A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

12/01/2015 10:44

Morta em acidente, jornalista deixou a carreira para cuidar dos filhos

Renan Nucci e Flávia Lima
Família se reuniu para dar o último adeus durante velório na capela do Cemitério Memorial Park. (Foto: Marcelo Calazans)Família se reuniu para dar o último adeus durante velório na capela do Cemitério Memorial Park. (Foto: Marcelo Calazans)

Uma vida de amor e dedicação à família interrompida de forma brusca. Vítima fatal de um acidente de trânsito ocorrido na tarde de ontem (11), na rodovia MS-080, entre Rio Negro e Corguinho, a jornalista Lígia Freire Siufi Almeidinha, 32 anos, abandonou a carreira para cuidar dos filhos, um menino de dois e uma menina de três anos. Agora, as crianças ficam sob os cuidados do pai, Alfredo Perez de Almeidinha Neto, 28 anos, e parentes.

Veja Mais
Camionete capota na MS-080, mata passageira e fere condutor e crianças
Camionete roubada é recuperada na casa do pai da ex-BBB Priscila Pires

Formada em jornalismo, Lígia chegou a trabalhar como assessora do primo Paulo Siufi Neto (PMDB), vereador presidente da Câmara Municipal de Campo Grande por dois mandatos consecutivos, de 2009 a 2012. Depois que os filhos nasceram, ela optou por abrir mão da profissão para, ao menos por enquanto, dar atenção total ao trabalho de mãe.

O acidente aconteceu no momento em que eles seguiam para uma fazenda administrada por Alfredo, na zona rural de Rio Negro, por volta do meio-dia de ontem. A camionete da família foi atingida por um veículo descontrolado que realizava uma ultrapassagem, e capotou. Lígia havia tirado o cinto justamente naquele momento, para poder falar com os filhos que estavam no banco de trás. Solta, ela acabou sendo arremessada e morreu antes mesmo de receber atendimento médico. Os demais não se feriram.

Durante velório na Capital, o tio, Eduardo Francisco dos Santos, engenheiro civil, lembrou dos bons momentos que passou com a sobrinha, e disse que ela era uma pessoa dedicada e que tinha os filhos como sua maior paixão. Gostava de cuidar da casa e ajudava o marido a gerenciar a fazenda a qual visitavam quase que semanalmente. “Eles iam ficar um tempo na fazenda, pois as crianças estavam de férias e queriam aproveitar. O ano letivo ia começar agora em fevereiro e ela estava muito empolgada com isso”, disse Francisco.

“Alegria é a maior marca que ela deixa”, afirmou o tio, lembrando de quando ela era criança e o visitava. “Uma pessoa tão bondosa que acobertava a travessura das outras crianças para que não fossem punidas pelos pais. Ela assumia toda a culpa. Era muito esperta, inquieta e sempre foi bastante comunicativa, acho que até por isso quis estudar comunicação”, completou.

Os filhos dela viram o desespero do pai ao tentar socorrer a mãe, mas apesar de tudo, estão calmos e se mostraram bastante compreensivos com a situação, relatou o pediatra José Palhano, médico da família há anos. “As crianças processam os problemas de uma maneira diferente dos adultos”, avaliou. Francisco disse que a família sempre prezou pela união e que agora, diante desta adversidade, vai se unir ainda mais, “em prol do cuidado com as crianças”, fazendo este sentimento prevalecer.

Camionete capota na MS-080, mata passageira e fere condutor e crianças
Lígia Freire Siufi, 32 anos, morreu em um acidente de trânsito ocorrido por volta do meio-dia deste domingo (11), na rodovia MS-080, entre os municíp...
Camionete roubada é recuperada na casa do pai da ex-BBB Priscila Pires
Uma camionete Toyota Hilux, que havia sido roubada no Bairro Villa Lobos, em Campo Grande, na noite de domingo (14), foi recuperada pela Polícia Mili...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions