A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

12/05/2011 12:54

Motociclista bate de frente em caminhão após invadir contramão

Paula Vitorino

Moto colidiu com caminhão neste trecho. (Foto: Simão Nogueira)Moto colidiu com caminhão neste trecho. (Foto: Simão Nogueira)

Após invadir a contramão, o condutor da motocicleta Honda, com placas HSQ-3332, bateu de frente com o caminhão Volks, de placas HTP-0971, no cruzamento da Rua Marquês de Lavradio com a Rua Final. A passageira Aparecida de Fátima Teixeira, de 41 anos, foi arremessada da moto e bateu a cabeça na frente do caminhão.

Com o impacto, o capacete da vítima voou, segundo detalhou o condutor do caminhão, Haroldo Neves de Souza, de 49 anos. O acidente aconteceu por volta das 12h desta quinta-feira (12).

De acordo com as testemunhas, a motocicleta saiu do posto de combustível no cruzamento da Marquês de Lavradio com a Avenida Três Barras e entrou na contramão pela Marquês. Cerca de 50 metros depois, no trevo com a Rua Final, a moto colidiu com o caminhão que entrava na Marquês.

“Eu tava praticamente parado, porque você tem que dar uma parada no trevo para entrar na Marquês. Quando vi ele vindo não deu tempo de fazer nada, só esperei a pancada”, conta Haroldo.

A passageira Aparecida foi socorrida pelo Samu (Serviço Atendimento Móvel de Urgência) e levada em estado grave para a Santa Casa. O condutor da moto, identificado apenas por Gian, foi levado para a unidade de saúde do bairro Tiradentes pelos bombeiros.

Falta de sinalização - Acidentes no cruzamento são comuns, segundo moradores do local. A partir da Rua Final, há poucos metros da Três Barras, a Marquês de lavradio vira mão única, mas falta sinalização para quem sai do posto de combustível do local.

“Direto tem acidente aí. O pessoal saí do posto e entra na contramão com tudo. A gente ainda tenta alertar, quando dá tempo, mas é direto acidente”, conta a funcionário de um posto de combustível, Ana Maria Batista, de 28 anos.

Os moradores apontam a falta de uma placa indicando que a Marquês de Lavradio é sentido único como a principal causa para os acidentes. Quem sai do posto de combustível não tem nenhum sinalização que indique que a via é contramão e as faixas da pista estão apagadas.

O gerente do posto afirma que há mais de um ano a situação é a mesma no local. “Já pedimos que colasse uma placa aí, mas a obrigação não é nossa, tem os órgãos responsáveis por isso”, diz.

Mas a falta de atenção de alguns motoristas também contribui para os acidentes. “Alguns cortam caminho por dentro do posto e saem sem nem olhar para rua direito. Tem imprudência, mas falta a sinalização adequada. Tem até o poste público para colocar a placa”, frisa.




Uns colocam a culpa nos caminhões isso ou aquilo se não fosse os caminhões as coisas não chegariam na cidade e essa raça de motoqueiro que acha que tudo da tempo, pra eles saírem cortando os carros cruzando na frente é isso que dá agora vai pra santa casa contribuir pro aumento da estatística de acidentes com moto.
 
marcelo beck em 14/05/2011 12:20:44
Pode até faltar sinalização!!!Mas se a motociclista não estivesse correndo nada disso teria acontecido!!!Não adianta discutir, o fator "imprudência" sempre está presente nos acidentes!!!!
 
Ana Flavia em 13/05/2011 06:55:28
não é falta de sinalização, é imprudência mesmo. Quase todos os motociclistas de campo grande são irresponsáveis e não respeitam sinalização, vai ter muitos acidentes e mortes no transito, podem esperar.
 
Renato Rieff em 12/05/2011 07:40:48
O caminhao estava estava certo ,porem nós moradores ,do bairro tiradentes não aguenta mais o trafego de caminhões , pela rua José Nogueira Vieira.
 
ailton marques dos santos em 12/05/2011 07:32:13
Mais convenhamos, motociclista em Campo Grande faz cada uma que a gente até duvida, falta muito bom senso mesmo!!...
 
Oswaldo Benites em 12/05/2011 06:16:18
Este caminho eu faço todos os dias para deixar meu filho na escola. Realmente não tem sinalização, mas não é desculpa para tantos acidentes. A rua Marques de Lavradio é estreita e mão dupla, tem engraçadinhos que simplesmente estacionam na avenida e deixam o transito impedido. Param nas esquinas e deixam os motoristas sem visão. Com o aumento de fluxo de carros nesta avenida as pessoas deviam ter mais educação, tudo se resume a duas palavras respeito e educação. Todos andam em alta velocidade não respeitam os sinais de transito, os motoristas da capital nem sabem as regras de como andar em uma simples rotatória!! É o fim da picada!!!!!
 
ana breatiz em 12/05/2011 06:11:02
Eu concordo com a Cristiane,..........!!!!!!!!!!!
 
vagner coelho em 12/05/2011 05:29:06
Moro perto de onde aconteceu o acidente.E é um pouco de imprudencia e falta de sinalizaçao!! Ali, deveria ficar os Agentes de transito para orientar os motoristas, nao na Afonso Pena um trompando no outro, 2 a 3 em cada esquina...
 
cristiane meira em 12/05/2011 02:49:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions