A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

27/11/2012 13:39

Motociclista bate em carro e sofre traumatismo craniano

Mariana Lopes
O motociclista foi encaminhado em estado grava para a Santa Casa (Foto: Simão Nogueira)O motociclista foi encaminhado em estado grava para a Santa Casa (Foto: Simão Nogueira)
Lateral do carro ficou amassada, mas os passageiros não ficaram feridos (Foto: Simão Nogueira)Lateral do carro ficou amassada, mas os passageiros não ficaram feridos (Foto: Simão Nogueira)

Um acidente ocorrido no final da manhã de hoje (27), no cruzamento das ruas Vitório Zeolla e Acalifas, no Carandá Bosque, em Campo Grande, deixou um motociclista em estado grave.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Alisson Barbosa Segura, de 18 anos, estava em uma Titan e seguia pela rua principal do bairro, em sentido ao Centro, quando colidiu com um Strada, que estava no sentido oposto da via e foi fazer a conversão para a esquerda.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Alisson sofreu traumatismo craniano, fratura exposta no ombro esquerdo, quebrou o fêmur de uma das pernas e estava com choque hipovolêmico, que representa perde considerável de sangue. Ele foi encaminhado inconsciente para a Santa Casa.

O motorista do carro, José Tosta Nunes, de 79 anos, disse que viu a moto, mas afirmou que o veículo ainda estava distante e achou que daria tempo. “Ele estava correndo bastante, foi em um piscar de olhos”, afirmou o idoso.

O motorista disse ainda que na rua Acalifas tinha outro motociclista, que ele também estava cuidando para poder virar. “Quando vi que a moto ia me acertar, pisei no freio para não acertar o outro piloto”, conta.

José e a esposa dele, que estava no banco de passageiro do carro, não ficaram feridos. A lateral do carro ficou bastante amassada e os vidros quebraram.

De acordo com a Polícia de Trânsito que atendeu a ocorrência, provavelmente o acidente aconteceu por falta de atenção do motorista e alta velocidade do motociclista.




Concordo com Vc, Sebastião! Uma pessoa com 80 anos já perdeu, e muito, a rapidez de raciocínio e os reflexos para guiar um carro nesse trãnsito, que cada dia fica mais caótico e violento!
 
MARCELLO MENDES em 27/11/2012 21:38:46
O Alisson e amigo da minha filha e o dia em que comprou uma moto,comentei com ela:não estou gostando dessa moto nas mãos desse menino,moto é muito perigoso e ainda mais nas mãos desses jovens que não tém medo de nada,não acho certo,mas
agora vamos Orar por ele e que Deus livre ele dessa situação e que sirva somente de lição para ele e para os outros colegas dele.
....Jesus Abeçoe o Alisson e tire ele dessa situação e ele possa volte em breve para casa.
 
Marcírio Soares Lopes em 27/11/2012 18:19:06
Falta de atenção e desrespeito as leis, mais uma vez presente !!
 
Adauto Correa Lima Jr em 27/11/2012 14:32:14
OLha sem querer julgar os outros mas eu acho que deveria ter uma lei que quando os seres humanos chegasse as 60 anos a cnh devia ser recolhida pois eu vejo muitas pessoas no dia a dia que são o terror no volante ,perde toda noção de raciocino , bem esta e minha opinião e como e estamos no Pais democrático aqui eu deixo a minha
 
sebastiao teixeira batista em 27/11/2012 14:25:24
Presenciei este acidente, foi horrível. A situação do Alisson é realmente complicada.
Realmente o ocorrido foi pela soma de falta de atenção do motorista e alta velocidade do motociclista. A desaceleração da motocicleta percorreu aproximadamente uns 15 metros. Tenho fotos dele, são chocantes....
 
Fábio Menezes em 27/11/2012 13:51:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions