A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

03/08/2015 17:08

Morte de gêmeo após cair de moto e ser atropelado intriga família

Juliana Brum
Família inconformada cobra investigação (Foto - Fernando Antunes)Família inconformada cobra investigação (Foto - Fernando Antunes)

Familiares de Max Amarilho do Nascimento, 33 anos, que morreu após cair de motocicleta e ser atropelado por carro na manhã de ontem (2), na Vila Jacy, esperam por Justiça. Eles pedem que policiais encontrem o motorista do carro que o atropelou e esclareça o que aconteceu para que o rapaz caísse da moto.

Veja Mais
Rapaz morre após cair de motocicleta e ser atropelado por carro na Vila Jacy
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

Comovida a irmã, Marluci Mendes contou que Max era um rapaz calmo e que tinha amizade com todos, mas que nunca tinha saído e demorado para retornar.

Marluci contou que são em seis irmãos ao todo, sendo que Max era gêmeo com Alex. Eles ainda moravam com os pais no Bairro Oliveira 2.

"Queremos saber o que aconteceu realmente, se o derrubaram de propósito da moto e quem estava no carro que o atropelou. Só o que sabemos é que um rapaz em um Chevet foi quem foi até borracharia do Alex para avisar do acidente. Quem nos garante que não foi o responsável pelo atropelamento e por medo não nos contou nada. Outro fato que nos intriga é que não apareceu ninguém para saber se ele estava vivo ou não," contou abalada.

A irmã disse que Alex foi procurá-lo durante a tarde, porque ele teria saído de casa por volta das 10h da manhã e nunca demorou para voltar, mas que não o encontrou.

Garantiu que a família não conhecia estes "amigos" que o levaram de moto, mas que querem que a policia descubra o que aconteceu de fato.

No velório estava parentes e amigos do jovem, que após sofrer outro acidente não pode mais trabalhar e estava aposentado por ter problemas nas pernas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions