A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

23/08/2012 19:18

Mortes no trânsito devem cair de 20% a 30% neste ano, diz Ciptran

Helton Verão

Em compensação com aumento da fiscalização, mais multas serão aplicadas

Mais fiscalização, menos mortes, afirma Ciptran (Foto: João Carrigó)Mais fiscalização, menos mortes, afirma Ciptran (Foto: João Carrigó)

As mortes no trânsito da Capital devem cair de 20% a 30%, em relação a 2011, prevê o relatório divulgado hoje (23) pela Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito). Mas para isso, as autuações irão aumentar consideravelmente, pois em 2012 estão sendo intensificadas as blitzes, segundo a unidade.

No ano passado, 132 pessoas morreram no trânsito da Capital, neste ano, até o momento, foram 72 mrtes. São calculadas as vítimas decorrentes de acidente nos locais onde ocorrem e até 30 dias depois nos hospitais.

Foram registrados 4.473 casos de motoristas e motociclistas não habilitados. Somente até agosto deste ano já foram mais de 3 mil. “Este ano devemos alcançar os 6 mil na Capital, aumentamos nossa fiscalização e a frota e número de pessoas sem CNH aumenta cada vez mais”, comenta o comandante da Ciptran, tenente-coronel Alírio Villasanti.

Até este mês foram registradas 21,360 autos de infração, os casos mais frenquentes, dirigir ou pilotar sem habilitação, documentação irregular e avançar o sinal vermelho.

Segundo o coronel, a expectativa sempre é diminuir as mortes no trânsito, as campanhas de educação e fiscalização têm colaborado. Apesar disso a expectativa é de que o número de acidentes praticamente se iguale.

“A frota de veículos aumenta consideravelmente na Capital, com isso os acidentes, mas se igualar o número ou passar um pouco não é sinônimo de um resultado ruim, afinal vamos ter muito mais carros rodando”, prevê Villasanti.

As motos lideram as remoções, com quase 2.800 apreendidas e encaminhadas ao pátio do Detran. Mais de 1.200 carros foram removidos, ultrapassando 4 mil veículos apreendidos. Em 2011 foram 6 mil.

Mais da metade dos autos relacionados à alcoolemia neste ano são de condutores que se negaram a fazer o teste do bafômetro, 332 no até este mês. Vale lembrar ao condutor que não realização do teste não impede que ele responda na esfera administrativa, neste caso, o motorista tem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) recolhida, recebe multa de R$ 980,00 e pode, inclusive, ser encaminhado à delegacia.

Passeata - A Ciptran irá promover no próximo dia 30 uma passeata com estudantes de escolas públicas e particulares visando a educação no trânsito. No ano passado mais de 10 mil pessoas participaram, o tenente-coronel Villasanti espera reunir 12 mil pessoas neste ano.




A SOLUÇÃO MESMO É FECHAR O CERCO NAS NOITES DA NOSSA CAPITAL. POR EXEMPLO NA DUQUE DE CAXIAS EM FRENTE AO AEROPORTO NOS FINAIS DE SEMANA DEPOIS DAS 22:00HS, AQUILO É UMA VERGONHA, JOVENS BEBENDO E SE EXIBINDO NO MEIO DA RUA COM GARRAFAS DE VODKA NA MÃO. SE A POLICIA QUER MESMO REDUZIR ACIDENTES TEM QUE MULTAR ESSE PESSOAL QUE GOSTA DE IRRESPONSABILIDADE.
 
ANDRE MANSOUR em 25/08/2012 01:06:11
Parabens a ciptran, educar so, nao e o suficiente,pois e preciso que esteja presente nas ruas e cobrem dos motoristas porque so assim a respeito,fora ter uma infra instrutura melhor pois aumenta demasiadamente o numero de veiculos inclusive de motos estas que pelo perigo que oferecem ao condutor nao deviriam ser comercializadas pois o minimo de segurança exigido e quase nada.
 
Andreia lima em 24/08/2012 12:14:23
Uma informação devemos passar, apesar de nós leitores estarmos aqui todo dia metendo o pau na Ciptran e demais setores responsáveis pelo transito, eles estão trabalhando, a educação no transito esta aumento e graças a Deus as mortes estão caindo, concordo sempre q devemos melhorar e sempre vejo pessoas escrevendo aqui e dando opiniões e possíveis soluções, um dia os índices diminuíram bem mais.
 
Roger Fausto em 24/08/2012 09:31:03
Interessante, eles querem diminuir as mortes fiscalizando as ruas... Concordo, isso será muito bom, mas se fiscalizassem os postos de combustíveis da Afonso ( e outros pontos da cidade) á noite, em torno das 22:00 e 23:00 (principalmente entre quinta e domingo) reduziriam muito os acidentes. Pois condutores são flagrados bebendo enconstados em seus carros constantemente...
 
Helen Rangel em 24/08/2012 03:24:00
Tem que multar mesmo. Pois dirigir bebado e furar sinal ou preferencial são as duas maiores causas de acidentes de transito neste cidade. Pegar motoristas de veiculos sem doc adianta pouco para evitar acidentes, mas poderia ajudar a arrecadação do Dpvat, agora insuficiente para as despesas com a saude das vitimas. Sou a favor de mais olhos vivos, e umas campanhas bem duras na TV para consientizar.
 
Marcos da Silva em 23/08/2012 09:42:29
A soluçao para o transito e so uma,.mais policiamento nas ruas, ate nos bairros. Ai sim, teremos reduçao de acidentes. É como esta na reportagem: mais blites e muita fiscalizaçao dos policiais.
 
MOISES BATISTA GONÇALVES em 23/08/2012 08:38:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions