira (7), na rua Dolor Ferreira de Andrade, no bairro Coronel Antonino, em Campo Grande, pedem um redutor de velocidade.

Veja Mais
Motociclista morre ao bater em muro no bairro Coronel Antonino
Colisão entre carros deixa 4 pessoas feridas; entre elas 2 crianças

A via, segundo os vizinhos, é estreita e tem uma curva acentuada onde já ocorreram vários acidentes.

A dona de casa Sueli do Nascimento, de 52 anos, mora no local há 17 anos e afirma que o trânsito é violento ali. “Os acidentes acontecem por causa da imprudência dos motoristas. Nós já fizemos abaixo-assinado pedindo para as autoridades que tomem providências para evitar que pessoas continuem morrendo”, desabafa.

Ela relembra que um motociclista já invadiu a casa dela após perder o controle da direção. “Ele foi fazer a curva em alta velocidade e não conseguiu”, disse, afirmando que próximo do local tem uma escola.

Compartilha da mesma opinião, o professor Oscar Maurício Martinez, de 44 anos, que mora no bairro há 20 anos. Para ele, o que precisa é de um redutor de velocidade com urgência. “O fluxo de veículos é intenso principalmente na hora do rush”, finaliza.

Acidente - Ermelindo Alves da Silva pilotava uma Honda Biz, estava sozinho no veículo e bateu no meio-fio e depois no muro de uma residência localizada no cruzamento das ruas Dolor Ferreira de Andrade com a Do Rosário.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegou ao local o motociclista já estava morto. Com esta morte, o Placar da Vida – que indica a quantidade de dias consecutivos de vidas preservadas no trânsito da área urbana da Capital - será zerado. O Placar marcava seis dias sem mortes no trânsito.

Na manhã desta sexta-feira, também no bairro Coronel Antonino,no cruzamento das ruas Castelo Branco e Alegrete, colisão entre um Fiat Siena e um Fiat Idea deixou quatro pessoas feridas, entre elas duas crianças.




Quem mora nessa região sabe qunto é movimentada, estou de acordo com a sugestão da Lucimara em ser mão única e além de ter o redutor de velocidade. Rua do Rosário com a Eurindo Neves também existem vários acidentes as pessoas cruzam a principal e ocorrem os acidentes. Obs. Na Cel. Antonino esquina com a Des. Eurindo Neves precisa de sinalização no chão pois motoristas param no meio do cruzamento.
 
Julia Rodrigues em 08/09/2012 02:36:41
O trânsito na Dolor de Andrade precisa de duas urgentes melhorias: 1- Tornar-se mão única no sentido centro-bairro, considerando que a rua Alegrete (paralela), já é mão única no sentido contrário; 2- Colocação de lombo-faixa em frente à Escola Estação Criança, que se localiza próxima a esta acentuada curva, onde ocorreu este acidente.
 
Lucimara Vilela em 07/09/2012 06:02:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions