A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

23/12/2012 17:39

Moto bate em carro ao tentar ultrapassagem e passageiros vão parar na calçada

Paula Maciulevicius e Elverson Cardozo
Acidente ocorreu no cruzamento da avenida José Nogueira Vieira com a rua Dona Ziza, no Tiradentes. (Foto: Elverson Cardozo)Acidente ocorreu no cruzamento da avenida José Nogueira Vieira com a rua Dona Ziza, no Tiradentes. (Foto: Elverson Cardozo)

Passageiros de uma Honda CG Titan 150 vermelha ficaram feridos depois de tentarem ultrapassar dois veículos, no bairro Tiradentes, em Campo Grande. Os ocupantes da moto, Isaque Fernando dos Santos, 52 anos e Paula Morandi Soares, 20 anos, padrasto e enteada, foram levados para o posto de saúde do Tiradentes.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

A motocicleta seguia pela avenida José Nogueira Vieira, atrás de dois carros Celta, um preto e outro branco, quando o condutor da moto, Isaque, tentou ultrapassar os veículos que estavam parados, esperando para fazer a conversão à esquerda, na rua Dona Ziza.

Segundo relato das testemunhas, depois de ultrapassar o veículo do meio, a motocicleta foi atingida pelo primeiro Celta, que já estava virando para entrar à esquerda.

Com o impacto, os dois ocupantes da moto foram lançados por cima do carro e caíram na calçada. Os motoristas dos dois carros alegaram que estava com a seta indicando que iriam fazer a conversão.

O Celta preto teve o retrovisor arrancado e o pneu esquerdo dianteiro estourado. A passageira, Paula, conta que chegou a ver a seta, mas que o carro entrou de uma vez. “Ele deu seta muito em cima”, disse.

O padrasto da jovem seguia para a casa de parentes na avenida Marques de Pombal quando o acidente aconteceu. Ele confirmou a versão dada pela jovem de que os carros teriam entrado de uma vez.

O motorista do Celta envolvido na batida, Tomas Messias 52 anos, afirmou ter dado a seta para entrar e que a motocicleta veio ultrapassando e bateu. Segundo ele, o motociclista vinha em alta velocidade.

O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados para atender a ocorrência. Os ocupantes da moto que foram para o posto de saúde do Tiradentes tinham ferimentos na cabeça e dores nos braços e nas costas.




Mesmo que o condutor do celta tenha dado seta muito em cima da hora, pela foto da pra perceber que aquele trecho é faixa continua, ou seja, o condutor da moto fez ultrapassagem em local errado. Fora o fato do pneu do carro ter estourado que da para constatar que a velocidade da moto não eramuito baixa. Então o jeito é passar o natal todo quebrado e ainda ter que pagar os danos.
 
Adriano Rezende em 24/12/2012 10:28:23
Se tem 2 carros parados é porque esta acontecendo algo, ai vem o cara na moto (nem todos são assim, mas a maioria) querendo dar uma de esperto e ultrapassar correndo! Teve um amigo meu que aprendeu desta forma e vendeu a moto, foi ultrapassar pela faixa da direita quando tinha dois carros parado na faixa do meio e um na faixa da esquerda, acabou que ele acertou uma capivara que atravessava a pista, ele a 80km\h se estorou todo(estava de capacete fechado senão tinha morrido pois foi de cara no chão). Agora ele esta de carro e segue a regra (pois não da para custurar de carro!), se tem veículo devagar ou parado é poque tem algo acontecendo, reduza ou pare!
 
Alexandre de Souza em 23/12/2012 20:32:40
Boa Noite! Não foi a moto que tentou ultrapassar, foi um condutor sem conhecimento de regras de circulação que fez uma ultrapassagem indevida ou no minimo sem os cuidados indispensáveis a sua segurança e dos outros, inclusive da sua passageira. A moto não tem vontade própria. Acredito que o titulo poderia ser: "Condutor se envolve em colisão ao tentar um aultrapassagem", seria mais prudente e não colocaria culpa na moto. Pode até se dizer que a moto é um veículo vulnerável ou que o ponto cego pode ter prejudicado a manobra, mas só uma pericícia vai poder nos revelar os detalhes técnicos, já que cada um relata segundo sua visão dos fatos.
 
Éder Vera Cruz em 23/12/2012 19:48:41
Vou comentar o que a passageira Paula disse: é a mais pura verdade do que ela disse, tem motoristas que dão sinal de que vai fazer a conversão em cima da hora e não olha no retrovisor se atrás está vindo algum veículo. Isso é corriqueiro em Campo Grande. Senhores motoristas; por favor dê sinal, com antecedência, de que vai fazer a conversão, antes de fazê-la dê uma olhada no retrovisor para saber se está livre para tal. Este mês estive em Goiânia e fiquei admirado com a educação dos motoristas quanto a faixa de pedestres. Pisou na faixa eles param na ora. Aqui deveriam seguir o exemplo.
 
Carlos José em 23/12/2012 18:15:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions