A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

25/05/2012 17:21

Motociclista morto na rodovia foi arrastado por 20 metros

Viviane Oliveira e Paula Maciulevicius
Carreta bitrem foi fazer uma conversão, quando acabou colhendo o motociclista. (Fotos: Simão Nogueira)Carreta bitrem foi fazer uma conversão, quando acabou colhendo o motociclista. (Fotos: Simão Nogueira)

O motociclista identificado como André Rodrigo Trazzi, de 28 anos, que morreu em um acidente de trânsito envolvendo uma carreta bitrem, na BR-262, na saída para Três Lagoas, foi arrastado por 20 metros.

Veja Mais
Acidente entre carreta e moto deixa uma pessoa morta na BR-262
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

De acordo com o motorista da carreta bitrem, de placa de Camapuã, Rafael Ricardo Martine Appel, de 34 anos, estava seguindo para o posto Caravagio, na saída para São Paulo, quando ouviu um barulho.

“Achei que fosse uma parte da carreta que havia caído. Quando desci vi a moto, uma Honda Biz, enroscada na roda traseira”, lamenta, acrescentando que foi a primeira vez que se envolveu em um acidente.

Segundo o gerente de tecnologia de informação, Leandro de Oliveira, que trabalha próximo ao local, a avenida é muito perigosa e sempre tem acidente com morte na via. Segundo ele, o motoqueiro tentou fazer uma ultrapassagem, quando foi colhido pela carreta.

Como foi - De acordo com o Corpo de Bombeiros, os dois seguiam no mesmo sentido - saída para Três Lagoas/Centro. A carreta foi fazer uma conversão para entrar na alça que dá acesso ao viaduto, quando houve a colisão.

O motociclista, que teve politraumatismo, foi arrastado por 20 metros. A moto ficou presa na carreta. O trânsito no local ficou lento e a alça que dá acesso para São Paulo interditada.

O motociclista, que teve politraumatismo, foi arrastado por 20 metros.O motociclista, que teve politraumatismo, foi arrastado por 20 metros.
A moto ficou presa na carreta. (Fotos: Simão Nogueira)A moto ficou presa na carreta. (Fotos: Simão Nogueira)



Muitas vezes vou fazer conversão a direita com a seta legada mesmo assim sempre tem um motoqueiro ignorando minha sinalização e tenta passar primeiro.
 
Nilson André dos Santos em 26/05/2012 11:53:28
sou motorista a 20 anos e nunca me envolvi em nenhum asidente mas qdo vou fazer as convrsão sempre usei as setas.mas sempre tem um motoqueiro ou mal motorista q faz questão de fazer ultrapasagem errada e ainda desacata a gente ai quem acaba se ferrando são eles mesmo.e no final de tudo o motorista ainda e culpado.
 
luiz carlos de coxim em 26/05/2012 07:02:03
Muito cuidado, moto é um veículo pequeno, a carreta não tem visão nenhuma principalmente na hora em que vai fazer curvas, pois os retrovisores mudam de posição e não se enxerga bem oque está dos lados, carreta não tem frenagem igual carro. É preferível perder um minuto de vida e esperar a manobra do que perder a vida em poucos segundos.
 
José Ferreira em 26/05/2012 06:44:11
meus pesames a familia enlutada que Jesus de conforto e consolo a todos.
 
andreia santos em 25/05/2012 11:02:56
olha os motoqueiro querem andar do lado das carretas ate mesmo dos carros, enquando os motoqueiros nao se educarem muitos acidentes deste tipos ira acontecer.
 
thiago souza em 25/05/2012 05:52:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions